Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro

Fanfic: Um Paladino Gamer em RWBY | Tema: RWBY


Capítulo: Capítulo 2: Tutorial e Família

725 visualizações Denunciar


 Encarando a janela sem acreditar e sem ter forças para processar o que estava acontecendo, eu estou tão cansado e com o corpo dolorido. Quer saber, eu vou ignorar tudo e me focar apenas em dormir, afinal o que é mais provável? Que isso tudo não passa de um sonho ou que eu fui reencarnado no corpo de uma criança branca em um mundo com a lua quebrada que nem na série RWBY?... Eu não lembro do meu nome ou do rosto dos meus pais, mas eu me lembro da PORRA DE UMA WEBSERIE? Eu fecho meus olhos, tento relaxar meu corpo e em poucos segundos começo a dormir.


  - CA-RA-LHO! O QUE TA ACONTECENDO COM A MINHA VIDA!? - Eu gritei mais para expressar a minha frustração do que para obter uma resposta , afinal eu me encontrava em um grande vazio branco e minha aparência era de um típico Brasileiro adulto de 37 anos de pele morena, cabelo castanho escuro, olhos também castanhos e com uma boa e velha barriga de cerveja.


  - Bom, pelo menos não to mais parecendo o Macaulay Culkin e eu me sinto mais "em casa" nesse corpo.


  Após me acalmar um pouco eu olho em volta mais uma vez, porém eu ainda me encontro no meio do nada. E o que aconteceu com aquele retângulo? Aquele que falava de tutorial, parecia até uma quest...


 


!!WELCOME GAMER!!


Sua alma foi reencarnada , deseja começar o tutorial?


Accept / Decline


 


Assim que pensei na palavra quest o retângulo apareceu na minha frente, com um pouco de receio estendi o meu dedo e encostei em "Accept".


!!TUTORIAL!!


Você não se encontra em seu mundo, mas não se preocupe, você foi abençoado pelo ARQUITETO com um poder que você está familiarizado, GAMER SOUL. Porém avisamos que seu poder não é 100% igual ao da obra do Autor Sung Sang-Young e Desenhista Sang-Ah. Para mais detalhes pressione "NEXT".


NEXT


 


ARQUITETO? GAMER SOUL? Sung Sang-Yang? Esse era o nome do autor do Manhwa " The Gamer"? Eu estou com um mal pressentimento... ainda assim resolvi pressionar NEXT.


 


!!TUTORIAL!!


GAMER SOUL: Permite que o corpo e a mente do usuário interajam com o mundo real como um jogo. Diferente do poder original, o protagonista não ignora ferimentos ou recupera de forma instantânea se for dormir.


PREVIOUS/ NEXT


 


Não está bem explicado, mas deixa claro que não é tão overpower como a habilidade do Han Jihan, vou ter que fazer muitas experimentações para saber o potencial e limites do GAMER SOUL, mais uma vez eu pressionei NEXT.


 


!!TUTORIAL!!


Para finalizar o TUTORIAL pense ou fale CHARACTER SHEET.


PREVIOUS


 


- Huuuum... CHARACTER SHEET.


 


Assim que terminei de falar um uma janela nova apareceu com informações.


!!CHARACTER SHEET!!


 


STATUS:


XXBLOCKEDXX
PERKS:
SKILLS: 
XXBLOCKEDXX
XXBLOCKEDXX
XXBLOCKEDXX
QUEST LOG


!!CHARACTER SHEET!!


 


Então eu tenho STATUS, PERKS, SKILLS e QUEST LOG para verificar e as 4 bloqueadas me deixam intrigado... vamos ver se todos esses anos jogando e mestrando RPG vão ser úteis agora, sem mais delongas eu encosto em STATUS.


!!STATUS!!


Name: ???
Title: "Dream Wanderer"
XXBLOCKEDXX
XXBLOCKEDXX
PDR: 0,1% / XXBLOCKEDXX
MIGHT: 1
AGILITY: 1
MENTAL: 7
XXBLOCKEDXX


EP: 0
XP: 0


!!STATUS!!


Caramba, isso realmente parece informações de um personagem de RPG, meu nome está oculto e tem muitas coisas bloqueadas, o que mais me chama atenção é o título "Dream Wanderer", assim que eu encosto nele uma pequena janela aparece como um se fosse um popup explicando o que o título fazia.


Dream Wanderer: Esse título fornece ao GAMER a habilidade de ter sonhos lúcidos, quase todas as experiências obtidas nos sonhos são aplicáveis para vida real e vice-versa. A limitação dessa habilidade é que experiências físicas não são aplicáveis na vida real.


Deixando de tocar no título o popup fechou, pensando mais sobre a explicação e eu cheguei a conclusão que eu poderia aprender a falar outro idioma aqui dentro, mas não adiantaria de nada eu fazer flexões ou correr porque a "experiência física não é aplicável na vida real?"


+1 MENTAL


- FILHODAPUTA!


Eu quase cai no chão quando a janela com "+1 MENTAL" apareceu, é impressão minha ou eu ganhei esse ponto por ter raciocinado mais sobre a minha habilidade?


Agora eu tenho certeza.


- EU VIREI UM PROTAGONISTA DE UMA FANFIC-GAMER-ISEKAI? - Mais uma vez eu gritei mais para expressar a minha frustração do que para obter respostas.


É muita informação de uma vez só, eu preciso ir por partes vou terminar de me familiarizar com meus STATUS depois eu penso mais sobre isso.


Depois do que eu suspeito ter sido mais de 1 hora lendo janelas explicando cada um dos meus STATUS eu chego algumas conclusões, melhor ordenar elas de forma coesa usando lógica de RPG :


MIGHT, AGILITY e MENTAL são atributos que representam meu potencial bruto, os valores definem o quão "bom" eu sou em cada atributo.


MIGHT: Define o quão forte e durável eu sou. Minha força, resiliência, performance física, constituição e resistência estão ligadas a esse atributo.


AGILITY: Define o quão rápido e fisicamente coordenado eu sou. Minha velocidade, reação, movimento, destreza e reflexos estão ligados a esse atributo.


MENTAL: Define o quão inteligente e sagaz eu sou. Meu intelecto, força de vontade, memória, sabedoria e capacidade cognitiva estão ligadas a esse atributo.


PDR: PHYSICAL DAMAGE REDUCTION é o quão eu sou resistente a dano físico, o quão "casca grossa" eu sou.


EP: EXTRA POINT são os pontos extras que eu posso alocar em qualquer outro atributo.


XP: EXPERIENCE POINTS, são os pontos de experiência, então eu devo ter níveis?


 


O que está bloqueado vai ser desbloqueado com o tempo... eu acho. Será que eu consigo abrir as outras janelas só falando os nomes delas?


- PERKS!


 


!!PERKS!!


GAMER'S SOUL
HERITAGE AND ANCESTRY
SPECIAL TALENTS
XXBLOCKEDXX
XXBLOCKEDXX


!!PERKS!!


 


GAMER'S SOUL tem as mesmas informações que me foram apresentadas no tutorial, vamos de HERITAGE AND ANCESTRY.


!!HERITAGE AND ANCESTRY!!


Trait's:


- XXBLOCKEDXX
- XXBLOCKEDXX
- XXBLOCKEDXX:
- Patch UpSua XXBLOCKEDXX, ferimentos e fôlego se recuperam 5 vezes mais rápido. Porém a fadiga mental se acumula mais rápido. [Está é uma habilidade ativa]


Draw Back:


- Oblivious to Love: Não percebe que outras pessoas possam ter interesse em você. [Está é uma habilidade passiva]
- Social Awkwardness: Em eventos sociais você pode ter ataques de ansiedade.[Está é uma habilidade passiva]


!!HERITAGE AND ANCESTRY!!


Algumas estão bloqueadas? E eu não sei que benefício isso me traz, tenho outra habilidade para me recuperar de ferimentos, o fôlego e algo extra que eu também não sei... e parece que eu tenho problema de ansiedade em eventos sociais? QUE MA-RA-VI-LHA ey também tenho o poder de um protagonista de Mangá Shonen de não entender mulheres.-CA-RA-LHO! O QUE TA ACONTECENDO COM A MINHA VIDA!?


Isso é sério? Eu posso não ter minha memoria, mas eu acho que nunca fui um grande sucesso com as mulheres, mas pelo menos eu não era no nível retardado de herói de anime harem? Ou será que eu era? Tomara que eu não tenha morrido solteiro, ou pelo menos que eu não tenha morrido um virgem de trinta e poucos anos, essa situação só piorando e tá começando a parecer que eu estou sendo castigado ou sendo uma vítima de uma piada de mal gosto.


- SPECIAL TALENTS.


 


!!SPECIAL TALENTS!!


Eidetic Memory: Você tem a habilidade de guardar lembranças de forma quase perfeita e instantânea, não apenas a imagem em si, e sim uma combinação de fatores, sendo o visual, o som, o espaço e as falas.


Perfect Ambidexterity: Você é ambidestro, sua destreza com ambas as mãos é perfeita.


!!SPECIAL TALENTS!!


 


Legal eu sou ambidestro vou poder escrever com as duas mãos? Não que ambidestria seja uma habilidade ruim, mas memória eidética, também conhecida como memória fotográfica, essa é a habilidade mais incrível que eu recebi até agora, na minha vida anterior eu vivia esquecendo senhas importantes e usar o mesma sequência de letras e números em todas as suas senhas não é a coisa mais segura do mundo e estudar agora também deve ser bem mais fácil, voltei para a janela inicial de CHARACTER SHEET e encostei em SKILLS.


!!SKILLS!!


Combat:
XXBLOCKEDXX


Physical:
XXBLOCKEDXX


Technical:
XXBLOCKEDXX


Social:
XXBLOCKEDXX


Knowledge:
XXBLOCKEDXX


!!SKILLS!!


Eu descobri que as perícias são divididas em 5 categorias e mais nada de relevante. Porque tem tanta coisa bloqueada? Se não faltasse apenas 1 item da CHARACTER SHEET eu iria desistir disso.


- QUEST LOG.


 


!!QUEST LOG!!


ACTIVE QUESTS:


COMPLETED QUESTS: 


-TUTORIAL.


!!QUEST LOG!!


Segundo essa janela eu não estou fazendo ou sequer completei alguma quest, tutorial não conta, isso é muito frustrante, eu só queria acordar desse pesadelo.


Skip Dream: O usuário ativou sua habilidade para pular o sonho.


O usuário ativou o que? - Sem receber uma resposta a minha vista escurece e tudo começa a emudecer.


 


Mais uma vez senti o cheiro de éter ao acordar, mas estava menos intenso que ontem e o som de máquinas hospitalares não era mais presente. Ao abrir meus olhos reparo que o quarto é iluminado por um raio de sol que escapa pela fresta da cortina.


- Eu não estou no mesmo quarto de ontem? - Minha pergunta não foi respondida, afinal eu estava sozinho.


O quarto novo tinha janelas maiores com cortinas grossas, fazendo pouca força consigo me sentar na cama, as dores no meu corpo e cabeça ainda estavam presentes, só que menos intensas, o sofrimento físico e mental que passei na noite anterior parecia um passado distante. Será que eu consigo me levantar? Apesar de demorar um pouco eu consigo girar o meu corpo e me posicionar na beirada da cama, meus pés estavam balançando na lateral da cama e como meu corpo era de uma criança eu não alcançava o chão, eu paro por um segundo, respiro fundo e pulo da cama.


Em um baque seco eu caio no chão, mas eu não consigo nem ficar feliz por ter caído em pé, a única coisa que eu consigo é exclamar em um gemido baixo.


- Ai...


Dor surgiu nos meus calcanhares na mesma hora que eles encostaram no chão, a pontada de dor subiu pelas minhas pernas e se fez presente em minha coluna.


- Eu sou burro pra ca-ra-lho, eu podia ter ficado na cama em repouso era só esperar a enfermeira vir no quarto para abrir a janela, mas nããããããoo, eu sou apressado, eu tenho que pular da cama e quase quebra a porra das minhas pernas... e eu tenho que parar de falar sozinho. - Após xingar e reclamar baixo com medo de alguém de fora do quarto me ouvir , caminhei em direção a janela e abri a cortina.


Olhando pela janela eu vi vários prédios e até mesmo alguns arranha-céus, essa cidade era uma metrópole abarrotada de pessoas e todas elas com cabelos coloridos? As roupas delas eram bem coloridas e chamativas, mas o que me chamou mais a atenção foi o barulho da cidade, ou melhor a falta dele, os carros na rua ainda faziam barulho, mas era muito pouco comparado a qualquer outro veículo que eu já tenha visto pessoalmente. Será que todos os carros dessa cidade são elétricos? Ao longe vejo um avião branco fazendo uma decolagem na vertical de forma silenciosa, só quando ele passa por cima do hospital que eu consigo ouvir o barulho de suas turbinas. Que tipo de tecnologia é essa? Que mundo é esse? Quem sou eu? Por que mesmo tudo sendo tão diferente... eu ainda sinto como se algo fosse familiar?


!!WHERE AM I? WHO AM I?!!


Você é um estranho em uma terra desconhecida, informações sobre você e seu paradeiro são de vital importância.


Objective:
[ ] Descubra seu nome.
[ ] Descubra o nome do mundo onde você se encontra.


Bonus Objective:
[ ] Descubra as informações em menos de 24 horas.


Rewards:
Desbloqueio de SKILLS


+ 100 XP


Bonus Reward:
+1 EP


Failure:
Não sabe onde você está e quem é você.


Accept / Decline


!!WHERE AM I? WHO AM I?!!


Como diria meu sábio pai "O que é um peidinho pra quem já tá cagado"... eu não consigo me lembrar do rosto ou nome do meu pai mas eu consigo LEMBRAR DAS MERDAS QUE ELE FALAVA? Eu não estou frustrado, eu tô é puto pra caralho, com a cara fechada eu estico o braço e aceito a "missão", com minha mão esticado noto que estou sem as sondas e os outros aparelhos conectados e eu consegui analisar melhor o meu corpo. Corpo pequeno parecendo de uma criança de cinco ou seis anos de idade, pele branca, olhos azuis e cabelo loiro claro. Eu sou uma versão mirim do Steve Rogers antes de receber o soro do supersoldado e eu não tenho nenhum ferimento ou cicatriz?


 - Porque eu vim parar no hospital?


- Traumatismo cranioencefálico, o fato de você só ter ficado apenas duas semanas em coma pode ser considerado um pequeno milagre meu jovem e volta pra cama agora rapazinho.


Na porta do quarto estava uma senhora de pele negra e cabelo liso e branco como a neve, ela lembrava a Tempestade dos X-men mas com olheiras e uma expressão bem cansada.


- De acordo com seu prontuário você fez uma recuperação em tempo recorde ainda mais para alguém sem Aura, agora que você está acordado gostaria de fazer alguns exames. - Disse a médica olhando para a prancheta, ela pausa por um segundo, olha para mim e deixa a prancheta em um apoio na parede e em seguida me ajuda a voltar para cama.


Sem pedir permissão ela tirou uma pequena lanterna do bolso e colocou no meu olho, depois disso ela aferiu minha pressão e ouviu meus batimentos cardíacos, espera um segundo, ela disse Aura?


  -  Você parece estar bem, mas gostaria que ficasse mais alguns dias em observação e também vamos fazer mais algumas radiografias para ver se tem alguma sequela. - Continuou a médica sem me olhar nos olhos.


- Gaste o tempo que você quiser doutora e não se preocupe, dinheiro não é um problema para a família Arc. - Falou uma nova voz feminina que atraiu a minha atenção para a porta do quarto..


A frase foi dita por uma loira, ela falou em um tom sério e sem emoções, a mulher aparentava ter trinta e poucos anos de idade e está trajando um daqueles ternos femininos executivos, o cabelo loiro estava amarrado em um rabo de cavalo curto e os olhos dela eram dourados e não demonstraram qualquer emoção ela é bem alta quase dois metros de altura.


- Sim Lorde Conselheira. - Respondeu a médica se virando para ela.


"Lorde" achei que ela fosse uma secretária executiva por causa do terno, conceito de moda nesse mundo pode ser diferente.


- Me avise quando ele estiver pronto para ser dispensado, irei providenciar alguém para buscar ele aqui no hospital.


Antes mesmo de terminar a frase a Lorde Conselheira já tinha se virado para ir embora, porque ela tinha vindo me visitar? Amiga da família? Pareceu mais que ela tinha vindo fazer uma visita obrigatória, minha curiosidade falou mais alto que minha cautela e acabei gritando.


- ESPERA! - Eu gritei de forma desesperada.


Ela se virou e olhou nos meu olhos, seu olhar era intenso, frio e sem emoções, ela era estoica e intimidadora ao mesmo tempo, ela tinha um ar nobre e muito intenso, eu estava sem palavras, a minha boca abriu e fechou mas nenhum som saiu dela, quem ou o que é essa mulher?


- Fale logo criança, estou muito ocupada hoje. - Bradou a Lorde franzindo o cenho.


Era evidente a frustração no olhar dela, porque ela estava tratando uma criança recém acordada de um coma de uma maneira tão ríspida? Ela me odiava? Eu preciso de mais informações, eu não aguento mais saber de nada.


- Quem é você? - Respondi a ela.


A doutora estava boquiaberta e a Lorde Conselheira esboçou a sua primeira emoção desde que tinha entrado em meu quarto, RAIVA, era tão clara a raiva e o desgosto em sua face que quando ela se virou para a médica a mesma deu um passo para trás.


- Isso é alguma piada? Você achou que seria engraçado não me avisar que ele está com problemas de memória? Na ligação você me disse que ele estava bem. - Apesar do seu tom de voz ser neutro era possível notar na fala dela uma fúria gélida direcionada a médica,


A médica começou a suar frio olhando para aquela mulher irritada com o fato de eu não ter reconhecido ela, a médica engoliu seco e tentou se explicar.


- M-me desculpe Lorde Conselheira, eu juro que não sabia, mas a senhora ,nã-não precisa se preocupar Lorde Conselheira isso vai passar, ele...


A Conselheira ergueu a sua mão para calar a médica que já estava começando a balbuciar...


- Tudo bem, peço desculpas pela minha postura agressiva, eu só fui... pega de surpresa pela situação. - Respirando fundo toda a fúria e ódio foi lavado do semblante da Lorde Conselheira, foi como se ela tivesse apertado um botão para deixar de estar com raiva...


A alta e bela mulher loira se aproximou do pé da minha cama sem se dobrar ou fazer qualquer tipo de gesto carinhoso, ela colocou uma mão sobre o seu peito onde fica o coração e começou a se apresentar de um jeito formal, como se falasse em uma reunião de negócios.


- Eu sou Eleanor Arc um dos 6 Lordes Conselheiros que governam o Reino de Vale, Matriarca da família Arc e também sou sua mãe.


Eu ouvi um estranho barulho de ping, mas ignorei porque na minha frente estava a prova de que eu estava no mundo de RWBY, não conseguindo me conter eu continuei a perguntar.


 -E quem sou eu?


Sem mudar a sua expressão, a mulher respondeu de forma rápida.


- Rouge Arc.


Mais uma vez eu ouvi o ping e mais uma vez eu o ignorei, abaixei minha cabeça e encarei meu cobertor.


- Agora que a suas perguntas foram respondidas eu vou me retirar. - Assim que a minha "nova mãe" terminou de falar, ela se virou e foi embora.


O que está acontecendo, eu reencarnei no mundo de RWBY e com os poderes do THE GAMER? Qual será o ano que eu estou? Quanto tempo até a queda de Beacon? Se eu sou um Arc onde está o resto da minha família? Onde está o Jaune? Será que eu devo falar com o Ozpin? Será que eles vão acreditar em mim? Será que eu devo interferir?


- Não fica assim Rouge. - Falou a médica.


O tempo que gastei refletindo de cabeça baixa foi o bastante para a médica se aproximar de mim e colocar a mão gentilmente no meu ombro.


- A sua mãe é uma pessoa muito ocupada e tem que cuidar de um Reino inteiro, ela com certeza te ama e quer o melhor para você.


- ...obrigado? - Porque ela estava com pena de mim?


- Tudo bem meu anjo. - Disse a médica fazendo um carinho na minha cabeça antes de me deixar sozinho no meu quarto.


Pelo jeito a médica interpretou meu tempo de reflexão como se eu tivesse ficado triste com a reação fria da minha mãe. Agora parando para pensar, ela realmente foi muito fria, tipo o seu filho acorda depois de duas semanas em coma e o máximo de reação que você esboça é irritação pela possível amnésia que ele esteja sofrendo? Qualquer pessoa normal iria chorar em um momento como esse.


- AI MEU DEUS ROUGE VOCÊ ESTÁ BEM!


Isso gritos de alívio também... mas hem?


Antes que eu conseguisse pensar em outra coisa eu fui engolfado em um dos abraços mais apertados de toda minha vida, desta e talvez da outra também.


- EU... ESTAVA... TÃO PREOCUPADA... VOCÊ INCONSCIENTE ... E O JAUNE... EU TO TÃO FELIZ QUE VOCÊ ACORDOOOOOOOU!


 - O Jaune o que?


Em um som de um baque seco a minha "agressora" me largou e eu contemplei a imagem de duas loiras me encarando.


A que tinha me abraçado estava usando roupas parecidas com a da enfermeira, mas era azul, ela é quase tão alta quanto Eleanor, seu cabelo é longo chegando até a cintura dela e de cor loiro claro similar ao meu e o da minha mãe, e na mesma hora eu reconheci ela, essa era Saphron Arc igual a sua versão da série, exceto que seus olhos eram de cor laranja ao lado dela mais uma loira, seriam elas minhas Irmãs?


- A minha cabeça Verte, porque você fez isso. - Reclamou Saphron enquanto acariciava a própria cabeça.


- O nosso irmãozinho está se recuperando em uma cama de hospital, Saphron você é médica deveria saber dessas coisas. - Respondeu a loira de cabelo curto agora identificada como Verte.


- Você está bem vermelhinho? - Perguntou Saphron olhando para mim.


- Vermelhinho? - Respondi a ela.


- Qual o problema Rouge já tá velho demais para um apelido carinhoso? - Retrucou Saphron.


- NÃO! Ele vai ser sempre meu pequeno e lindo irmãozinho do coração que nunca vai se tornar um adolescente desalmado que brinca com o coração das mulheres. - Declarou Verte enquanto segurava ambas as minhas mãos.


Após o desabafo de Verte e um minuto de silêncio sepulcral, Saphron tossiu na própria mão e tentou mudar de assunto.


- Então... já sabe quando você vai poder voltar para casa? - Falou Saphron tentando mudar de assunto e acabar com o clima tenso no quarto.


- Eu não tenho certeza, existe uma complicação... - Falei baixo olhando para a o outro lado, tentando evitar o olhar das duas.


- Qual o problema? - Perguntou Verte enquanto ambas as irmãs se aproximaram de minha pessoa.


- Eu estou com amnésia e ...


Um nó se formou na minha garganta, mas eu precisava lidar agora, eu sei que quanto mais eu demorar pior vai ser para eu explicar.


- Eu...


Minha garganta secou, meu estômago começou a se revirar, mesmo que se eu estivesse de barriga vazia a ansiedade não se importasse, o mal estar se instaurou em mim, comecei a suar frio, minhas mãos tremiam enquanto eu apertava meus cobertores.


- Eu...


De repente eu senti uma estranha pontada no meu peito e minha respiração começou a ficar errática, e se elas me odiarem por eu ter esquecido elas? Pior ainda e se elas descobrissem que um estranho estava no corpo do irmão mais novo delas? Minha respiração começou a ficar mais intensa minha vista começou a embaçar, quando eu senti algo apertar a minha mão.


- Tá tudo bem vermelhinho, estamos aqui para te ajudar. - Saphron estava segurando minha mão direita e me olhando com ternura.


Eu senti como se um peso tivesse sido removido dos meus ombros, minha respiração se acalmou, eu olhei nos olhos delas e a única coisa que eu conseguia ver era o amor e afeto que ela tinha por mim, digo, por Rouge, meus olhos começaram a lacrimejar e eu finalmente consegui falar.


- Eu estou com amnésia e eu não reconheço nenhuma de vocês. - Assim que eu terminei a frase olhei para o chão, como eu iria encarar elas agora? Sabendo que seu irmão mais novo tinha esquecido quem elas eram, lágrimas escorriam pelo meu rosto.


Mais uma vez a ansiedade voltou, meu estômago estava se revirando, meu peito tinha começado a doer de novo e dessa vez até mesmo minhas mãos começaram a tremer.


- M-me desculpe, eu nã.. - Eu fui interrompido antes de terminar a frase.


Alguém tinha me puxado em um abraço, ele era tão apertado quanto o anterior, mas ele não era sufocante, ele era caloroso... cheio de amor, ternura, compreensão e compaixão.


- Calma, está tudo bem Rouge. - Era a voz da Saphron. - Eu sei que passou por algo muito traumático. - A mão esquerda dela começou a fazer círculos em minhas costas, a mão direita dela estava fazendo carinho na minha cabeça.


- Você pode ter certeza de que nós te amamos muito e eu prometo que vamos estar aqui para te ajudar, independente de você se lembrar da gente ou não. - Saphron colocou sua mão em meu ombro e me libertou de seu abraço olhando em meu olhos.


- E um Arc nunca volta atrás em sua palavra, essa é primeira coisa que você vai aprender sobre esta família irmãozinho. - Disse Verte Sorrindo para mim. 


Eu estava sem palavras, este corpo não é meu, esta vida não é minha, mas por algum motivo lágrimas começaram a escorrer pelos meus olhos, lágrimas de tristeza, lágrimas de alívio. Eu estava me passando por Rouge Arc, mentido para essas duas pessoas maravilhosas.


Eu não mereço o amor e carinho delas, e-eu tenho que compensar elas de algumas forma, mas como? 


Vocês duas não vão se arrepender de dar esse amparo, eu juro que vocês vão ter orgulho de mim.


!!GO BIG OR GO HOME!!


Em seu momento de solidão e desespero Saphron e Verte Arc prometeram ajudar nesse momento de dificuldade. Inspirado por elas, você jurou deixar elas orgulhosas.


Objective:
[ ] Escolha seu destino e caminhe em direção a glória.


Rewards:
Depende do destino escolhido.


Failure:
Saphron e Verte Arc ficarão decepcionadas com você.


Accept / Decline


!!GO BIG OR GO HOME!!


 



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): Arque-Paladino

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

- Links Patrocinados -



Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais