Fanfics Brasil - O INÍCIO DE KARINA NA FÓRMULA 1... Karina Andréia - Uma heroína das pistas

Fanfic: Karina Andréia - Uma heroína das pistas | Tema: Automobilismo; Mulheres nas pistas; Histórias


Capítulo: O INÍCIO DE KARINA NA FÓRMULA 1...

568 visualizações Denunciar


Primeira Corrida – Albert Park, Austrália. Março de 2024. O Circo da Fórmula 1 está na Austrália, onde inicia a temporada de Fórmula 1., que terá os seguintes pilotos e equipes. Apenas 16 carros inscritos para uma temporada que promete ser de transição.


[11] Eduardo Branquello (BRA) - Euro Team Fordes
[62] Christopher Fisichella (ALE) - Euro Team Fordes
[1] Mikhail Schumacher (ALE) - Ferrare
[26] Jean-Pierre Sarchéz (FRA) - Ferrare
[8] Hugo Hankkonen (FIN) - Marcedes Bemz
[12] Thomas Dixon (EUA) - Marcedes Bemz
[9] Freddy Eusébio Montoya (COL) - MacLarem Marcedes
[02] Brendan Kowalsky (CAN) - MacLarem Marcedes
[23] Carlo Chitti V (ITA) - Melanesian Alpha Romão
[58] Karina Andréia López (ESP) - Melanesian Alpha Romão
[16] Marco Pescarolo (FRA) - Alpina
[33] Alexandre Picos Jr (ALE) - Alpina
[6] Nicholas Rosberg (FIN) - Skoddan
[15] Ryan Morsa (AUS) - Skoddan
[21] Matthew Lawson (AUT) - Willdans Marcedes
[44] Lewis Herrington (ING) - Willdans Marcedes


Como sabem, Karina Andréia López é estreante e está ansiosa por entrar na pista. Mas antes, ela ajeita todos os detalhes nos boxes da Melanesian. Karina parece estar um pouco incomodada com isso e Vander tenta acalmá-la:

– Há algo errado, Andréia???

– É esse macacão novo, pai... ele é quase igual ao meu macacão anterior, mas estou estranhando ver o patrocinador nos quadris...

Vander apenas sorri e responde:

– Não se preocupe, filha. Isso é novidade para você, assim como estar no circo da Fórmula 1 também é novidade para mim. Quanto ao patrocinador, não se preocupe. É algo que bolei e muita gente vai reparar nisso também, mas procure agir naturalmente nos boxes, sem se importar com o que vão dizer...

Um repórter ficou curioso e quis entrevistar a espanhola:

– Olha, isso é novidade para nós, Karina. Eu gostaria que você desse uma meia volta para nós vermos. Depois, queremos entrevistá-la.

Karina olha para seu pai e manager acenando com a cabeça positivamente, ela se vira e as câmeras olham por alguns segundos para ela e detalham o patrocinador nos quadris. Depois, um tanto envergonhada, ela volta para a frente e concede a entrevista para a TV australiana.

– Bom... errrrr... aiaiai... bom... nós estamos começando e estou ansiosa pela primeira corrida. Vamos ver o que vai dar e espero fazer uma boa prova.

Ela, depois de falar com o repórter, deixa os boxes e anda um pouco pelo Paddock. Sua presença desperta atenções de quem passa. Alguns fãs a fotografam passando e distribuindo acenos para eles. Parece que essa tática está funcionando, pelo menos por enquanto. Depois de algum tempo, ela retorna, pronta para entrar no carro e cravar seu tempo.

Antes de entrar no carro, ela ouve as últimas orientações de seu manager:

– Bom, Andréia. Agora com muita calma, você já fez o teste antes, é só se preocupar em acelerar. O resto, a gente acompanha por aqui...

Karina coloca a balaclava e o capacete e se ajeita para entrar no carro de número 58. Tudo pronto, cinto preso no seu corpo, ela parte com sua Melanesian. É hora de cravar tempo para o grid e seu pai apenas observa a performance dela na pista.

Na qualificação, Andréia López não passou do último lugar entre os participantes. O carro não ajudou, saindo muito de traseira, e ela teve que se contentar em ficar com o fundo do grid. Mas isso parece não abalar os planos dos nossos heróis, que avaliam o que aconteceu nos treinos e para que possam tentar alguma melhora na corrida.

– Não foi tão mal assim nossa estreia. Mas na corrida esperamos andar melhor...

Um mecânico tenta tranquilizá-la e diz para ela:

– Nós vamos buscar ainda o acerto ideal para essa pista. Vamos dar o nosso melhor de si, Karina. Pode ficar tranquila.

Fim de treino, mas não de compromissos. Todos os pilotos foram convocados para tirar uma sessão de fotos para o anuário oficial da categoria. Os fotógrafos tiram primeiro fotos de todos os pilotos em fila, sentados e em pé. Depois, uma foto só com os estreantes da categoria e Karina está junto com mais quatro pilotos que também fazem sua primeira temporada na Fórmula 1: São eles: Jean-Pierre Sarchéz da Ferrare, Christopher Fisichella da Euro Team, Carlo Chitti V da Melanesian, Freddy Eusébio Montoya da MacLarem Marcedes e, claro, Karina Andréia López da Melanesian. E por fim, uma foto somente com ela sozinha, por se tratar de ser a única mulher no grid de largada. No final, apenas um dos pilotos vai conversar com ela:

– Oi, Karina. Você é nova aqui, mas eu também sou estreante. Boa sorte para você amanhã.

– Muito obrigada. Para você também, Christopher. Acho que estamos no mesmo barco.

– É... estrear numa equipe nova não é fácil, mas você também está numa equipe com um fornecedor de motor novo...

– É mesmo..., mas o que a gente puder fazer, a gente se ajuda. Agora tenho que ir. Depois a gente se fala mais... beijinhos...

– Outro para você. Tchau!!!!

Fim da tarde, ela volta para os boxes da Melanesian e avalia o circo:

– Nossa, pai... parece que tirei muitas fotos. É diferente do kart, que me parece muito tranquilo. Aqui é mais agitado...

– Mas isso é só o começo. Você vai aprender e muito na categoria até você amadurecer e conseguir os resultados. Agora vamos que amanhã tem uma boa corrida te esperando...

E o dia seguinte acontece. A corrida está pronta para começar. Os pilotos se preparam para entrar nos seus cockpits. Karina Andréia López ouve as últimas instruções antes de iniciar seu debut. Ela se prepara para entrar no carro:

– Bom, Andréia. Agora é com você. Faça o melhor de si e procure apenas terminar a prova.

– Pode deixar, pai. Eu tenho que ir agora. Depois da corrida a gente se fala...

Ela entra no cockpit de sua Melanesian de número 58. Os carros já estão prontos e a volta de apresentação é iniciada. Os carros fazem o balé antes de se alinharem no grid de largada. Carros alinhados, tudo pronto, as luzes se apagam, é dada a largada. Os carros se movimentam para buscarem um melhor posicionamento na pista.

Primeira curva contornada, um toque entre Marco Pescarolo da Alpina e Matthew Lawson da Willdans Marcedes elimina ambos os pilotos. Lá na frente, Freddy Montoya ultrapassou Mikhail Schumacher por fora e assumiu a ponta. A corrida segue prometendo emoções.

Três voltas depois, a Melanesian de Carlo Chitti V estoura o motor Alpha Romão na reta oposta e abandonou a corrida. Início duro da equipe nesta temporada. Enquanto isso, Karina Andréia López segue na corrida, em último lugar, ficando para trás do pelotão.

Nos boxes, Vander coça a cabeça e vê o desempenho pífio de sua filha. A Karina está tentando como pode se manter na pista, mas ela reclama da dirigibilidade do carro pelo rádio. Os engenheiros a orientam a como seguir na pista.

As voltas se sucedem e a piloto espanhola já tomou volta dos primeiros colocados. Chega então a hora de ir para os boxes. A equipe vai trocar os pneus para um composto mais macio e tentar tirar asa traseira para ver se melhora a performance. Karina chega e os mecânicos fazem os ajustes. Ela é devolvida para a pista e está bastante atrasada.

A situação não muda na corrida. Os problemas de dirigibilidade continuam e ela vai saindo muito de traseira nas curvas de alta. A piloto espanhola já está com duas voltas de atraso e tenta como pode se manter na pista. O objetivo é terminar a prova, de um jeito ou outro. Alguns outros abandonos acontecem como o Euro Team de Eduardo Branquello que ficou no caminho e lá na frente, Freddy Montoya e Mikhail Schumacher travam uma batalha feroz pela ponta da corrida.

Volta 35, o carro pede arrego. Com problemas elétricos, Karina Andréia López encosta sua Melanesian nos boxes e a equipe entende que é fim de prova para a espanhola. Ela desce do seu carro lentamente. Tira o capacete e balaclava e começa a conversar com os engenheiros que dão um tapinha nas costas dela. Um repórter chegou perto dela e a entrevistou. Vamos ouvi-la:

– Não fomos muito bem neste final de semana. Foi uma luta enorme entrar para classificar, o carro não respondia aos nossos comandos. Mas é apenas o início de temporada. Vamos melhorar nas próximas corridas...

Na verdade, essa performance era esperada por causa das circunstâncias que a Melanesian ofereceu nesta etapa. Entre todos, porém, uma certeza, de que as coisas melhorariam a partir da próxima etapa, em Auckland.

Em tempo, o final da etapa de Albert Park teve um final impressionante. Mikhail Schumacher venceu o duelo contra Freddy Montoya depois que a MacLarem Marcedes do colombiano começou a apresentar problemas no motor nas últimas três provas. O piloto colombiano cruzou a linha de chegada em segundo fumando muito o motor e o pódio foi completado com o francês Jean-Pierre Sarchéz com a outra Ferrare. Nossos heróis assistiram o final da disputa e depois foram imediatamente para Auckland, para a próxima etapa.


(...)



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): vanderson5808

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo

Uma semana depois, o circo da Fórmula 1 deixa a Austrália e atravessa o Oceano Pacífico. Albert Park é passado para nossos heróis e agora é pensar na sua segunda corrida, em Auckland, na Nova Zelândia. É um circuito parecido com o anterior, com algumas curvas travadas e os pilotos estão treinando bastante para a c ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais