Fanfics Brasil - Clima de romance No Amor e na Guerra Vale Tudo

Fanfic: No Amor e na Guerra Vale Tudo | Tema: Rebelde Brasil


Capítulo: Clima de romance

181 visualizações Denunciar


Casa do Diego:


Leonardo- Já falei que não vocês são surdos?- fala irritado.


Giovanna – Pai por favor vamos assistir com a gente.


Bruno- O que custa?


Leonardo- A mim? Muito alto esse custo. Tenho muita coisa pra fazer e não tenho tempo a perder com bobagem!- diz seriamente.


Giovanna- Passar um tempo com nós é bobagem? Vamos Bruno- Fala chateada com lágrimas nos olhos.


Bruno- O senhor só pensa em trabalho pai só isso, a gente só queria o nosso pai uma vez do nosso lado.


Eles saem tristes, Leonardo finge não se importar. Mas ele fica mexido com as palavras deles.


Enquanto isso em BH...


Carla- O que foi amiga? Parece que tá na lua. Nem parece que acabamos de fazer um show- olha preocupada pra Alice.


Alice- Nada não Carla, só os problemas da vida mesmo- Fala chateada.


Roberta- O que houve cinderela?


– Houve que senti falta e vontade de beijar o Pedro no palco meninas eu estou farta disso não aguento mais esconder meu namoro com Pedro.


Roberta- Eu só não entendo uma coisa nessa história- Fala indignada.


-O que?- Carla fala curiosa.


Roberta- Como o Pedro um cara tão inteligente, sempre a favor da justiça e verdade tolera uma situação dessa? Alice vocês dois precisam tomar um posicionamento, enfrentar isso de frente! Desde o ano passado vocês namoram e aí vai esconder até quando? Fala logo pra todos.


Alice- Roberta o buraco é mais embaixo, se meus pais descobrem que nós namora eu vou morar na Suiça tá bom ou quer mais? E o pai do Pedro já deixou bem claro que não concorda com esse namoro, aliás a mãe dele também. O pai dele disse que se descobrir vai mandar ele pra um internato fora do país e nunca mais nos veremos, tô apavorada- Fala desesperada.


Carla- Voces deviam colocar os pais de vocês contra a parede.


Alice- Já tentamos várias vezes, e tudo que conseguimos foi um baita castigo.


Roberta- Esta na hora de agir fala com seus pais Alice e tenta descobrir, aconteça o que acontecer vocês são nossos amigos, a gente vai estar aqui pro que precisar. Eles amam vocês e tenho certeza que não dará uma punição severa sem falar a razão.  


Elas conversam.


Casa do Diego:


Giovanna – Ele é assim mesmo Bruno fica em paz.


Bruno- O que a mãe viu nele? Ele nem olha pra nossa cara.


Silvia- Oi meus lindos- sorri- o que aconteceu? Porque estão com essas caras?


Giovanna- Cadê a Giulia?


Silvia- Estava com sono coloquei ela pra dormir. Não muda de assunto não mocinha o que tá pegando?


Bruno- A gente foi no escritório pedir pro pai pra assistir com nós. Ele disse que não ia perder tempo pois era bobagem, ou seja, estar junto de nós é bobagem pra ele mãe. Eu só queria ter meu pai do meu lado uma vez na vida, ele nunca pode ficar com nós. Será que ele ama nós?


Silvia- Oh meu querido, seu pai parece bruto as vezes, mas ele ama muito vocês. É que a forma dele amar vocês são diferentes, ele não demonstra muito. Mas ama viu?!


Giovanna – De que forma?


Silvia- Quando ele dá um dinheiro pra vocês gastar, quando ele pergunta se vocês já comeram, quando vocês estão estudando e ele quer saber se vocês estão indo bem, quando pega no pé pra fazer as lições de casa. Quando estão doentes e ele corre igual um louco pro hospital com cada um de vocês! São detalhes entende? Nas pequenas coisas do dia a dia que mostra o quanto ele ama muito vocês. Ele é só muito ocupado, e parece ser muitas vezes frio ne. Mas no fundo é um homem incrível, ele só precisa se descobrir um pouco e vocês topam ajudar ele a descobrir isso?


Eles- Eu topo.


Silvia- Fechado então- Sorri- vamos assistir? Vão ligado a tv, vou pedir pra empregada fazer uma pipoca pra nós o que acha? - Fala animada e sai e vai pra cozinha.


Silvia- Pensei que estivesse no escritório.


Leonardo- Vim tomar uma água, tá ocupada? Queria conversar com você um pouco.


Silvia- Conversar um pouco? Isso a meu ver já é uma conversa- Fala seriamente. - E pode acreditar que estarei ocupada nas próximas horas assistindo um filme e dando atenção aos meus filhos.


Leonardo- Eles também são meus Silvia- se irrita


Silvia- Jura? Nossa acho que foi apenas a sua semente, no papel você é Leonardo. Na vida é bem difícil ver o pai dessas crianças presente- Fala seriamente- Zilda pode preparar uma pipoca por favor? E vê um suco de manga também depois leva na sala de Tv.


Zilda- Claro, é pra ja- sorri.


Silvia- Obrigada querida- Sorri e sai.


- Deseja algo também seu Leonardo?


- Não, obrigado. Boa noite- Sai irritado.


Belo Horizonte


- Esse céu todo estrelado é incrivel- sorri admirada.


Pedro- Melhor ainda é olhar o céu com você meu amor- Sorri.


Alice- Te amo tanto Pedro. Com você posso enfrentar o mundo.


Pedro- Por quê?


Alice- Parece quando estamos juntos me sinto mais forte e confiante.


Pedro- E eu sem você me sinto fraquinho quase um neném indefeso.


Alice vai na risada.


Alice- Tadinho do meu neném- enche ele de beijos.


Pedro- Sua linda. Vamos fazer o que sabemos de melhor.


Alice- Que seria o que?


Pedro lasca um beijão nela.


Eles se beijam apaixonadamente.


Na manhã seguinte as 9h os rebeldes tomam café daanha no hotel....


Alice- E esse parque hein será que é  legal?


Tomas- Um colega meu do antigo colégio veio mês passado. Ele diz que é Top.


Carla- Podemos dar uma volta no parque e tem outros pontos turísticos da cidade! Da pra gente passear um pouco, se distrair.


Roberta- Fato!


Enquanto isso no Rio de Janeiro....


Silvia- AAAAh Thais que incrível minha irmã- Fala animada.


Thais- Então você topa?


Silvia- Mas é claro mana, sabe eu estou precisando dar uma distraída na minha mente um pouco. Vai ser um prazer estar com você.


Thais- Então ok, te espero na hora do almoço.


Depois de um longo tempo....


Belo Horizonte


Roberta- Graças a Deus finalmente estamos de férias.


Diego- Ainda bem né. Voces vão passar onde o natal e ano novo?


Alice- Vamos pra Londres passar com minha avó materna.


Roberta- Eu não sei, meu pai falou que o natal vamos ficar aqui, mas o ano novo vamows fazer em família na Itália.


Pedro- Vou ficar por aqui mesmo, meu pai esta atolado nas dívidas.


Alice- Que dívidas é essa amor? Você nunca falou nada.


Pedro- Aí que está o problema, eu não sei. Ele costuma sair a noite chega de manhã, vejo minha mãe brigando com ele feio. Mas quando perguntei da última vez ele tava bêbado, e disse que não era da minha conta ele...- Suspira.


Roberta- Ele o que Pedro fala logo.


Pedro- Ele me bateu, me encheu de murro, se não fosse minha mãe tirar ele de cima de mim  já era né. Dali em diante vi que era um assunto proibido e era melhor deixar quieto.


Diego- Desde quando você desiste fácil de alguma coisa?


Pedro- Se voce tivesse um pai que nunca levantou a mão pra você e um belo dia isso acontecesse por causa de uma verdade que você quer saber.... Você também desistiria. Eu não desisti, somente tô aguardando o momento certo pra conversar com ele, de preferência quando não tiver bêbado!


Casa da Alice


Beatrice- Chega Franco pelo amor de Deus os dois são amogos- Fala nervosa.


- Amigos? Amigos que são amigos não se abraçam dessa forma. Eu não quero esses dois namorando e ponto final!


Beatrice- Eu também não quero, mas e se tiverem hein? Vai matar sua filha?


Franco- Voce não entende? Você quer mesmo que eu lembre você.


Beatrice- Não precisa me lembrar! Apenas acho que as coisas seriam mais fáceis se eles soubessem a verdade


Eles discutem.


Belo Horizonte


Diego- É impressão minha ou você ficou bolada com a conversa do Pedro?


Roberta- Nem fiquei, é só que na verdade poderíamos ter uma família normal.


Diego- Família normal? Isso existe?- Ele ri.


Roberta- Deve existir em algum lugar no sistema solar quem sabe?


Eles riem.


Diego- Só você viu Roberta, mas agora sério fala aí o que realmente tá pegando.


- É que o relato dele lembrei do meu pai. Nunca bate em nós, coisa muito rara de acontecer.


Doego- Tipo?


Roberta- Ultrapassa todos os limites possíveis e impossíveis. Em toda vida só apanhei umas 4x na vida. Mas não é por isso que devemos avisar do seu Leonel e pelo que o Pedro fala do pai dele ele nem chaga ser autoritário. Acho que porque ele estava bêbado no seu normal ele não bateria no Pedro.


Doego- E sabe o mais incrível de tudo? E que cada dia que passa eu vejo uma nova Ribwrtada qual nem sabia que existiria- Sorri.


Roberta- E sabe o que mais gosto? A sua incrível capacidade de me deixar louca- Ela enche ele de beijos.- louca de desejo,você é muito especial te amo nunca se esqueça.


Eles se beijam apaixonadamente.


Longe dali.... PeLice estavam aos beijos.


Alice- Seu lindo te amo tanto sabia?


Pedro- Eu também. Queria muito poder declarar meu amor por você pro mundo todo- Fala alegre.


Alice- Eu também amor. Mas só nos sonhos né?


Pedro- Sabe que não?


Alice- Ta doido? Esqueceu da proibição?


Pedro- Alice não esqueci de nada. Eu não aguento mais esconder nosso namoro!  A gente se ama e nascemos pra ficar juntos. Chega Alice vamos assumir nosso namoro e não importa as consequências e o que acontecerá nosso amor e nossa união é mais forte do que tudo. Você topa?


Alice- Ta falando sério?


Pedro- Maos sério que isso impossível?


Alice- Tenho medo, mas quando estou com você me sinto mais forte e mais corajosa- Sorri.


Pedro- Isso é um sim?


- É sim,. Sim, sim simmmm mil vezes sim Pedro vamos pensar juntos de como acontecerá, mas sim vamos enfrentar juntos te amo- Fala muito feliz.


Eles se beijam apaixonadamente



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): cintiasena_

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo

Casa da Alice Franco- Basta! Se você não tivesse tido uma filha eu jamais teria ficado com você aliás eu não entendo porque tu teve que acordar daquele maldito coma- Fala enfurecido e tampa a boca surpreso. Beatrice- Como é que é Franco? Você tá me dizendo que preferia que eu estivesse morta? Tive sim Alice e teri ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais