Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: MALIBU: O CÉU É O LIMITE | Tema: VONDY


Capítulo: CAPITULO 40 - HÁ UM TRAIDOR?

279 visualizações Denunciar




CHRISTOPHER


Duas semanas se passaram desde o comanda de Genaro para ir atrás de Rebeca e matá-la. Não conseguia aceitar essa decisão e não podia fazer nada para impedir que Paco e Poncho fossem atrás da Dawson e tampouco poderia avisa-la que ela estava correndo perigo, porque seria uma traição sem tamanho contra a minha própria família.


Então, me mantive longe. Cuidando das Docas, dos carregamentos e dos aviões novos que tínhamos comprado. E lá estava a minha distração dos últimos dias, Dulce adentra o Octopus ao lado de Anahí, aos risos. E assim que me nota ali presente, baixa o olhar nitidamente sem saber como seguir.


Virei a dose de gin com tônica e levantei, caminhando em direção ao pub, onde Dulce mantinha-se de costas conversando com Annie.


— Olha só, quem resolveu dar as caras por aqui. – a encarava, pedindo uma dose a Anahí. — O Cal está de folga hoje.


— Sim, eu sei, ele está com o papai.


Annie e eu se entreolhamos rápido, aquilo não era comum. Desde o assassinato do Fischer que Cal evitava qualquer tipo de contato com o seu queridíssimo papai, Espinosa.


Porém, não era algo com que deveria me preocupar, Annie cuidava disso muito tempo nos últimos tempos.


— Cadê o seu cão de guarda? – beberiquei do drink aos risos.


Dulce negava com a cabeça nitidamente nervosa com a minha presença. — Se está falando do Max, ele está na igreja, eu acho.


— Temos que conversar. – sugeri, e Annie se afastou um pouco.


— Não, com você assim...


— E quando será bom pra você, Dulce Maria? Porque sempre tem um “não, mas..”


A arrancada de barulho de pneus do lado do Octopus me chamou atenção. Virei o copo rápido, e antes que pudesse sair, Poncho adentrou o Octopus com a pistola na cintura sem nenhum tipo de cuidado, o que não era típico dele, já que era sempre cauteloso e responsável. Não pude deixar de notar o olhar assustado de Dulce em direção ao Poncho, que acaba de entrar às pressas no escritório.


— Estão atrás do Paco.


Continue encarando-o sem entender.


— Estão em perseguição com o Paco cara. – Poncho acendia o cigarro, andando de um lado para o outro. — Consegui escapar, mas temo que ele não consiga.


— Mas quem? Primeiro, o que estamos fazendo aqui, caralho...


Poncho me explicava no trajeto até o escritório de Genaro tudo que tinha acontecido, eles estavam terminando de receber uma carga no galpão da zona leste quando dois policiais surgiram dando voz de prisão, contra atacarão, mas logo apareceram reforços policiais. Como eles chegaram ate o golpe? Não sabemos.


— Como eles estão chegando tão perto? – esbraveja Genaro.


Victor falava ao telefone com os capangas do galpão sobre quanto da carga estava intacta.


— E porque eles continuam atrás do Paco?


— Não sabemos se ainda estão atrás do Paco – respondeu Poncho.


— Tem alguém próximo demais. – deduzia Genaro. — Não lembro a última vez que tive um traidor infiltrado.


A porta do escritório se abriu e aquilo estava demorando. Maitê entra no escritório armada, dando-me um empurrão contra o peitoral.


— Como você pode estar aqui tão tranquilo, enquanto meu irmão está sabe Deus lá onde, Uckermann? Como pode coloca-lo em situações perigosas assim?


— Opa, opa, acho melhor você se acalmar, May. – Poncho a segurava.


Não lembro a última vez que passamos por situação parecida, isso não quer dizer, que deixamos a segurança falha. mas, é que a séculos que não precisávamos de tanta precaução.


— Não é culpa nossa que ele seja pouco inteligente de fugir no caminhão da carga, Perroni.


— Não vamos subestima-lo, ele foi treinado para passar por esse tipo de situação. – acrescentou Victor.


3 horas se passaram sem notícias, sem poder agir. Tinha policia por toda Malibu, assim como homens nossos espalhados por toda cidade em busca de Paco.


Recebemos um recado inesperado através do rádio via Ventura-Malibu. E so assim Maitê parou de surtar.


— Eu vou junto.


— Não, você não vai. – disse Genaro que já estava perdendo a paciência.


Ventura ficava a cinquenta minutos de Malibu, tínhamos um sitio de treinamento para novos homens lá. Alguns reféns e dentre outras ilegalidades. Paco havia dado sinal, e aquilo me aliviou, ele estava vivo e isso que importava.


Ao chegarmos no sitio, Paco estava bebendo um whisky e um pouco machucado, mas não fora baleado. Outro ponto positivo. E quanto a carga, lá estava o caminhão pela metade.


— Nada me tira da cabeça que tem algo a mais, algo que não estou vendo. – Genaro derrubou os copos do pub do sitio. — Quantos homens eram?


Paco e Poncho começaram a explicar detalhe por detalhe daquele ataque corajoso dos policiais. E mais, porque não fomos avisados, já que temos homens infiltrados na polícia.




Primeiramente, mil perdões. Mas eu passei um susto com meu notebook gente, achei que não conseguiria recuperar tudo. Maaaaas, não vou desistir.


E sobre esse mundo Mafioso, é necessario para que vocês entendam coisas futuras no romance vondy. 


Obrigada por permanecerem aqui.



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): raissasampaio

Este autor(a) escreve mais 2 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

CHRISTOPHER Los Angeles é uma cidade que não dorme e por isso me encontro hoje aqui. E sozinho. Há uns dias que buscava por rastros de Rebeca, sozinho. Sei que não deveria, mas Paco e Poncho estavam chegando cada vez mais perto dela. Sabíamos que ela estava envolvida com Salvatore Capone um mafioso italiano que se passava por produtor de ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 57



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • taianetcn1992 Postado em 14/05/2021 - 04:33:27

    mais mais mais

  • aquelaqueescreve Postado em 13/05/2021 - 22:20:41

    continuaaa

  • aquelaqueescreve Postado em 11/05/2021 - 00:31:46

    Tô super curiosa kkkkk

  • aquelaqueescreve Postado em 11/05/2021 - 00:31:32

    Continuaa

  • capitania_12 Postado em 04/05/2021 - 18:56:46

    Continua aa

  • aquelaqueescreve Postado em 30/04/2021 - 01:12:58

    Continuaaa

  • aquelaqueescreve Postado em 30/04/2021 - 01:12:38

    Eu tô simplesmente morrendo de ansiedade aaaaa quero mais

  • retobias2121 Postado em 29/04/2021 - 23:40:01

    Continua

  • capitania_12 Postado em 28/04/2021 - 13:17:02

    Continua

  • capitania_12 Postado em 25/04/2021 - 01:25:46

    Continua. Ele sai comendo todo mundo né? Kkkkkkk credo


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais