Fanfics Brasil - Prólogo Perigosas Lembranças

Fanfic: Perigosas Lembranças | Tema: Amnésia


Capítulo: Prólogo

161 visualizações Denunciar



- Letícia!


A voz dele ecoava por seus ouvidos, mas ela o ignorava. Precisava fugir dali.


- Letícia!


Ele continuava a lhe chamar, o som do timbre cada vez mais audível e mais perto assim como os passos.


- Pare, Letícia!


Não se deteria e nem podia: a situação havia se tornado insustentável demais; no fim, devia culpar a si mesma. Era fácil culpar a ele por tudo que havia feito, mas não; a decisão foi sua e sabia quantos erros havia cometido contra si própria e mesmo contra ele.


- Letícia, por favor, pare!


Ele estava mais perto, faltava pouco para alcançá-la.


O portão...


Felizmente, ainda não havia sido fechado por ordens dele. Ela o transpassou numa correria mais acelerada. E mesmo assim, escutou os passos dele se acentuarem atrás de si.


- Letícia!


Não pensou duas vezes e atravessou a rua sem olhar para os lados. Queria apenas que ele a deixasse de perseguir, que a deixasse em paz.


- Letícia!


O berro que ele emitiu foi abafado pelo som de buzinas, seu próprio grito e de outros transeuntes. Não viu e não escutou mais nada; um baque forte a pegou de lado e fê-la voar pelos ares. Sentiu a queda forte de seu corpo e membros no asfalto, uma pancada em sua cabeça, um zunido e uma escuridão turvando seus olhos.


- Letícia...


Ainda podia ouvir a voz dele, talvez seu grito, mas tão baixo, talvez abafado pela sua consciência na escuridão que a invadia pouco a pouco.


Era o fim, ela sabia. Talvez não o que imaginou em todos os seus sonhos de infância e juventude, mas ao menos um fim para toda sua angústia. E a sua dor.


E a dor dele.


- Letícia!


A voz dele ecoava por seus ouvidos, mas ela o ignorava. Precisava fugir dali.


- Letícia!


Ele continuava a lhe chamar, o som de seu timbre cada vez mais audível e mais perto assim como seus passos.


- Letícia, pare!


Mas ela não podia parar e nem queria. A situação havia se tornado insustentável demais. E no fim, só podia culpar a si mesma. Era fácil culpar a ele por tudo que havia feito, mas não. A decisão foi sua e sabia quantos erros havia cometido contra si própria e mesmo contra ele.


- Letícia, por favor, pare!


Ele estava mais perto, faltava pouco para alcançá-la.


O portão...


Felizmente estava aberto, ainda não havia sido fechado pela sua chegada. Ela o transpassou numa correria mais acelerada. E mesmo assim, podia sentir os passos dele se acentuarem mais atrás de si.


- Letícia!


Sem pensar duas vezes, atravessou a rua sem olhar para os lados. Só queria que ele a deixasse de perseguir, que a deixasse em paz.


- Letícia!


O berro que ele emitiu foi abafado pelo som de buzinas, seu próprio grito e de outros transeuntes. Não viu e não escutou mais nada. Um baque forte que a pegou de lado a fez voar pelos ares e, após isso, sentiu a queda forte de seu corpo e membros no asfalto, seguida de uma pancada em sua cabeça, um zunido e uma escuridão tomar conta de si.


- Letícia...


Ainda podia ouvir a voz dele, talvez seu grito, mas tão baixo, talvez por ser abafado pela sua consciência afundada na escuridão que a invadia pouco a pouco.


Era o fim, ela sabia. Talvez não o que imaginou em todos os seus sonhos de infância e juventude, mas ao menos um fim para toda sua angústia. E a sua dor.


E a dor dele.


 


Trailer da história:



 



Compartilhe este capítulo:

Autor(a): jord73

Este autor(a) escreve mais 2 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

Escuridão. Era tudo o que conseguia distinguir. As pálpebras estavam pesadas e ela não conseguia abri-las. Um cansaço, uma letargia tomava conta de seu corpo. Silêncio. Não escutou nenhum ruído a princípio, mas, pouco a pouco, o som de uma voz alcançava seus ouvidos. As palavras ininteligíveis formavam e ...



Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.




Nossas redes sociais