Fanfics Brasil - Loteria das chaves concluída! O torneio principal começa! Dragon Ball GT Kai

Fanfic: Dragon Ball GT Kai | Tema: Dragon Ball


Capítulo: Loteria das chaves concluída! O torneio principal começa!

82 visualizações Denunciar



— Senhores e senhoritas! - o Narrador chegou ao pátio com alguns organizadores.
— Olá amigo! - Goku ergueu a mão para cumprimentá-lo à distância.
— (Como esperado, eles passaram!) - pensava o Narrador, que continuou a falar. - Quero lhes dar meus parabéns por terem passado para a próxima etapa, que é o torneio em si. Vocês dezesseis irão se enfrentar um contra um na arena e o vencedor enfrentará o campeão, Mister Satan, pelo título e pelo prêmio de dez milhões de Zeni. As regras serão as mesmas da fase preliminar, quem cair fora da plataforma, se render ou for nocauteado e não se levantar na contagem de dez, perderá automaticamente. Todas as lutas, a exceção da final e da disputa pelo título, terão limite de quinze minutos. O uso de armas e equipamentos de proteção continuam proibidos, bem como o uso de golpes ilegais, tais como dedadas no olho ou golpes na virilha.
— Ei. - Caulifla levantou a mão. - Como essa regra se aplica para quem não tem saco?
— Err... - o Narrador, perplexo, não sabia o que responder. - Acho melhor passarmos para a parte em que vocês vêm até a urna e pegam um número que definirá a ordem das lutas, irei chamá-los pelos nomes de acordo com a ordem e a chave do grupo pela qual venceram nas preliminares. A primeira será a participante Marron!
— Eu?
— Sim, venha pegar um número, por favor.
Marron foi até a urna segurada pelo organizador junto ao Narrador e pegou uma das bolinhas verdes que havia ali dentro.
— Aqui está!
— Oh, você está na primeira luta, é a número 1. - após outro organizador anotar o nome dela no quadro com a chave do torneio, o Narrador continuou. - O participante Fungi é o próximo.
A mão enorme do golem não cabia na urna, o que o deixou muito sem jeito ao coçar a nuca, mas o organizador pegou o número por ele, o número 6. Depois, Goten foi chamado e mostrou o número que sorteou.
— Número 11.
— Certo, você está na sexta luta. O próximo é o participante Trunks.
Trunks foi até lá e surpreendeu todo mundo com o número que sorteou.
— É o número 12! - exclamou Marron.
— Incrível, isso quer dizer que o Goten e o Trunks vão se enfrentar logo de cara, que emocionante! - disse Uub, que viu Trunks olhar nos olhos do seu melhor amigo, o qual respondeu com um sorriso.
— O próximo é o participante Rejick! - o discípulo de Freeza caminhou até eles em silêncio e sorteou seu número. - Número 15, o participante Rejick é o número 15! O próximo é o participante Upa!
— Upa? - Goku ficou intrigado, aquele nome não lhe era estranho. Ele observou o índio ir até a urna e sortear o número 7.
— Agora o participante Uub!
— Minha vez! - Uub correu excitado até a urna e colocou a mão lá dentro. - Deixe-me ver, essa!
— É o número 3, isso significa que seu adversário ainda está para ser definido.
— Isso!
— Agora é a vez do participante Son Goku!
Mestre e discípulo se encontraram no caminho e Uub lhe pediu:
— Mestre, pegue o número 4 para que possamos nos enfrentar na segunda luta!
— Está bem! - Goku foi até a urna e esperou pegar o número certo, mas ficou um tanto decepcionado. - Oh...
— Hmm... Número 8, isso significa que o senhor vai lutar contra o participante Upa na quarta luta.
O índio ficou sério e um tanto preocupado, mas sua expressão não o fez ser notável ao saiyajin, que voltou para junto dos demais.
— Não se preocupe mestre, é só nós vencermos as nossas lutas que nos encontraremos nas semifinais!
— É verdade, então quero que se esforce bastante Uub!
— Claro, não precisa nem dizer!
— Bem, continuemos, participante Pan!
— Sim! - ela foi até a urna e sorteou uma bola. - Número 16!
— Certo.
— Essa não!
— O que foi Uub? - perguntou Goku ao ver que seu aluno ficou assustado de repente.
— A Pan vai lutar com o Rejick!
— O que?!
Goku então prestou atenção na tabela e viu o organizador anotar o nome de sua neta na chave da oitava luta e ficou preocupado de igual modo, pois sabia que ela iria enfrentar um oponente tão cruel quanto o mesmo Freeza. Nisso o Narrador continuou a chamada:
— Agora o participante... Gentle Mantle?
— Eu, a beleza em pessoa!
Gentle Mantle chamou a atenção para si, jogando uma chuva de pétalas de rosas vermelhas. Ele era alto e vestia um smoking com sapatos sociais e em volta de seu pescoço havia um manto vermelho que descia quase até os pés, cabelos negros bem penteados e uma máscara branca com um rosto de mímico de lábios e olhos vermelhos desenhados completavam seu visual.
— Número 2, o senhor vai lutar na primeira luta!
— Que sorte, vou lutar contra uma bela donzela! - ele se voltou para Marron e, com o braço direito estendido sobre a barriga, curvou-se. - Não se preocupe milady, eu serei gentil.
— Quem esse cara pensa que é? - Goten questionou sério e depois começou a rir. - Ele não sabe com quem está lidando, é ótimo que ele seja o primeiro oponente da Marron, vai servir para ela ganhar confiança!
— O próximo é o participante Animalia! - o homem alado foi até lá e sorteou o número 13.
— Interessante, então é assim que funciona, obrigado. - agradeceu ele, antes de se retirar.
— Agora é a participante Caulifla!
— Finalmente! - ela foi até urna, remexeu as bolas com a mão esquerda e quando retirou a escolhida e viu o número, um sorriso se fez presente em sua face. Ao invés de mostrá-la ao Narrador, a saiyajin virou o corpo para trás e olhou direto nos olhos de Uub, mostrando a ele o número que sorteou. Inicialmente, ele ficou surpreso e depois sorriu excitado de igual modo.
— Que número é? - o Narrador perguntou e um dos organizadores esticou o corpo para olhar.
— É o número 4.
— Oh, então vai lutar contra o participante Uub na segunda luta!
— A Caulifla queria tanto lutar com o Uub que conseguiu. - comentou Trunks, fazendo Goten rir com as mãos entrelaçadas atrás da cabeça.
— O próximo é o participante Kyabe!
— Boa sorte! - contente e confiante, Caulifla tocou o ombro dele no caminho de volta.
— Eh... Obrigado. - Kyabe agradeceu perplexo.
O discípulo de Vegeta acabou sorteando o número 14, o que deixou Animalia animado:
— Legal, parece que terei a chance de uma revanche pelo Plantae!
O próximo então foi Vegeta, que sorteou o número 9 e voltou ao seu lugar, Buu então foi chamado na sequência.
— O participante Mister Buu é o número 5. Com isso, só restou o número 10 para o participante Brave Yuki!
— Não importa! - ele bateu seu punho direito fechado na mão esquerda. - Eu vencerei todos os meus oponentes, estou certo!
Brave Yuki vestia uma calça azul marinho e um par de botas amarelas com detalhes em preto, sua camiseta era vermelha e justa de mangas curtas arregaçadas, usando também um cachecol branco, luvas sem dedos pretas e um cinto com uma fivela dourada. Seus cabelos vermelhos eram esvoaçados e sua expressão era imponente, parecia um protagonista de anime shounen.
— E com isso já temos definidos todos os combates! Na primeira luta teremos Marron contra Gentle Mantle! Na segunda luta teremos Uub contra Caulifla! Na terceira luta teremos Mister Buu contra Fungi! Na quarta luta teremos Upa contra Son Goku! Na quinta luta teremos Vegeta contra Brave Yuki! Na sexta luta teremos Son Goten contra Trunks! Na sétima luta teremos Animalia contra Kyabe! E na oitava luta teremos Rejick contra Pan! Peço que estejam na sala de espera na entrada para a arena quando eu os chamar para suas lutas, o torneio irá começar às treze horas em ponto, boa sorte a todos!
— Ah, acho que vou aproveitar essa pausa para comer um pouquinho antes do torneio, eu estou com fome desde que ouvi que iam dar o Senhor Bills de comer! - comentou Goku. - Vocês me acompanham?
— Claro que sim papai! - comentou Goten animado.

Não muito depois, Goku estava junto de Uub e seus amigos em uma mesa do refeitório, comendo como um esfomeado.
— Vamos Uub, coma, desse jeito você não ficar forte!
— É que eu já estou cheio mestre.
— Veja o que eu achei Uub, eles têm gelatina cremosa de morango! - Buu chamou sua atenção.
— Wow, parece tão gostosa, coloca aí! - Buu colocou um pouco da sobremesa em seu prato. - Coloca mais!
— Ei, desse jeito não vai sobrar nada para mim! - Buu reclamou ao vê-lo virando a tigela. - Não é justo, você disse que já estava cheio!
— É, mas eu arrumo um espaço!
Goku e os outros se divertiram a rir da situação e nisso alguém se aproximou, interrompendo a refeição deles.
— Brigando por comida? Mas que decepção...
— Senhor Soba!
— Como vai Uub?
— Oh! - ao vê-lo ali, Goku se levantou de imediato e curvou-se em sinal de respeito. - Como vai Soba, digo Senhor Soba senhor?
— Son Goku, seu estúpido! - o yadoratseijin ficou perplexo, com vergonha alheia.
— Por que está agindo assim mestre?
— É que o Soba é velho, tem mais de cinco milhões de anos, você não sabia?
— Eu não sou nenhum velho, o que aconteceu foi que os Kaioshins me concederam longevidade para que eu pudesse cuidar da formação do meu povo fragilizado neste universo, é só isso! - exclamou Soba, irritado.
— Nossa, que rude! Relaxa aí e come com a gente!
— Vou recusar, soube que essa comida é apenas para os participantes do torneio, a verdade é que eu nem deveria estar aqui.
— Por que não está participando do torneio Senhor Soba? - questionou Uub. - O senhor é bem forte, eu queria muito lutar contra o senhor de novo e mostrar o meu progresso, já que você também é meio que um mestre meu, assim como o Mestre Goku e o Senhor #17.
— Vim apenas para assistir, não é do meu feitio entrar em lutas fúteis e desnecessárias.
— Deveria ter reconsiderado, o torneio é bem divertido! - disse Goku.
— Eu vim só para cumprimentá-los, estarei assistindo da arquibancada, vejo vocês mais tarde.
Soba ia se retirando quando trombou com Vegeta vindo na direção contrária com um prato de comida nas mãos.
— Ei, olha por onde anda, seu verme cor de rosa!
— E você saia do meu caminho, nanico com calvície!
— Como é que é?!
— Ho oh... - Goten já previu o que ia acontecer quando os dois se encararam face a face.
— Se estiver afim de morrer, vamos resolver isso agora mesmo! - disse Vegeta.
— Se você acha que pode comigo...
— O Soba não tinha acabado de dizer que não se envolvia em lutas fúteis e desnecessárias? - perguntou Pan e nisso Trunks se colocou entre seu pai e o yadoratseijin.
— Pai, Senhor Soba, aqui não é lugar de brigarem, vamos agir civilizadamente, está bem?
— Hmpf! - em uníssono, ambos viraram as costas um para o outro e se afastaram.
— O Senhor Soba e o Senhor Vegeta têm muito em comum, não é?
— Sim Uub, eu não consigo nem imaginar o que podia ter acontecido se esses dois tivessem se encontrado quando o Vegeta esteve em Yadorat, acho que eles iam acabar se matando. - comentou Goku enquanto ria. - Só que apesar dos dois serem ranzinzas, no fundo são gente boa.
— O Senhor Soba me contou como te conheceu enquanto o senhor esteve em Yadorat depois da explosão de Namekusei, ele me disse que vocês travaram uma batalha mortal e que, no final, o senhor poupou a vida dele e que foi aí que se deram conta de que tanto ele como o senhor eram boas pessoas.
— Sim, foi mais ou menos isso, eu venci, mas não foi uma luta fácil. Eu mal podia acreditar que existia alguém que era ainda mais forte que o Freeza, ainda mais se tratando de um yadoratseijin, o Soba era incrivelmente forte! Antes de eu sair de Yadorat, ele me prometeu que iria treinar muito para me vencer se um dia nós lutássemos de novo, eu mal consigo imaginar o nível em que ele deve estar atualmente, é uma pena que eu tenha me esquecido dele quando estávamos nos preparando para o Torneio do Poder!
— Eu não cheguei a ver ele lutando a sério, mas pude perceber naquele dia em que chegamos a Yadorat que ele estava me enfrentando sem fazer muito esforço. Gostaria de ter visto a luta entre vocês, deve ter sido emocionante!
— Realmente foi um combate incrível Uub, qualquer dia desses eu te conto com detalhes!

O tempo passou e o início da tarde chegou, a plateia estava eufórica e ansiosa, lotando as arquibancadas para o evento naquele dia de clima perfeito. A espera estava para acabar, pois o Narrador subiu as escadas, ajeitou a gravata e com estilo, jogou seu microfone para o alto a fim de agarrá-lo no ar e começar a falar.
— Perdoem-nos pela longa espera, o Trigésimo Torneio de Artes Marciais está prestes a começar! - ele fez uma pausa para ouvir os gritos de euforia do público. - Nesta edição especial, os dezesseis classificados foram escolhidos através do formato antigo de eliminatórias e estas que estão vendo serão as lutas de acordo com sorteio das chaves entre os classificados! - um dirigível laranja com um telão sobrevoava o estádio, anunciando as lutas e mostrando a chave do torneio. - Esses dezesseis lutadores se destacaram com bravura entre centenas de inscritos, mas no final, só um deles terá a chance de enfrentar o campeão, o grande Mister Satan e levar o prêmio de dez milhões de Zeni para casa!
"Satan, Satan, Satan, Satan, Satan..."
Ao ouvir o seu nome, a plateia começou a clamar pelo salvador da Terra e eis que ele surgiu imponente, descendo de rapel do dirigível em seu traje marrom escrito "SATAN" nas costas, calças brancas, cinturão de campeão e capa branca.
— Hahaha! Aqui estou eu meus queridos fãs! - ele saltou e aterrissou de mau jeito, torcendo o pé e indo ao chão lacrimejando por consequência. - Aiaiaiaiaaah... Meu tornozelo!
— Mister Satan? O senhor está bem? - perguntou o Narrador, o fazendo perceber todo mundo se questionando o que havia acontecido, imediatamente ele se pôs de pé com um salto, erguendo as mãos para o céu com os dedos indicador e médio em forma de V.
— Hahahahahahahah! - ele se pôs a pensar. - (Foi por pouco... Talvez, com essa entrada triunfal, eles não se importem se eu precisar escapar de lutar na luta final... O problema é como eu vou fazer isso sem ser declarado o perdedor? Goku, Buu, é melhor vocês ganharem ou eu estou perdido...) - ocultando seus pensamentos, ele se fez confiante ao pegar o microfone das mãos do Narrador para falar. - Meu amado povo, quero lhes agradecer pessoalmente pela presença, tenho muito orgulho de estar patrocinando mais uma vez esta competição que hoje chega a trinta edições! Vejamos quem desses dezesseis lutadores me enfrentará na luta final, se bem o mais provável é que este lutador seja o meu discípulo número um, o Mister Buu, como tem sido nos últimos anos. Não posso me esquecer de mencionar também a minha querida neta Pan, que é tão forte quanto eu e está se preparando para assumir o meu legado quando eu me aposentar!
— Corta essa Vovô Satan! - comentou Pan, que assistia do local de espera dos lutadores, onde havia um televisor, mas também era possível acompanhar ao vivo através da entrada para a arena.
— E também o avô paterno dela, Son Goku, que já foi campeão deste torneio antes de mim. Tomara que um deles vença para, pelo menos, me dar um combate que valha a pena na luta final! Hahahahahahaha!
O público eufórico voltou a gritar seu nome enquanto ele devolvia o microfone ao Narrador.
— O que o Senhor Satan está fazendo? - perguntou Marron.
— Acho que ele está chamando a torcida para o Senhor Goku, a Pan e o Buu. - respondeu Trunks.
— Hmpf, eu já disse para ele que não vou deixar ele ganhar se eu chegar às finais! - disse Pan.
— Eu também não vou deixar ele ganhar! - disse Uub. - Vou lutar com todas as minhas forças, pois se o Mister Satan é o salvador da Terra, ele deve ser bem forte!
— Mais ou menos Uub... - interveio Goten, sem jeito e coçando a nuca.
Mr. Satan se retirou e o Narrador aguardou o silêncio antes de continuar. A torcida pelos Guerreiros Z estava espalhada em determinados locais da arquibancada, enquanto que Bills e Whis assistiam tudo de um camarote que ficava na edificação de acesso à arena, comendo do bom e do melhor.
— E agora, depois desta grande cerimônia de abertura, o momento que todos esperavam, o Trigésimo Torneio de Artes Marciais finalmente vai começar! - exclamava o Narrador com entusiasmo. - A primeira luta será entre a participante Marron e o participante Gentle Mantle!
— Estou muito nervosa!
— Fica calma Marron, apenas sinta a energia e lembre-se do tempo em que seu pai e sua mãe lutaram no torneio e você estava na arquibancada para apoiá-los. Desta vez, são eles que estarão lá para te apoiar e eu vou estar aqui também, torcendo por você! - Goten pegou as duas mãos dela e as beijou como sinal de boa sorte. - Vai lá e dá o seu melhor!
— Sim! - ela sorriu mais confiante e o deixou.
Marron rodeou por um dos lados do biombo e Gentle Mantle pelo outro, já na passarela rumo à plataforma, Kuririn e #18 a avistaram da arquibancada.
— Lá está ela, Marron! - Kuririn gritou acenando e ao vê-los, Marron sorriu, se sentindo mais confortável.
— Pelo visto, você tem muitas pessoas que lhe querem bem, minha bela dama. - disse Gentle Mantle com a mão em sua máscara.
Marron ficou em silêncio e seguiu caminhando com ele em direção à plataforma.
— Ambos participam do Torneio de Artes Marciais pela primeira vez e são revelações no mundo das lutas, vamos ver qual deles irá vencer o primeiro combate! - comentou o Narrador.
Ao subirem as escadas, Marron e seu oponente se posicionaram afastados no ringue, o enigmático lutador permanecia segurando sua máscara, enquanto a garota estava em posição.
— Preparados? - um gongo soou ao comando do Narrador. - Comecem!
Gentle Mantle correu na direção de Marron, que sentiu a tensão de volta, esperava que ele fosse atacá-la, mas ao invés disso, ele se colocou diante dela diante dela sobre um de seus joelhos.
— Ele está oferecendo a mão dele para a participante Marron! Mas o que participante Gentle Mantle vai fazer?
O estranho indivíduo removeu a sua máscara, ele tinha um rosto metrossexual e olhos hipnóticos, com uma espiral desenhada em sua íris vermelha. Ele olhou nos olhos de Marron, que ficou paralisada, suas pupilas foram diminuindo de tamanho, como se entrasse em transe.
— Venha comigo minha bela dama, me ame!
Lentamente, a garota pegou na mão dele, deixando todo mundo espantado. Gentle Mantle beijou a sua mão com toda a delicadeza.
— Eu te amo Gentle Mantle... - disse Marron com uma expressão inanimada.
— O que?! - Goten espantou-se. - Marron, você...
— Isso, muito bom. - disse Gentle Mantle, que se pôs de pé, pegou a outra mão dela e a puxou para perto de si. - Agora você irá beijar os meus lábios e depois não sentirá mais o seu corpo até o fim da contagem de dez.
— Sim...
Goten entrou em desespero e correu para a borda da plataforma.
— Não faça isso Marron!
— Tio Goten, espere! - Pan o seguiu.
Seus rostos foram se aproximando, Goten gritou ainda mais:
— Marron, MARRON!
O grito dele ecoou em sua mente, Marron despertou no último instante e instintivamente reagiu com uma cabeçada que afastou o seu oponente. Confusa, ela levou uma das mãos à cabeça.
— Goten? O que houve?
— Não pode ser! - exclamou Gentle Mantle. - Nenhuma garota escapou do meu poder hipnótico antes, eu deveria ser capaz de seduzir todas elas!
— Poder hipnótico? - questionou Goten.
— Era isso que eu queria dizer tio. - Pan começou a explicar. - Esse cara estava no meu grupo, ele é um hipnotizador e venceu todos os combates hipnotizando seus oponentes, fazendo com que eles ficassem no chão até o fim da contagem ou se jogassem para fora da plataforma.
— Isso quer dizer que a Marron só disse que amava esse cara porque estava hipnotizada? - Goten perguntou.
— Vejo que ficou muito aliviado em saber disso, não é tio Goten? - comentou Pan de maneira debochada.
— Incrível, a participante Marron escapou da hipnose do participante Gentle Mantle! - disse o Narrador. - O que ele irá fazer agora?
— Eu não posso ser rejeitado por uma garota que danificou o meu belo rosto! - ele passou a mão no nariz para limpar o sangue, o que o irritou, fazendo-o espirrar, seus cabelos ficaram brancos e esvoaçados e sua expressão facial tornou-se grotesca. - Sua vadia!
— O que houve com ele? - perguntou #18 na arquibancada. - Parece outra pessoa.
— Acho que esse cara é como a Lunch! - disse Kuririn.
— Quem é Lunch?
— É uma garota que vivia com o Mestre Kame na época em que eu treinava com ele, toda vez que ela espirrava, ela mudava de personalidade, acho que esse cara tem o mesmo problema.
Gentle Mantle rasgou suas roupas, ficando só de cueca e depois voou em um salto com a cara entre os seios de Marron e levou as mãos em volta dela para apalpar suas nádegas.
— Ai minha nossa, tapem os olhos das crianças, pelo amor de Deus! - disse o Narrador.
Gentle Mantle ria de prazer e Marron corou-se furiosa.
— Seu... ATREVIDO!!! - ela desferiu um tapa com toda a força que o lançou como um torpedo para fora da arena, rachando o muro, segundos de silêncio constrangedor se fizeram presentes antes do Narrador anunciar com entusiasmo para a euforia da torcida.
— A participante Marron é a vencedora!
— Pelo visto a Marron aprendeu bem a se defender desse tipo de gente. - comentou #18.
— É, me lembre de matar aquele cara depois. - disse Kuririn com uma expressão inanimada de raiva, o que deixou a própria #18 assustada.
— Eu consegui? Eu consegui! - Marron correu até Goten à beira da arena e o abraçou.
— Você foi incrível! - a expressão dele ficou inanimada de raiva. - Mas me lembre de matar aquele cara depois.
Aquilo fez Pan e Marron rirem e após Gentle Mantle ser levado para a enfermaria e as coisas se acalmarem, o torneio estava pronto para continuar.
— E agora iremos para a segunda luta, onde se enfrentarão o participante Uub e a participante Caulifla!
— Lá vou eu!
— Boa sorte Uub, não baixe a guarda!
— Claro que não mestre.
— Finalmente nós iremos lutar Uub. - comentou Caulifla, chamando sua atenção. - Vamos se você é tão bom quanto dizem.
Uub sorriu de excitação ao olhar para ela, que respondeu de igual modo, uma grande luta estava para começar!




Compartilhe este capítulo:

Autor(a): fagnerlsantos

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo

Ao rodear o biombo e sair, Uub e Caulifla começaram a caminhar lado a lado na passarela.— Você consegue irmã... - discreta, Kale torcia por ela, isolada lá do alto das arquibancadas.— Mostra a ela quem manda irmãozão! - Hcivopops gritava junto ao resto da família de Uub na primeira fila.— Dê tudo de si ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais