Fanfics Brasil - Sexto Como é que te esqueço?

Fanfic: Como é que te esqueço? | Tema: Dragon ball


Capítulo: Sexto

188 visualizações Denunciar


Bulma podia sentir o rosto queimar de vergonha ao sair correndo da lanchonete. Ela parecia ouvir durante o momento em que corria alguns murmúrios de alunos que estavam por ali perto. As lágrimas de raiva desciam quente pelo seu rosto ao empurrar a porta do banheiro feminino e entrar nele escondendo o rosto com as mãos.


 


ㅡ Meu Deus como eu sou idiota! Mas é claro que ele não vai me perdoar... ㅡ ela dizia ao abrir a torneira para lavar o rosto.


 


O ranger da porta do banheiro se abrindo, fez Bulma erguer a cabeça devagar e olhar através do espelho quem estava entrando ali, e assim que viu as duas amigas aproximarem se dela, voltou a fazer cara de choro.


 


ㅡ Bulma o que houve? Vimos você correr nervosa para o banheiro... ㅡ perguntou Lunch começando a acariciar o cabelo azul da amiga.


 


ㅡ Aí meninas...eu acabei de passar uma vergonha agora, aquele...aquele cara me humilhou na frente daquela namoradinha dele...aí que ódio, tudo porquê? Minha mãe me convenceu a pedir desculpas para aquele grosso do Vegeta!!


 


ㅡ Bulma, eu sinto muito...mas o que você esperava depois do que fez com ele? ㅡdisse Chichi aproximando se devagar de Bulma.


 


ㅡ Tabom eu errei! Mas qualquer um comete erros, o que custava ele ser mais educado, precisava ver como fui tratada, e pior ele começou a beijar aquela loira de farmácia na minha frente como se eu não estivesse ali...


 


Lunch olhou sério para Chichi que devolveu o mesmo olhar desconfiado para ela. As duas podiam ver nitidamente que aquilo não era apenas raiva; o ciúmes também estava estampado na feição da amiga de cabelos azuis. Bulma tentava se recompor olhando se no espelho secando as lágrimas que insistiam em aparecer, inevitavelmente ela tentava esconder o que realmente sentia diante das amigas que a olhavam preocupadas.


 


ㅡ Com licença meninas eu vou para a sala, mais tarde a gente se vê... ㅡ Bulma se despediu das amigas saindo cabisbaixa do banheiro.


 


ㅡ Você percebeu o mesmo que eu Chichi? ㅡ perguntou Lunch após ver Bulma sair do banheiro.


 


ㅡ Percebi sim amiga...


 


...


 


Lazúli ainda estava sentada no colo de Vegeta e segurava as mechas de cabelo dele querendo prolongar o beijo, mas sentiu as mãos dele a afastar devagar e virar o rosto para ver se a garota de cabelo azul ainda estava por ali. O olhar dele encontrou Bulma virando o corredor de paredes vazadas vendo ela entrar rápido no banheiro feminino. Ele flexionou as sobrancelhas por um breve momento ao vê-la sair correndo chateada dali, então voltou sua atenção para namorada que o fitava desconfiada tentando seguir a mesma direção da qual estava olhando...


 


ㅡ O que foi ? Parece ter ficado preocupado com “aquelazinha”... ㅡ disse Lazúli sentindo as mãos dele lhe tirar do colo onde estava sentada.


 


ㅡ Não é nada disso, como você viu ela veio aqui se desculpar sobre a acusação que fez...agora ela sentiu bem o gostinho que me fez passar diante de todos aquele dia. ㅡ Vegeta levantou se da cadeira para pagar a conta da lanchonete.


 


ㅡ Eu adorei o que você falou pra ela, afinal de contas quem ela pensa que é? ㅡ Lazúli disse empinando o nariz.


 


Vegeta entregava o dinheiro na mão do rapaz atrás do caixa procurando ver se Bulma saía do banheiro, e assim que recebeu o troco em suas mãos, ergueu os olhos vendo ela subir rapidamente as escadas em direção as salas de aulas. Ainda com a imagem dos olhos azuis dela em sua mente ao receber sua resposta dura, Vegeta não conseguia prestar atenção no que sua namorada tagarelava com ele durante o caminho para sua sala de aula.


 


...


 


Assim que entrou na sala, Bulma sentou se na cadeira e cruzou os braços sobre a carteira escondendo o rosto até sentir a mão de Yamcha repousar em seus ombros a fazendo erguer os olhos para ele.


 


ㅡ Está chorando? Porquê?


 


ㅡ Por nada...


 


ㅡ Como assim por nada? Está com os olhos inchados, alguém te fez alguma coisa?


 


ㅡ Não, deixa pra lá.


 


ㅡ Foi ele não foi? Eu vou falar com aquele infame agora mesmo. ㅡ disse Yamcha fazendo menção em sair da sala de aula.


 


ㅡ Yamcha por favor, eu não quero mais confusão, deixa ele, eu fui pedir desculpas mas ele não aceitou.


 


ㅡ Eu imagino que esteja com raiva, mas não chore por isso...eu estou aqui com você, vou ajudá-la.


 


Em meio a conversa deles, o professor Bills adentrava na sala acompanhado por dois rapazes muito bem vestidos. Eles conversam entre eles antes do professor chamar a atenção da sala para anunciar um comunicado.


 


ㅡ Pessoal um minuto de atenção aqui! Esses dois rapazes querem conversar um minuto com vocês...


 


O rapaz alto e forte de cabelo comprido apresentou se rapidamente para a turma. Seu nome era Brolly. Enquanto falava também apresentou o amigo verde de nome Piccolo que o acompanhava segurando uma pasta grande nas mãos. Eles diziam trabalhar com turismo e com parceria com algumas companhias, estavam promovendo viagens entre alunos da faculdade. A turma da sala de Bulma fazia um completo silêncio no momento em que o ouvia explicar como tudo iria funcionar. Ou seja, a instituição havia sido selecionada para oferecer aos alunos pacotes de viagens com desconto para Austrália conhecer a floresta mais antiga do mundo “A floresta tropical de Daintree”. A viagem também ia fazer parte de algumas disciplinas e os alunos participantes fariam um trabalho valendo nota.


 


Uma voz feminina entusiasmada se fez ouvir no meio da sala. ㅡ Eu já tô dentro com um gato desses me convidando vou até o fim do mundo... ㅡ disse Caulifla lançando uma piscada breve para Brolly provocando uma série de risos dentro da sala.


 


Bulma voltou a deitar a cabeça sobre os braços cruzados não dando a mínima para aquela notícia.


 


ㅡ Vamos Bulma! Acho que vai ser legal essa viagem... ㅡ convidou Yamcha.


 


ㅡ Não tô afim e também não tenho grana pra isso ...


 


ㅡ Eu pago pra você, vamos? Assim você sai um pouco daqui, viagem é sempre bom pra espairecer... talvez suas amigas vão...


 


ㅡ Será? ㅡ perguntou ela erguendo a cabeça.


 


ㅡ Vai ser legal, porque não fala com elas...


 


Bulma esboçou um pequeno sorriso para o namorado, talvez uma viagem como aquela faria bem para acalmar os ânimos. Os dois rapazes se despediam da turma e saíram da sala dizendo para os alunos procurarem a secretária. O professor começou a pedir silêncio ao ouvir os alunos levantarem as vozes comentando sobre a viagem, Bulma sentiu o celular vibrar no bolso da calça e o retirou dele visualizando inúmeras mensagem de Chichi e Lunch perguntando se ela iria participar.


 


ㅡ É acho que será legal fazer algo diferente... ㅡ disse Bulma deixando transparecer um sorriso tímido.


 


ㅡ Não se preocupe com dinheiro, eu te levo pra qualquer lugar do mundo que queira conhecer... ㅡ insinuou Yamcha já pensando em suas segundas intenções.


 


“Bulma, Bulma...quero ver você querer escapar de mim nessa viagem...” ㅡ pensou Yamcha mordendo parte do lábio inferior.


 


...


 


O horário de intervalo das aulas reuniram muitos alunos na secretaria em buscas de informações sobre a viagem, entre troca de documentos e formulários, Bulma e Yamcha se viam perdidos no meios de outros estudantes. Após conseguirem pegar os papéis, os dois seguiram juntos para o pátio onde podiam ver parte da turma conhecida juntos em frente ao painel de avisos.


 


ㅡ Olha lá a Bulma e o Yamcha estão vindo!


 


Bulma pôde ouvir claramente a voz de Lunch dizendo que ela estava se aproximando. Todos estavam eufóricos tentando descobrir quem iria ou não participar da viagem.


 


ㅡ Deve ser o máximo gente!! Olha agora é oficial meus amigos, irei me casar com aquele carinha chamado Brolly! ㅡgritava Caulifla aos quatros cantos.


