Fanfics Brasil - Um cachorro que latia muito Can You Love Me?

Fanfic: Can You Love Me? | Tema: TomorrowxTogether


Capítulo: Um cachorro que latia muito

23 visualizações Denunciar


O dia estava radiante, lindo demais para ser verdade. Soobin estava na maior paz, havia acabado de acordar de um leve cochilo, enquanto seu irmão, Beomgyu, estava inquieto por estar de castigo. E o motivo é um pouco simples de entender até: adolescente emo rebelde que não estuda.


 


Soobin estava deitado na cama quando seu irmão entrou abrindo a porta sem bater.


 


— Qual parte de que é para bater na porta antes de entrar que você não entendeu?-Falou nervoso, sendo ignorado por Beomgyu.


 


— Soobin, meu irmão querido.


 


— O que você quer dessa vez Beomgyu?- Sabia que com certeza Beomgyu queria algo.


 


— Por que acha que eu quero alguma coisa?


 


— Porque eu conheço a cobra que eu crio.


 


— Quero sair com o Taehyun, mas preciso de uma desculpa para sair de casa.


 


— Sério? Vai sair com ele novamente? Você está mesmo levando ele a sério?


 


— Ué, qual o problema?


 


— E para onde ele vai te levar? Para a igreja?


 


— Não seja assim, vai me ajudar ou não?


 


— Vai voltar muito tarde?


 


— Não, nós vamos jantar.


 


— Jantar? E então o que, ele vai se ajoelhar e te pedir em namoro?- Falou debochado


 


— Você me chama de cobra, mas é pior que cascavel.


 


— Você pediu minha ajuda, não foi? Está reclamando do que?


 


— Tem mais uma coisa.


 


— E o que é?


 


— Você tem que ir junto. Eu estou de castigo e só posso sair com você.


 


— É sério? Está me pedindo para ficar de vela?


 


— Qual é, não custa nada. E você vai ganhar a comida que quiser de graça, o Tae vai pagar. Vamos por favor.- Falou fazendo carinha fofa.


 


— Está bem, mas para de fazer aegyo, é assustador.


 


      Um pouco mais tarde, eles se encontraram em um restaurante com Taehyun. Com a desculpa qualquer de que Soobin e Beomgyu iriam ajudar um lar de cachorrinhos. Sua mãe podia ser um pouco desligada às vezes, então qualquer desculpa, até de ensinar o gato a latir, daria certo.


 


— Oi, esperaram muito?


 


— Esperaram? Não é só o seu namoradinho?


 


— Ah, esqueci. Enquanto você se arrumava, Tae me avisou que Yeonjun também viria, pra você não ficar sozinho.


 


— Eu fico muito bem sozinho.- Falou cruzando os braços.


 


— Oi bebê. — Falou Yeonjun, mandando um beijo no ar para o garoto.


 


— Se ele me chamar assim de novo eu volto pra casa sem você. - Avisou Beomgyu.


 


— Por favor, não tente flertar com o Soobin pelo menos por hoje, okay?


 


— Vou tentar, mas não garanto nada. - Ele fala olhando para Soobin com um sorrisinho de lado.


 


— Pode tirar esse sorrisinho do rosto.


 


      Eles sentam em uma mesa para quatro pessoas. 


 


— Isso não parece um encontro de casais? Eu com meu doce Soobin, e o casal estranho.


 


— Doce é minha bunda, eles são o casal, nós temos uma parede bem no meio, então não ultrapasse.


 


— Vocês podem pedir o que quiserem, eu pagarei para vocês.


 


— Então se é assim, eu vou querer churrasco coreano, uma porção de arroz, Kimchi e Tteokbokki.


 


— Você não está exagerando?


 


— Você me chamou pra ficar de vela para vocês e ficar aguentando esse ser. Quer mais?


 


— Está tudo bem, Beom. E você, Yeonjun, o que vai querer?


 


— Divide com ele a carne Soobin.- Beomgyu não queria que o irmão criasse problemas para ele.


 


— Você continua me repreendendo?


 


— Não estraga minha noite.- Os dois se encaram por um momento, mas Soobin se deu por vencido.


 


— Okay, a carne eu divido com ele.


 


— Então vou querer uma porção de arroz e Kimchi.


 


          Enquanto Soobin fingia que a existência do Yeonjun não existia, Taehyun e Beomgyu estavam no próprio mundo, como se os dois não existissem alí. A janta havia chegado, e Yeonjun e Soobin brigavam pela carne a todo o momento.


 


— Você parece um coelho enquanto come. É fofo. - Soobin apenas revirava os olhos com os comentários do outro.


 


— Soobin, abre a boca. - Soobin viu o outro com um pedaço de carne perto de sua boca. Ele bateu os hashis sobre a mesa chamando a atenção de Beomgyu e Taehyun.


 


— Você não vai mesmo parar com as suas palhaçadas? Eu só estou te aturando por causa do meu irmão, e eu não quero estragar a noite dele, mas se você continuar com isso, eu infelizmente irei.


 


— Desculpa. - Foi a última coisa que Yeonjun falou durante aquele jantar. Depois ele ficou na dele, um pouco cabisbaixo, o que não passou despercebido por Taehyun e Beomgyu, mas totalmente batido por Soobin. Depois do jantar Taehyun os levou até em casa, Soobin deu um tempo para eles ficarem um pouco sozinhos.


 


          Ele se sentou na escada da frente de sua casa e ficou observando as estrelas. Percebeu Yeonjun sentando ao seu lado, já que ele teria que esperar Beomgyu.


 


— Me desculpe por hoje, eu não queria ter te deixado desconfortável.


 


— Eu desculpo, mas você tem que conhecer os seus limites Yeonjun. Se eu disser uma vez para não fazer, não faça.


 


— Está bem. Lá vem o Beomgyu. Boa noite, my baby. - Yeonjun saiu rindo da cara de reprovação de Soobin. Eles entraram em silêncio dentro de casa, a mãe provavelmente ainda estaria acordada, já que não era tarde.


 


— Oi, como foi lá com os cachorrinhos?


 


— Foi muito bom. Eles eram muito fofos.


 


— Tinha um que latia demais. - Beomgyu percebeu que Soobin falava de Yeonjun.


 


— Que bom que vocês gostaram, já comeram?


 


— Sim, passamos em um restaurante pra jantar.


 


— Sorte sua que seu irmão te convidou para ir justo quando seu castigo terminou. - Ela se referiu a Beomgyu, que estava de castigo por ter tirado notas realmente baixas em seus testes.


 


— Ah é mesmo né, eu tinha esquecido que tinha acabado hoje. - Soobin apenas olhava para Beomgyu como se fosse arrancar seus cabelos.


 


— Vou subir pra tomar banho. - Assim que Beomgyu passou pelo irmão ele correu escada acima sendo seguido por Soobin. Soobin segurou seu irmão pela nuca e o levou para seu quarto.


 


— Você fez de propósito, não é? Me levou apenas pra ver aquele idiota flertando comigo.


 


— Vai dizer que não gostou? Você está louco pra ficar com ele, mas fica de cu doce.


 


— Se eu quisesse mesmo  já teria ficado. Eu odeio quando ele fica flertando comigo daquele jeito e acho que você só me levou pra me provocar.


 


—Por que eu levaria só pra isso? Correndo o risco de você estragar meu jantar?


 


— Nada disso teria acontecido se ele ficasse na dele.


 


— Sei. E ainda bem que o Tae não se importou com a sua gula.


 


— Eu estava com fome, tá legal? Qual é, ele não tem o que reclamar, come meu irmão de graça.


 


— Eu nem vou te responder já que o que você disse é uma idiotice. Vou tomar banho, seu impuro.


 


— Falou o puro que toma banho de roupa. - Beomgyu saiu dando o dedo do meio para Soobin.


 


         Soobin aproveitou que Beomgyu tinha ido para o quarto e tomou um banho também. Sabia que o outro viria para seu quarto lhe incomodar novamente. Saiu do banheiro e se jogou na cama, pegando o celular para olhar as mensagens.


                 


 


                    TWIT 


 


Yeonjun: Ei Binnie, seu irmão tonto esqueceu o celular dentro do carro do Tae


 


Soobin: Tudo bem, eu aviso para ele.


 


Yeonjun: O que está fazendo agora?


 


Soobin: Estava no banho, estou esperando o Beom


 


Yeonjun: Como você está vestido?


Só de toalha? 


 


Soobin: Vai começar Yeonjun?


 


Yeonjun: Qual é, só por curiosidade docinho.


 


Soobin: Foto (Bin mostrando o dedo do meio para Yeonjun)


 


Yeonjun: Que mal criado, podia


estar usando esse dedo


em outro lugar


 


Soobin: Você é tão idiota, não me manda mais mensagem.





Soobin desligou a tela do celular não acreditando na audácia do outro, como ele podia ser desse jeito?


 


— Eu acho que eu perdi meu celular. - Beomgyu entra em seu quarto do nada sem bater.


 


— Yeonjun me avisou que você deixou no carro do Taehyun. Podia ter esquecido qualquer coisa, mais o celular, Beomgyu?


 


— Caiu e eu não vi, não fique me julgando.


 


— Não tem nada que seu namorado não possa ver?


 


— Nada. - Disse com convicção.


 


— Sério que até isso vocês compartilham um com o outro? Não é chato se amarrar a alguém não?


 


— Claro que não, você só diz isso porque ainda não conseguiu pegar o Yeonjun. - Soobin pega seu travesseiro e joga no irmão.


 


— Sei que estava conversando com ele antes de eu entrar.


 


— Ele me mandou mensagem para avisar que você esqueceu o celular.


 


— E então vocês ficaram de papinho, deixa eu ver. - Ele pega o celular do irmão, Soobin tentou impedir mas Beomgyu conseguiu segurar ele enquanto colocava a senha.


 


— Eu te odeio, seu emo fedido.- Falou fazendo birra enquanto o outro lia suas mensagens.


 


— Ele está mesmo investindo em você em. Me diz, ele já mandou fotos ousadas para você?


 


— Se ele me mandasse esse tipo de foto ele já estaria a sete palmos no solo.


 


— Acho que ele quer seus dedos nele.


 


— Você está falando bobagens desde que voltamos para casa. O que foi que rolou naquele carro?


 


— Nada do que sua mente está imaginando, apenas alguns amassos. Até porque o motorista estava no banco da frente.


 


— Você está no ensino médio e já até dorme com o seu namorado, e eu na faculdade não pego nem gripe.


 


— Não pega porque não quer, sei que tem vários veteranos tentando ficar com você.- Soobin revirou os olhos, todos os veteranos de sua faculdade queriam apenas uma noite. 


 


— Mudando de assunto, vamos assistir alguma coisa?- Soobin perguntou mandando de assunto.


 


— Eu vou poder escolher?


 


— Claro! Que não.


 


— Então não quero. - Beomgyu cruzou os braços fazendo bico.


 


— O que você quer assistir?


 


— Vamos assistir, My Oxygen.- Beomgyu se ajeitou nos travesseiros na cabeceira e deu play no drama. Eles passaram horas assistindo episódio atrás de episódio, mas acabaram por dormir sem nem mesmo perceber. Soobin acordou de madrugada com a tv ligada e com Beomgyu esparramado ao seu lado na cama. Ele desligou a tv e se ajeitou na cama para dormir.

















Compartilhe este capítulo:

Autor(a): hwang_yoona_

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).




Loading...

Autor(a) ainda não publicou o próximo capítulo



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.




Nossas redes sociais