Fanfics Brasil - 25 - Capítulo Por Trás das Câmeras

Fanfic: Por Trás das Câmeras | Tema: Boyerrulli


Capítulo: 25 - Capítulo

88 visualizações Denunciar


25 - Capítulo


Eu estou aqui porque não sou diferente de ninguém. Eu fiz escolhas erradas. Eu cometi um crime. E estar aqui não é culpa de ninguém a não ser minha. - Orange Is The New Black


E o tempo passa cada vez mais veloz! Temos que postar com frequência fotos nas redes sociais para divulgação da novela, vive postando selfies e fotos nos locais de gravação, Sebas e Eu continuamos se pagando nos ainda não sabemos o que somos, estamos nos curtindo e conhecendo procuramos evita circular juntos no shopping, restaurante, comprando coisas, e quando saimos procurarmo sempre muito rápido com medo de algum fã parar, ou de algum imprevisto. O que acaba sendo bom porque nesse momentos que saímos, sempre vão em locais onde paparazzis circulam e os flagram. Eu sempre que posto foto sao antigas minhas de corpo, ou de rosto, ou minhas apenas de rosto, editando e disfarçando ao máximo minha cara de inchada, mas geralmente posto fotos de uns meses atrás, agora nessa reta final tá muito evidente. Eu também não deixo de postar fotos dos bastidores por exemplo ontem mesmo postei do Luiz Roberto Guzmán (José Luis) e Oscar Daniel (Laurinho) Postamos tudo com frequência! Claro que eu arquiteto tudo, todas as fotos. Sebas Além de nos divertirmos muito, tudo tá dando certo!
Apesar de José Alberto te cumprindo sua ameaça ele postou nas redes sociais uma foto indicado chifres de traição, provavelmente querendo me queimar.



Não só a imagem mas a legenda também  "Se repite la misma história". Fica difícil saber se ele se refere ao fato da Montessart te traído o José Luiz ou ao fato desse amante de interpretado pelo Sebastián indicando que a vida imita a arte. 
Desde que terminei com José Alberto voltei a me aproximar dos meus pais, e eu tinha consciência que as coisas não seriam fáceis, mesmo com Sebastián fazendo tudo que ele podia para ser bom para mim, não era o bastante, eu reconheço tudo e a importância dele para mim, mas faltava algo e eu sei que era meus pais. Sempre dizem que pais é quem cria, quem dá conselhos, a figura que está ali sempre presente, te protegendo, impondo as regras e limites da casa, compartilhando bons e maus momentos do seu lado. Eu sempre me lembro de me sentir protegida, cuidada, amparada há tantos anos, é sempre os nos três  contra o mundo, eu apanhando, eu aprendendo a viver do modo mais difícil que a vida encontrou de me educar. Eu só procurava com todas as forças no meio disso tudo um porto seguro, um alguém que pudesse me abraçar mesmo que não ajudasse a consertar a minha vida, apenas estivesse lá e me desse toda sua força. Mas quando eu os desapontei e comecei a caminha sozinha, não sabia bem por que, não sabia bem onde eu ia chegar, nem se com José Alberto era de fato meu lugar. Tinha época em que pensava em fazer uma viagem, sumir do México e rodar o mundo, pensava em me dedicar a uma ONG e sair por países a fora ajudando pessoas, pensava até em uma carreira  nos EUA e para morar lá por um tempo que fosse.. Mas eu só lembrava de uma coisa, da minha mãe e do que ela sempre me falava: "Acredite sempre em você, na força que você tem, você é a única que pode fazer o seu próprio final feliz acontecer." Eu queria ter a sensibilidade e força que ela tinha, a forma como que enxergava a vida de forma leve, mesmo passando por tantas coisas. Mas eu não era a minha mãe, eu não tinha essa força, eu não sabia encarar a vida, estava cada vez mais perdida e desorientada, mas de uma coisa eu tinha certeza naquele momento: não adiantaria de nada fugir, os problemas me seguiriam por onde eu fosse. Eu teria que ficar e aprender a ser forte. E eu serei forte tomarei as rédeas da minha vida. Saio do banho bem melhor , finalmente eu estava certa das prioridades da minha vida, do meus sentimentos, das minhas obrigações e tudo o que me espera. Eu estou confiante que agora irei ajeita minha vida definitivamente e tenta aos poucos concerta meus erros e conquista a confiança deles novamente , em pequenos passos fazer grandes mudanças deixando meu passado pra trás. Eu amadureci , aprendi com meus erros e talvez ainda não entenda o porquê, de algumas coisas, mas isso não importa quando agora eu sei o que quero.



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): bixulinha

Este autor(a) escreve mais 4 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

26 Capítulo "Não é só a morte que traz o pesar, é a vida, a perda dela, as mudanças. E quando a gente pensa porque que tem que ser tudo tão sofrido, por que que machuca tanto o que a gente não pode esquecer, é que tudo vira de uma hora para outra. É assim que sobrevive quando machuca tanto a ponto de voc ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais