Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: Total Colapso do Coração | Tema: My Hero Academia


Capítulo: Capítulo 3

47 visualizações Denunciar


All Might estava descansando em seu apartamento e não fazia ideia de que naquele exato momento a liga dos vilões estava atacando os alunos da U.A. no acampamento de treinamento. Os jovens aspirantes a heróis fizeram tudo o que estava ao seu alcance, mas não conseguiram impedir que Bakugo fosse sequestrado pela liga dos vilões. 


Alguns instantes depois, em Shogawa, Mayu estava debruçada na janela, observando o pôr do sol quando sentiu atrás de si uma ventania inesperada. Ao virar-se, deu de cara com Toga, sorrindo e estendendo a mão para ela. 


– Vem comigo, amiguinha! 


Antes que pudesse reagir, Mayu sentiu Toga pegar sua mão e a arrastar para dentro de um portal. Ao ouvir os gritos da neta, Mikiko correu para o quarto, mas já era tarde. Apenas viu o corpo de Mayu desaparecer no portal. Em questão de poucos segundos, as duas surgiram no esconderijo dos vilões. Mayu ficou muito assustada ao se dar conta de que estava cercada de figuras aterrorizantes. Logo atrás dela, estava Bakugo, aprisionado em uma cadeira, com os punhos neutralizados, sem compreender quem era aquela jovem que a liga também tinha sequestrado. 


Entediado, em sua poltrona, All Might passava os canais de televisão quando o noticiário lhe chamou a atenção. 


Há alguns minutos recebemos a informação de que alunos da U.A. sofreram um ataque em um acampamento de treinamento. Equipes de resgate já chegaram ao local e assim que obtivermos mais detalhes voltaremos ao vivo, com cobertura exclusiva. 


Desesperado com a notícia, All Might tentou ligar para Aizawa. Porém, não foi atendido. Ficou mais tenso. Colocou seu terno e saiu correndo para a delegacia. 


Ao chegar no departamento da polícia, foi logo falar com o detetive Tsukauchi. 


– O que aconteceu no acampamento? – All Might estava aflito.


– Sinto muito, mas a liga dos vilões fez um ataque surpresa e é até difícil te dizer, há vários feridos, inclusive em estado grave. E o pior é que... 


– Fale logo! 


– Eles sequestraram o aluno Bakugo! 


– O jovem Bakugo! – All Might temia pela vida de Bakugo. Ficou irritado, cerrou os punhos e enervado se transformou em herói. – Como isso tudo pode ter acontecido e eu não estava lá para ajuda-los?! 


– Foram pegos de surpresa. É uma calamidade. Em alguns minutos eles devem estar chegando no hospital geral para poderem ser atendidos devidamente. 


– Me contate sobre tudo que conseguir apurar nessa investigação. 


– Está certo. 


All Might se dirigiu a U.A., o diretor e os professores da instituição estavam em reunião e ele se juntou ao grupo. 


– Há pouco fiquei sabendo o que aconteceu pelo noticiário. 


– As informações que recebemos de Aizawa são devastadoras. Parece que subestimamos nosso inimigo e muito confiantes baixamos completamente a guarda. É inaceitável que nossos alunos continuem a sofrer com esses ataques tão violentos. A imagem de nossa instituição vai ser destruída pela imprensa. – Disse o diretor Nezu.


– Antes de nos preocuparmos com a reputação da instituição, precisamos descobrir como a liga dos vilões sabia da localização dos alunos. Isso é muito suspeito. – All Might comentou.


– Está bem claro que temos um traidor entre nós. Precisamos averiguar isso o mais rápido possível. – Present Mic falou encarando todos os colegas da U.A.


– Não acho que agora seja o momento de se preocupar com um possível traidor e sim em como vamos resgatar Bakugo das mãos dos inimigos. – Snipe refletiu.


– Temos que manter a calma no momento e ajudar nossos alunos que estão feridos. Quanto a localizar Bakugo, a polícia está fazendo uma investigação minuciosa no local e colhendo depoimentos de todos que estavam no acampamento. – O diretor Nezu argumentou com seus colaboradores. 


De repente o telefone de All Might tocou: “Você está recebendo uma ligação.” 


– Me desculpem. Vou atender lá fora.  


Ao deixar a sala de reunião, All Might observou o número e não o reconheceu. Atendeu mesmo assim.  


– Quem é? 


Ouviu choro do outro lado. 


– Quem é? Fala! – O herói ficou tenso. 


– Você é o rapaz que ficou com a Mayu? 


A voz estava trêmula e fraca, mas foi clara o bastante para o herói compreender. Seu coração acelerou naquele momento. 


– Quem está falando? 


– Sou a avó de Mayu. Peguei seu número nas flores que você enviou. 


– Sim. Sou eu. Continue. – All Might estava tão nervoso que suas mãos ficaram trêmulas. 


– Aconteceu algo terrível. Mayu desapareceu de casa. Ela foi engolida por uma sombra gigante. Estou desesperada, não sei o que fazer. 


Naquele momento, All Might desabou no chão. Não acreditava no que tinha acabado de ouvir. 


– Tente manter a calma, senhora. Quando isso aconteceu? 


– Agora mesmo. 


– Mandarei um agente da polícia para sua casa. Caso tenha qualquer informação sobre a Mayu, me ligue, por favor. 


– Quem é você? 


– Alguém que tem muito apreço por sua neta. Não a deixarei desamparada. Confie em mim!


Ainda desestabilizado, All Might desligou o telefone e fez rapidamente uma nova chamada. Ligou para o detetive Tsukauchi e pediu ajuda ao amigo, solicitando que o mesmo fosse discreto. O detetive acionou os policiais de Gokayama, por meio de uma ligação, e solicitou urgência para que fizessem uma análise detalhada no que tinha ocorrido na casa da jovem Mayu.


No esconderijo dos vilões, Mayu estava em desespero, imóvel, ajoelhada no chão.


– Seja bem-vinda, senhorita Mayu. É um prazer ter a sua companhia. – Shigaraki estendeu a mão para que ela levantasse.


Mayu estava receosa, contudo, estendeu a mão. Shigaraki retirou sua mão e balançou a cabeça em negação.


– Primeira lição: nunca encoste um dedo em mim, ou você morre. A inocência é uma característica tão bela, não é? Não saber os riscos que se está correndo pode ser considerado uma vantagem ou não?


Mayu não respondeu. Shigaraki fez sinal para que Toga levantasse a garota. Observou a jovem dos pés a cabeça. Trajando um vestido floral de algodão, com botões grandes em toda a sua extensão, com lindos e longos cabelos negros e sedosos e belos olhos inigualavelmente castanhos, seios ligeiramente fartos e estatura mediana e um ar de pureza em sua essência. Shigaraki ficou muito interessado na figura dela, principalmente porque ela tinha um laço de afeto com All Might.


– Qual a sua individualidade, senhorita?


– Eu não tenho. – Mayu estava incomodada com a forma que o vilão a observava.


– Você não está mentindo para mim, não é?


– Não. Eu não tenho individualidade, sou norm...


– Complete o que você ia dizer! Vamos! – Shigaraki gritou com ela.


– Eu sou normal. – Mayu estava aos prantos.


– Que pena! Ser “normal” deve ser bem chato. Por aqui, você é a única. Leve-a para o quarto, Toga, cuide bem dela. Nada de sugar a bela moça, entendeu?


Toga deu de ombros. – Tudo bem, ela não faz meu tipo mesmo!


Bakugo observava com atenção tudo o que os vilões faziam. Estava intrigado com a presença da jovem moça que fora capturada logo após ele. Mas sem tempo para raciocinar, pois tinha chegado a hora de ser entrevistado por Shigaraki, ele voltou toda a sua atenção para o líder dos vilões que estava bem diante dele.


– E você, projeto de herói, foi trazido até mim para que eu te guiasse pela luz da libertação. Você não pertence ao mundo dos heróis. Eles não te querem bem, nunca vão gostar de você como você é. Está fadado ao fracasso. Junte-se a nós e te mostrarei um novo sentido para justiça, a minha visão do que deve ser uma sociedade sem essas regras que só nos tornam infelizes, uma sociedade sem heróis.


– Vai sonhando, seu merda. Nunca que eu vou aceitar ordens de um desgraçado igual a você. Não importa o que vocês imbecis digam, eu nasci para ser um herói, como o All Might.


Shigaraki ficou irritado com a reação de Bakugo. Decidiu mantê-lo aprisionado.


Dois dias depois, o detetive Tsukauchi e All Might estavam no hospital coletando uma informação relevante da aluna Yaoyorozu. Ela tinha conseguido, com a ajuda de Awase, colocar um rastreador em um dos Nomus da liga dos vilões. Além de relatar seus feitos, ela também entregou o rastreador ao detetive. Os dois também aproveitaram para verificar como estava o tratamento dos demais alunos. A Recovery Girl estava exausta com tantos atendimentos, principalmente com Deku que ainda estava inconsciente.


Até que Midoriya recobrasse a consciência e recebesse alta, já tinham se passado sete dias. Inconformado, com o rapto de Bakugo, Kirishima tinha em mente um plano arriscado para salvar o amigo de escola a quem ele tinha se afeiçoado nos últimos meses. O jeito explosivo de Bakugo não o incomodava, pelo contrário, já até achava graça do nervosinho.


Preocupados com Kirishima e tão aflitos quanto ele, Iida, Todoroki, Yaoyorozu e Deku se juntaram para tentar localizar e resgatar Bakugo, no que parecia ser uma missão suicida para os cinco. Eles nem faziam ideia de que os maiores heróis do Japão estavam se organizando para fazer um grande ataque aos vilões.


Enquanto isso, no esconderijo dos vilões, era meio dia e Toga estava indo entregar uma refeição para Mayu. No quartinho mal iluminado que a jovem se encontrava, estava mais calma com a situação aflitiva, visto que somente Toga a encontrava e geralmente só a observava de uma forma estranhamente obsessiva. Era incomodo fazer a refeição com a loira a encarando o tempo todo. Na sala do esconderijo, Shigaraki estava muito irritado, pois Bakugo se recusava a se alimentar, mesmo líquidos ele rejeitava cuspindo na cara de quem tentasse o nutrir.


– Merda de garoto! Prefere morrer! – Disse Spinner, limpando o rosto.


– No fim das contas, não vai ter nenhuma utilidade. Me diga Bakugo, o que me impede de te matar agora mesmo.


Shigaraki se aproximava de Bakugo com sua mão estendida, quando um estrondo surpreendeu a todos que estavam naquele esconderijo. All Might chegou destruindo a parede e atingindo Spinner em cheio que caiu inconsciente. Foi logo em direção de Shigaraki para atingi-lo.


– Desgraçado! Eu vou acabar com você! – All Might estava furioso.


Antes que pudesse alcançar seu inimigo, um portal surge e leva consigo todos os vilões, Mayu e Bakugo. All Might fica mais irritado e se apressa em buscar na cidade o local onde o portal os levaria. Vários Nomus surgiram na cidade e começaram a atacar as pessoas. A polícia já estava de prontidão e começou um confronto contra os mesmos com auxílio de outros heróis como Tiger, Uwabami, Mt. Lady, Kamui Woods, Edgeshot e Endeavor que tinham como missão dar apoio a All Might combatendo os vilões e defendendo a população local.


Nesse momento a imprensa já estava por todo o canto cobrindo aquele acontecimento ao vivo para todo o mundo. Beast Jeanist teve a infelicidade de ser o primeiro herói a encontrar o local para onde os vilões tinham sido levados. Sozinho nada pode fazer ao ficar frente a frente com All for One. Facilmente o vilão estendeu sua mão em direção ao herói que foi atravessado e destroçado em questão de segundos.


Os alunos da U. A. Deku, Iida, Todoroki, Yaoyorozu e Kirishima também estavam naquele local, por coincidência e presenciaram a chegada deles e morte de Beast Jeanist. O medo que sentiram os paralisou. Bakugo estava caído no chão, inconsciente. Precisavam salva-lo. Mas não conseguiam mover seus corpos. A presença de Mayu, ao lado de Toga, também os deixou confusos.


De repente, All Might surgiu tentando atacar Shigaraki novamente, mas mais uma vez, All for One se utilizou do portal de Kurogiri para leva-lo para longe e aos demais vilões também. Deixando apenas Bakugo e Mayu. Um helicóptero, já sobrevoava a região e registrava tudo que estava acontecendo. All for One estendeu os braços em direção aos dois.


– Você não é tão rápido como antigamente, All Might! Qual dos dois você vai preferir salvar?


– Desgraçado, covarde! Você tem que lutar comigo. Deixe-os! – All Might sentia desespero, um sentimento que ele já tinha se esquecido. Mayu era sua maior preocupação, mas jamais desistiria de Bakugo.


– Precisamos salvar o Bakugo! – Izuku estava agoniado.


– Não podemos! Vamos morrer se nos intrometermos. – Disse Yaoyorozu.


– Não temos permissão para lutar, Midoriya. – Enfatizou Iida.


– Não vamos lutar, apenas salvar o Bakugo.


Izuku tinha um plano que nem All Might ou All for One esperavam.


Todoroki lançou gelo formando uma barreira que impedia All for One de visualizar Bakugo. Enquanto isso, Iida utilizou sua habilidade para se lançar em direção a Bakugo carregando consigo Izuku e Kirishima que agarraram os braços de Bakugo, retirando o jovem do alcance de All for One.


A distração, que agradou All Might, que realmente não esperava a ação de seus alunos naquele momento crítico, foi o suficiente para que ele decidisse partir para salvar Mayu que estava emocionada em rever o herói, mais uma vez em ação tentando salvá-la. Porém, All for One foi mais rápido e agarrou a jovem a colocando a sua frente, como um escudo humano.


– Você não teria coragem de me atacar e ferir essa bela moça, teria? –  All for One sorria.


– Deixe a moça em paz! Lute comigo!


–  Eu vou lutar com você, mas antes vou deixar bem claro, que sentirei muito prazer em acabar com a vida dessa jovem, da mesma forma que exterminei sua mestra Nana. Eu vou destruir todos que você ama, da mesma forma que você tentou acabar comigo no passado.


All Might recordou-se de sua mestra, aquela que lhe deu a honra de se tornar um herói, o símbolo da paz. Seu corpo fervia de ódio. All for One continuou.


– Vou acabar com o menino Midoriya, seu herdeiro, que você tenta transformar em alguma coisa parecida com você. Todos os heróis vão sucumbir e sabe o que é mais apreciável nessa história? O neto de sua querida mestra é quem vai me ajudar nessa empreitada. Tomura Shigaraki.


All Might ficou muito abalado com a revelação de All for One. Não queria acreditar que Shigaraki pudesse ser neto de Nana. Aproveitando-se do momento de instabilidade do grande herói, All for One aproveitou a oportunidade para abrir mais um portal e jogou Mayu dentro dele.


All Might se desesperou e tentou alcança-la. All for One golpeou All Might que foi arremessado em direção ao helicóptero que filmava toda a luta. Gran Torino surgiu segurando All Might no ar antes que ele atingisse a nave. Arremessou All Might que potencializou toda sua força no braço direito. Numa velocidade incrível, golpeou em cheio o rosto de All for One. Golpeou uma, duas, dez, centenas de vezes, tamanho era seu ódio por ter perdido Mayu. Endeavor e os demais heróis chegaram naquele momento e presenciaram quando All Might tinha imobilizado All for One, mas também acabaram vendo o símbolo da paz se transformar em sua forma decadente, o simples humano Toshinori Yagi.


Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Pri Inácia

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

All Might sentiu-se como em seu maior pesadelo. Estava paralisado diante do corpo imóvel de All for One. Todos os olhares chocados voltaram-se para o herói que enfim deixou seu maior segredo exposto para o mundo. Era tão frágil sua aparência que causou uma imensidão de sentimentos em todos que o ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...