 


Chichi encolheu os ombros ao ver Goku aproximando se da turma sustentando um sorriso no canto dos lábios.


 


ㅡ Oi...e aí? Vai participar? ㅡ perguntou Goku para Chichi que começou a se enrolar com as palavras.


 


ㅡ Bem é...eu acho que vou sim e você?


 


ㅡ Com certeza eu vou...


 


ㅡ Aí porque vocês dois não se agarram logo? Da pra sentir daqui o tesão que sentem um pelo outro...ㅡ disse Caulifla sem cerimônia para os dois que estavam em sua frente.


 


ㅡ As coisas devem caminhar em um certo ritmo pra ficar emocionante Caulifla. ㅡ respondeu Goku sem tirar os olhos de Chichi.


 


ㅡ Vai entender os românticos... ㅡ reclamou Caulifla abrindo um embalagem de chicletes.


 


ㅡ Vai ser demais essa viagem... ㅡ dizia Lunch em voz alta.


 


ㅡ É mas não será apenas pra diversão, a gente vai ter que fazer um bom trabalho valendo nota. ㅡ disse Bulma esboçando um sorriso para provocar a turma.


 


ㅡ Aí amiga só você pra ficar pensando em trabalho de faculdade... ㅡ reclamou Chichi.


 


ㅡ Olha lá vejam só quem está vindo aí... ㅡ Caulifla disse torcendo os lábios para o lado.


 


Todos olharam para trás rastreando o som dos saltos da Lazúli ecoando pelo corredor de mãos dadas com Vegeta. Nesse momento Bulma sentiu um frio lhe percorrer a barriga, seus olhos começaram a piscar por repetidas vezes ao focar a mão dele entrelaçada com a da namorada, ela não entendia o porquê estava tão incomodada com aquilo, quando devia estar assim pela maneira em que foi tratada por ele na lanchonete horas atrás.


 


ㅡ Fala Vegeta! E aí você vai participar da viagem? ㅡ perguntou Goku em voz alta no meio da turma.


 


ㅡ É lógico. Eu e minha namorada vamos e você?


 


ㅡ Eu e a turma toda aqui também vai hehehe! ㅡ respondeu Goku erguendo a mão para coçar a cabeça.


 


Vegeta desviou os olhos para Bulma que já o olhava com feição de raiva.


 


ㅡ Mas que maravilha...


 


Havia um tom de sacarmos na resposta de Vegeta, aquilo fez com que Bulma sentisse ainda mais raiva dele, então de forma súbita, ela puxou Yamcha pelos braços do meio da turma e andou com ele em passos rápidos para longe dali. Essa atitude não passou despercebido por Vegeta que conversava com Goku sem desviar totalmente sua atenção dela.


 


ㅡ E aí cara, vai rolar uma festa no clube sábado, vai colar lá? ㅡ perguntou Goku para Vegeta.


 


ㅡ Vou sim...


 


ㅡ Como a festa acaba cedo, vamos sair do clube e ir pra outro lugar...o que acha?


 


ㅡ Acho bom... ㅡ respondeu Vegeta olhando de relance para Bulma de longe tentando entender o que ela dizia para o namorado.


 


Goku seguiu o olhar do amigo discretamente e percebeu que ele olhava insistentemente para Bulma sem que Lazúli percebesse. Ele não ficou sabendo o que de fato aconteceu na lanchonete depois que havia saído de lá deixando os dois a sós, desconfiado com os olhares de Vegeta para sua amiga Bulma, Goku convidou o amigo para mais perto da turma onde Chichi parecia esperar por ele.


 


ㅡ E aí galera? Vocês vão a festa do clube no sábado? ㅡ perguntou Goku em voz alta para todos.


 


ㅡ Mas é claro que vou! ㅡ respondeu Kurilin agarrando o pescoço de Yajirobe com intenção de enforca-lo de brincadeira.


 


Chichi lançava alguns olhares tímidos para Goku que resolveu se aproximar dela novamente.


 


ㅡ Você vai mesmo não é? Quer que eu vá te buscar em sua casa?


 


ㅡ Bem é que... é...sim...claro se não for incomodo...ㅡ disse Chichi com o rosto enrubescido.


 


ㅡ As dezoito horas eu passo lá...pode ser?


 


ㅡ Claro tá perfeito!


 


ㅡ Estou vendo que vou ficar de vela nesta festa. ㅡ reclamou Lunch cruzando os braços ao ouvir a conversa de Chichi e Goku.


 


Bulma conversava com Yamcha perto da entrada da lanchonete, ela parecia não conseguir controlar o nervoso que estava sentindo ao saber que Vegeta também iria participar da viagem.


 


ㅡ Olha Yamcha eu já mudei de idéia sobre a viagem...eu não vou mais tá me ouvindo?


 


ㅡ Você não vai mais seguir sua vida por causa desse cara? Eu já disse que estou aqui, e ele não é louco de fazer nada com você.


 


ㅡ Já não tenho clima, eu prefiro ficar.


 


ㅡ Bulma, você não ouviu o que aqueles rapazes disseram? Vai haver muitas turmas, com certeza não será a mesma que a dele, vamos curtir essa viagem, só eu e você...esquece que esse cara existe.


 


ㅡ Eu estava muito bem até ele aparecer...eu o odeio! Só de olhar pra ele eu lembro de tudo que a família dele causou...


 


ㅡ Fica calma, eu vou estar sempre ao seu lado meu amor... ㅡ Yamcha abraçou Bulma, e os dois seguiram para fora da faculdade.


 


...


 


Uma semana depois...


 


A manhã de sábado amanheceu tranquila e ensolarada, Sr.ª Briefs sorria para Bulma que terminava de ajudá-la a estender as roupas no varal do quintal dos fundos. A garota de olhos azuis espremia muito bem as peças nas mãos e as sacudia antes de prendê-las no varal. ㅡ Obrigada querida, você já me ajudou bastante...ㅡ disse Sr.ª Briefs percebendo algo no olhar da filha. ㅡ ...o que você tem querida?


 


ㅡ Não tenho nada, porque?


 


ㅡ Precisa se animar um pouco, porque não vai passear com suas amigas? Olha temos pouco dinheiro, mas o que temos dá pra você sair por aí de vez em quando...


 


ㅡ Aí mamãe, não tenho cabeça pra isso...preciso terminar um trabalho da faculdade.


 


Os olhos de Bulma desviou para dentro da cozinha onde pôde ver o celular vibrando em cima da mesa. Enxugando as mãos na roupa, ela correu e atendeu rapidamente a ligação.


 


ㅡ Alô? Bulma?


 


ㅡ Oi Lunch, tudo bem?


 


ㅡ Está sim, está ocupada?


 


ㅡ Estou ajudando minha mãe...


 


ㅡ Amiga estou ligando pra te convidar pra ir comigo a festa do clube hoje, eu quero tanto ir, mas não quero estar lá sozinha...a Chichi já tem companhia, e como você disse que o Yamcha precisou ver a mãe este final de semana, vamos comigo?


 


ㅡ Aí amiga eu não tô a fim de sair pra lugar nenhum...


 


Sr.ª Briefs entrou na cozinha e ouviu a resposta da filha ao telefone.


 


ㅡ Ahh você vai sim Bulminha! Vai se distrair um pouco, não adianta ficar aí jururu com problemas, a empresa não está indo tão mal assim, oras vamos lá precisa se animar!


 


Bulma aspirou profundamente olhando para a mãe cruzando os braços em sua frente esperando uma atitude da parte dela. ㅡEstá bem Lunch... eu vou com você, mas já vou avisando que não pretendo voltar tão tarde ouviu? Preciso terminar o trabalho.


 


ㅡ Aí amiga, não se preocupe, eu vou passar aí pra te buscar as seis certo?


 


ㅡ Está bem.


 


ㅡ Beijinhos.


 


Bulma desligou o celular após se despedir brevemente de Lunch e ser agarrada pelo braço da mãe, que a levou até o quarto para escolher uma roupa para ela. Sr.ª Briefs sempre incentivava a filha, ela não gostava de ver Bulma pelos cantos triste. Depois que perderam praticamente tudo que tinham, ela não deixava ninguém ali dentro de casa perder também a alegria de continuar lutando.


 


ㅡ Que tal esse aqui? ㅡ perguntava ela segurando um vestido meio curto de Bulma nas mãos.


 


ㅡ Aí mamãe só a senhora mesmo... ㅡ dizia Bulma quase esboçando um sorriso.


 


...


 


Horas mais tarde, Bulma olhava se em frente o espelho do guarda roupas provando um vestido que há um tempo não vestia, ele havia lhe caído bem, acentuando ainda mais as curvas do seu corpo.


 


“ Não sei porque aceitei ir a essa festa com a Lunch, estou com um mal pressentimento... ”


 


Bulma pensava enquanto puxava inutilmente parte do vestido para baixo, ele havia ficado um pouco curto revelando boa parte de suas belas pernas. Mais uma volta em frente ao seu reflexo no espelho e ela começou a ouvir algumas buzinas em frente a sua casa.


 


ㅡ A Lunch já chegou! ㅡ gritou Sr.ª Briefs da cozinha.


 


ㅡ Já estou indo!


 


Os cabelos soltos e ondulados de Bulma balançavam durante os passos que ela dava até a cozinha.


 


ㅡ E aí mamãe como estou?


 


ㅡ Uau Bulminha você está linda! Que o Yamcha não te veja assim hahaha! ㅡ gargalhou Sr.ª Briefs achando graça com o que havia acabado de dizer.


 


ㅡ Oras mamãe, eu visto a roupa que quiser, além do mais já deixei uma mensagem avisando pra ele que iria sair com a Lunch.


 


ㅡO Yamcha parece ser um rapaz tranquilo, eu gosto dele, claro que ele não vai achar ruim de você sair um pouco com sua amiga.


 


ㅡ Eu não estou fazendo nada de errado pra não deixar de avisá-lo...


 


ㅡ Muito bem, vai lá querida sua amiga está esperando por você...


 


Bulma recebeu um beijo da mãe no rosto e seguiu caminhando em cima dos saltos que usava até o portão de casa. Um assovio indiscreto de Lunch a fez sorrir no momento em que fechava o portão e dava a volta no carro para entrar nele.


 


ㅡ Uau Bulma, você está linda!


 


ㅡ Obrigada. Só você e minha mãe pra fazer eu sair de casa hoje...


 


ㅡ Amiga eu sei que as coisas não parecem ir tão bem como devia, mas ficar triste pelos cantos não vai te fazer nada bem, você precisa sair já que não quis acompanhar o seu namorado.


 


ㅡ Eu seria só mais um peso para o Yamcha se fosse com ele. É um assunto particular sobre a herança que o padrasto dele deixou.


 


ㅡ Entendi, agora chega de papo e vamos logo pra essa festa... ㅡ disse Lunch colocando a primeira marcha do carro.


 


...


 


Bulma avistou de longe os jogos de luzes brincando atrás do muro do clube assim que Lunch parou o carro no estacionamento. As duas desceram dele juntas e seguiram tranquilamente de mãos dadas direto para o salão de festas. A ideia de que Vegeta poderia aparecer por ali começou a assombrar os pensamentos de Bulma que adentrou no salão desconfiada olhando para todos os lados encontrando a turma da faculdade logo adiante. Caulifla desviou os olhos dos amigos para as duas que foram direto para o balcão do bar pedir uma bebida.


 


ㅡ Bulma e Lunch, vocês duas estão lindas! ㅡ disse Caulifla enquanto aproximava se delas olhando para os lados parecendo procurar alguém.ㅡ ... cadê o Yamcha?


 


ㅡ Ele foi resolver um problema da mãe dele... ㅡ respondeu Bulma pegando nas mãos uma garrafinha de Smirnoff.


 


ㅡ Ele não vai achar ruim você estar aqui sem ele?


 


ㅡ O Yamcha não me proíbe de sair sem ele, se não fosse assim eu não teria aceitado namoro. ㅡ respondeu Bulma ao dar o primeiro gole direto na boca da garrafinha.


 


ㅡ Bem, não é o que dizem por aí... ㅡ Caulifla disse arqueando as sobrancelhas.


 


Bulma franziu o cenho.


 


ㅡ Como assim? O que sabe sobre o Yamcha?


 


ㅡ Aí Bulma, eu não quero ficar me metendo no relacionamento dos outros, deixa pra lá e me desculpa pela sinceridade, pra mim seu namorado é bastante ciumento, acho que ainda não percebeu por estar no início de namoro...


 


ㅡ Quero que o Yamcha confie em mim porque não há motivos pra ele ter ciúmes... ㅡ disse Bulma seriamente desviando os olhos de Caulifla ao ver Vegeta entrar sozinho no salão atendendo o celular encontrando o olhar dela.


 


“Droga” ㅡ pensou Bulma sentindo o coração acelerado lhe trair novamente.



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): vanessabella

Este autor(a) escreve mais 3 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)



Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais