Fanfics Brasil - O resultado do meu treinamento! A saiyajin e o terráqueo! Dragon Ball GT Kai

Fanfic: Dragon Ball GT Kai | Tema: Dragon Ball


Capítulo: O resultado do meu treinamento! A saiyajin e o terráqueo!

76 visualizações Denunciar



Ao rodear o biombo e sair, Uub e Caulifla começaram a caminhar lado a lado na passarela.
— Você consegue irmã... - discreta, Kale torcia por ela, isolada lá do alto das arquibancadas.
— Mostra a ela quem manda irmãozão! - Hcivopops gritava junto ao resto da família de Uub na primeira fila.
— Dê tudo de si Uub! - gritou Iup Iup.
— Vamos filho, você consegue! - bradou Idibab.
— A torcida está em êxtase com o enfrentamento desses dois lutadores que tiveram grande destaque na fase preliminar! - comentava o Narrador. - A participante Caulifla é uma estreante neste torneio, enquanto que o participante Uub já esteve aqui na edição retrasada, mas infelizmente não conseguiu terminar o torneio por motivo de força maior!
Uub e Caulifla já subiam as escadas quando Bills chamou a atenção de seu anjo:
— Whis.
— Sim?
— Parece que o discípulo do Goku e aquela briguenta do Universo 6 vão se enfrentar, acho que está na hora de você fazer.
— Certo.
Whis estendeu seu cajado e barreiras se ergueram rente aos muros das arquibancadas em um feixe de luz, antes de se tornarem transparentes como vidro, eram praticamente invisíveis ao olho nu. A plateia naturalmente ficou curiosa com o ocorrido.
— Eu acabo de ser informado que essa luta pode ser muito intensa, então, para proteger o público, utilizaremos uma nova tecnologia em barreira de proteção! - explicou o Narrador.
— Espero que esteja preparado para eu chutar a sua bunda! - Caulifla provocou enquanto se aquecia saltitante, alternando as pernas e socando o ar como um boxeador.
Uub apenas sorriu e se colocou em sua posição de combate ao pensar:
— (Mestre Goku, chegou a hora de te mostrar o resultado do meu treinamento!)
Goku e os amigos de Uub esperavam ansiosos da porta da sala de espera e lá dentro se encontrava Kyabe a pensar consigo mesmo, assistindo pelo televisor:
— (Ele vai enfrentar a Caulifla, que costumava ser mais forte do que eu. Será que ele é mesmo tão forte assim a ponto de estar tão confiante? Pois creio que ele deve ter ouvido falar a respeito dela através do Senhor Goku.)
— Preparados? Comecem!
Com o comando do Narrador, Caulifla se lançou contra o jovem terráqueo em uma rápida combinação de golpes, foi o suficiente para deixar a plateia boquiaberta.
— Incrível, a participante Caulifla começou pressionando seu oponente em uma velocidade inacreditável!
Caulifla continuava a atacar e Uub era capaz de se esquivar e se defender sem problema, até que conseguiu golpeá-lo com força usando a perna direita, o jovem terráqueo foi capaz de usar os braços para amortecer o impacto, mas foi lançado para trás, com os pés arrastados no chão da arena.
— Te peguei!
Caulifla apareceu atrás dele e estava prestes a desferir um soco em suas costas, mas como se já soubesse disso, Uub se abaixou um pouco e o golpe acertou o ar para a surpresa da saiyajin, que teve seu braço agarrado. Com as duas mãos, Uub a puxou por cima de sua coluna e a levou com força a bater as costas no chão.
— Que luta meus amigos! A participante Caulifla tomou um ippon e está no chão! Será que ela vai reagir ou terei de iniciar a contagem?
A torcida ficou eufórica, Caulifla estava com uma expressão de dor presente em seu rosto. Quando abriu os olhos, face a face viu o rosto de Uub de ponta cabeça, ele estava com o corpo curvado, sorrindo ao vê-la no chão, o que a deixou furiosa.
— Seu desgraçado! - ela se pôs de pé em um salto, ficando de costas para ele.
Caulifla girou o corpo para tentar acertá-lo com um chute, mas ele deu um grande salto. A saiyajin aproveitou a oportunidade e ascendeu em voo para um soco investido, que Uub travou com a mão esquerda e puxou-lhe o corpo para revidar com uma joelhada na barriga usando a perna direita, a fazendo cuspir um pouco de sangue. Kyabe boquiaberto assistia sua amiga tomando uma surra sem que o jovem terráqueo fizesse sequer esforço para isso.
— Não pode ser! - ele exclamou.
Uub afastou a perna e novamente a balançou, acertando um chute que a lançou em diagonal. Caulifla colidiu com o chão da plataforma, seu corpo quicou antes de ser arrastado, estava prestes a cair para fora e nisso a saiyajin se esforçou apoiando as mãos no chão e com um pulo, se colocou em pé, na beirada da arena.
— Essa foi por pouco! O contra-ataque do participante Uub deixou a participante Caulifla próximo da derrota, mas ela conseguiu evitar a tempo!
— Essa luta... É impressionante! - disse um espectador.
— Eu nunca vi nada igual! - disse outra espectadora.
— Meus olhos mal conseguem acompanhar, é espetacular! - comentou outro espectador.
O público gritava alucinado e a gravidade logo fez Uub aterrissar no chão novamente. Caulifla olhou para ele ao cuspir o resto de sangue que ainda jazia em sua boca e depois se fez excitada.
— Você é incrível! É como os seus amigos e o Son Goku tinham me falado, é também como eu tinha imaginado, meu sangue está fervendo, pedindo para que você me mostre mais!
— Que bom! - Uub coçou a nuca rindo. - Pois eu ainda estou longe de lutar com toda a minha força!
— Ah... - Caulifla o olhou seriamente com um sorriso no rosto. - Então vamos ver o quanto você aguenta.
Caulifla flexionou seus braços e concentrou o seu ki, o brilho dourado do Super Saiyajin a envolveu, deixando o jovem terráqueo excitado ao se colocar em sua posição de combate outra vez.
— Aaah! A participante Caulifla acaba de passar por um tipo de transformação!
Algumas pessoas do público começaram a se já tinham visto aquilo antes, possivelmente na época do Torneio do Cell e outros tinham vagas memórias de ter visto algo semelhante durante a batalha contra Baby no Planeta Tsufuru. Fosse o que fosse, aquilo os deixava ainda mais animados e o combate estava prestes a prosseguir.
Caulifla fez sua segunda investida contra Uub, que novamente recebeu sua combinação de golpes na defensiva.
— O que foi? Minha velocidade é demais para você?
— Não é não! - Uub respondeu lhe atingindo um soco de esquerda no rosto que a afastou e ao cair em pé, se lançou novamente contra ele, que já vinha ao seu encontro. Desta vez Uub partiu ofensivamente e a movimentação de ambos causava pequenas rachaduras no chão da arena.
Caulifla tentou um soco de direita, o qual Uub parou com o pulso esquerdo, gerando uma onda de impacto e revidou com um chute no quadril. Lançada para longe, a saiyajin viu o terráqueo se aproximar dela para um soco potente, que ela bloqueou no último instante com os dois braços, tamanha foi a força daquele golpe que seus pés foram arrastados até a borda da plataforma novamente. Pressionada, ela usou uma pequena explosão de ki para afastá-lo, era o que Uub previu ao rolar no ar, aterrissar em pé e avançar novamente, atingindo-a com um chute de perna esquerda que a mandou com violência para trás. Prestes a colidir com o muro e a barreira invisível de Whis, ela usou de um último esforço ao lançar de suas mãos, uma pulsação de ki contra o solo, o que permitiu mudar sua trajetória e elevar-se verticalmente. Ela planou no ar e olhou furiosa para Uub lá em baixo, que esperava ansiosamente o seu contra-ataque.
— Tome isso! - Caulifla concentrou seu ki em suas mãos e começou a disparar uma rajada contínua de esferas de energia, as quais Uub desviava com um sorriso no rosto, saltando continuamente.
— Oh, ainda bem que eu reforcei a arena com metal katchin antes do torneio. - comentou Whis enquanto assistia.
— Essa luta me deixa emocionado! Os bons tempos do Torneio de Artes Marciais estão de volta! - uma lágrima escorreu por trás dos óculos do Narrador, que pegou seu microfone outra vez para narrar com entusiasmo. - Que luta! A participante Caulifla está pressionando Uub de novo com seu poder impressionante!
— Talvez seja só impressão minha, mas o jeito do Uub lutar está diferente. - comentou Goten enquanto assistiam da porta de saída para a arena.
— Não é só impressão sua, eu também reparei nisso. - disse Trunks. - É o mesmo Uub que conhecemos, mas o jeito dele lutar está melhor de algum modo, é como se ele estivesse pensando mais rápido!
— Vamos lá Uub, acaba com ela! - gritava Pan enquanto Goku apenas sorria orgulhoso.
Uub continuava a se esquivar, até que um salto o levou a uma das beiradas da plataforma, o que fez Caulifla sorrir.
— Está onde eu queria! - ela desapareceu e rapidamente reapareceu no solo, reunindo uma grande quantidade de energia em sua mão direita. - Crush Cannon!
Uma rápida barragem contínua de ki vermelho foi ao encontro do jovem terráqueo em uma velocidade impressionante, causando uma cadeia de explosões.
— Muito bem irmã! - gritou Kale.
— Essa não, Uub, irmão! - Nokay assustou-se.
— Foi um ataque feroz! Será que o participante Uub foi derrubado?
O dissipar da poeira foi acontecendo e revelou algo chocante, Uub estava ileso com a mão esquerda estendida, sorrindo por trás de uma barreira verde esférica ao redor de seu corpo.
— O que?! - Caulifla se surpreendeu.
Goku sorria e lá dentro, Kyabe estava boquiaberto. Kale também estava surpresa e #18 não podia acreditar no que estava vendo:
— Aquela é a Barreira Androide do #17! Como é possível que ele tenha conseguido executar essa técnica?
— Inacreditável! O participante Uub se protegeu com uma espécie de escudo de energia!
— Essa... Essa é a técnica daquele cara que ganhou o Torneio do Poder! - disse Caulifla.
— Eu estive treinando com ele nos últimos meses. - Uub comentou ao desativar a barreira. - Não foi nada fácil aprender a criar barreiras utilizando ki ao invés de energia ilimitada, mas eu tinha certeza que ia conseguir e graças ao meu esforço, eu consegui!
— Do que o Uub está falando vovô? - perguntou Pan.
— Eu contei a vocês que o Uub é a reencarnação do Majin Buu malvado, não contei?
— Contou, mas do que ele está falando exatamente?
— O Majin Buu tinha facilidade para reproduzir as técnicas dos outros e graças a isso, foi capaz de aprender o Kamehameha e várias outras técnicas por puro instinto! Pelo visto, o Uub também possui essa capacidade e o #17 foi genial ao aproveitar isso para ensinar as suas técnicas para ele! - Goku fez uma pausa e voltando a observar a luta, continuou com um sorriso no rosto. - Quem sabe o quão longe o Uub pode chegar, agora que sabe do potencial que tem? Isso me deixa muito animado... e orgulhoso!
— Eu estou excitada como nunca antes! - Caulifla retomou o diálogo. - Você é realmente surpreendente Uub, é muito mais do que um mero aprendiz do Son Goku!
— Heheheh, obrigado! - ele agradeceu sem jeito, coçando a nuca. - Você também não é tão ruim!
— O que quer dizer com "não é tão ruim"?!
— Hein? Eu disse alguma coisa errada? - Uub ficou confuso, não tinha percebido que a saiyajin havia encarado aquilo como uma ofensa.
— Garoto, vou fazer você engolir essas palavras! - novamente ela elevou o seu ki, raios rodearam seu corpo e seus cabelos ficaram mais espetados.
Caulifla partiu para uma terceira investida, a combinação de golpes veio até Uub de uma maneira tão rápida que ela abriu sua guarda, lhe atingindo com um soco de direita na face.
— Eu sabia, ela ainda estava ocultando o seu verdadeiro poder! Isso está ficando emocionante! – Uub limpou o rosto e depois levou os dedos até a testa, se teleportando antes que atingisse o muro. A saiyajin pairou fora da plataforma, acima do solo, olhou para os lados a procura do jovem terráqueo e logo viu que ele estava próximo do centro da arena. Uub estendeu sua mão esquerda, concentrando seu ki que se esvoaçou na forma de um losango, era mais uma das técnicas do Androide #17. - Photon Strike!
Uma rajada contínua de ataques de ki dourados saiu de sua mão, marchando como cometas em direção a saiyajin. Envolta na aura do Super Saiyajin 2, Caulifla impulsionou-se voando para cima, fazendo com que o ataque de Uub explodisse na barreira invisível da arena. Caulifla desceu dos céus como um meteoro, Uub puxou o corpo para trás e estendendo as mãos para frente, recebeu o soco dela com uma nova barreira, tamanho foi o impacto que todo o estádio tremeu. Ambos acabaram ricocheteados para trás e aterrissaram em pé, mas a saiyajin foi mais rápida ao revidar com um novo avanço. Uub ainda parecia estar se recuperando, Caulifla gritou para lhe atingir um soco com toda a sua força, quando seu golpe acertou apenas a imagem de um Zanzoken.
— Como?! - eis que então ela se virou ao sentir o ki do jovem terráqueo atrás dela a certa distância.
Isolado no alto da arquibancada, Soba assistia com um sorriso de canto ao ver Uub com o corpo curvado para trás e as mãos erguidas.
— As técnicas do Mestre Lapis não são a única coisa que tenho! Burst Blast! - ele arremessou aquele meteoro de energia azul, que percorreu a arena cortando o ar tão rapidamente que Caulifla só teve tempo de segurá-lo com as mãos.
— Quanto poder! Tch... - dizia a saiyajin, que mesmo com seu esforço, estava sendo arrastada para fora.
— Aquela é a técnica do Senhor Soba! - exclamou Marron, que ainda não o tinha visto executando o Burst Blast.
— Então esse é o novo estilo do Uub, é como antes, mas muito mais impressionante! - comentou Goten.
— É como se ele tivesse o controle total do combate! - comentou Trunks. - Enquanto a Caulifla cresce aumentando a sua força, o Uub cresce se adaptando ao ritmo dela sem desperdiçar seu poder!
— Ele também está combinando tudo o que aprendeu e com isso, criou uma estratégia para jogar a Caulifla para fora! - comentou Pan, também impressionada.
— É garotos. - disse Goku com um sorriso no rosto. - Jamais imaginei que o treinamento do Uub com o #17 resultasse em algo tão impressionante!
Kyabe ouviu a conversa e depois voltou a atentar-se a luta pelo televisor, com uma expressão tensa e impressionada. Caulifla já se encontrava em desespero ao ver seus pés se aproximando da borda.
— Droga, isso não pode acabar desse jeito! - Caulifla gritou, elevando o seu ki e com isso conseguiu se fixar e parar de ser empurrada.
Gritando ainda mais, a saiyajin fez força em seus braços e graças a isso, desviou o ataque verticalmente para o céu e o mesmo subiu para a atmosfera até explodir no espaço. Entretanto, Uub surgiu em sua frente:
— Eu vou ganhar!
— Não!
Uub partiu para um golpe de impacto com a palma da mão direita que a atingiu em cheio na barriga. Desesperada, a saiyajin segurou o braço dele, que acabou desviando para cima, agarrando onde não devia. O repuxe do golpe foi sentido e Caulifla foi lançada para trás, mas para sua sorte, ter segurado o braço dele por alguns instantes diminuiu a força do impacto e ela conseguiu pairar antes de bater as costas contra o muro. No entanto, a cena seguinte a deixou perplexa, todos em sua volta a observavam chocados e escandalizados.
— O que está acontecendo com esse torneio afinal?! - comentou o Narrador.
— Irmã... - Kale estava vermelha de vergonha.
Caulifla então olhou para Uub, que a observava com os olhos fixos e uma expressão inocente, a minúscula blusa rosa dela, que havia se partido pelas costas com o ocorrido, havia ficado na mão dele. Foi então que a saiyajin percebeu que estava com os seios à mostra, o que a deixou de um jeito que ninguém a havia visto antes.
— O QUE PENSA QUE ESTÁ FAZENDO, GAROTO?! - ela exclamou irritada, corada de vergonha ao cobrir seus peitos com os braços.
— Eu... - Uub olhou para a veste dela em sua mão e depois se voltou para ela, coçando a nuca com um sorriso sem graça. - Eu sinto muito!
— Ah, esse Uub... - Goten comentou a rir enquanto assistia a cena.
— Me dá isso aqui! - Caulifla se aproximou dele e tomou sua roupa de volta, depois se virou de costas e a vestiu novamente, tendo de improvisar ao amarrar atrás como um sutiã. - Eu vou te matar por isso... - ela se voltou para Uub novamente. - EU JURO QUE VOU TE MATAR POR ISSO!
— Hum? - Uub ficou confuso. - Mas matar não é contra as regras do torneio?
Encapetada, Caulifla flexionou os braços e curvou o tronco, a aura dourada com raios a cobriu novamente enquanto ela gritava.
— Mas o que está acontecendo? A participante Caulifla vai se transformar outra vez?!
Tudo ao redor tremia, suas madeixas loiras começaram a crescer enquanto suas sobrancelhas desapareciam e no completar da transformação, uma explosão de ki afastou Uub, que estava impressionado com um sorriso no rosto. A saiyajin estava imponente com aquele olhar e aqueles cabelos longos com uma franja caída da frente.
— Confesso que demorei alguns anos para conseguir dominá-la por completo e esperava mostrar isso só ao seu mestre quando lutássemos, mas você me obrigou a isso... Vai se arrepender do que fez quando eu arrancar isso que você tem no meio das pernas, seu pirralho!
Com um riso nervoso, Uub coçava a testa com o dedo indicador, mas ao sentir o poder de sua oponente, não pôde conter a excitação e se colocou em posição outra vez.
— Aquele é o Super Saiyajin Três! - disse Trunks, impressionado.
— Não é incrível? Desde que lutei com ela no Torneio do Poder, eu tinha certeza que ela era capaz de alcançar esse nível sem depender de uma fusão ou da energia proveniente do Outro Mundo.
— O ki dela é impressionante! - comentou Goten. - Eu não entendo como o Uub pode estar tão tranquilo, principalmente depois do que fez!
— Diz isso por experiência própria não é? - Trunks disse ao zoá-lo e Goten coçou a nuca sem graça ao desviar o olhar para Marron, que ficou com uma cara de poucos amigos.
Caulifla rugiu ao partir para a quarta investida, desta vez, Uub não teve sequer chance de defesa, ela esmagou sua cabeça em um soco vertical e ao segurá-lo, o golpeou na barriga com o joelho esquerdo usando toda a força.
— Gostou disso? - Caulifla o provocou com um sorriso debochado. - Essa é minha verdadeira força de saiyajin e é com ela que eu arrebentar a sua cara, igual eu fiz com o último cretino que tentou me tocar!
Com a perna direita, ela o chutou na cabeça, afastando-o. Caulifla iria continuar com um soco, mas para sua surpresa, Uub o segurou com a mão direita, tendo certa dificuldade. Seus pés deslizaram por alguns metros no terreno e uma onda de impacto ventilou por toda a arena, o jovem terráqueo então ergueu a cabeça com um sorriso no rosto.
— Já acabou Caulifla?
A saiyajin prosseguiu com uma combinação de golpes que o jovem terráqueo respondeu de igual modo. Desta vez ele estava mais sério e a batalha estava acontecendo no solo, fragmentando partes da plataforma a cada choque.
— É inacreditável, o participante Uub e a participante Caulifla estão trocando golpes em alta velocidade!
— Esse cara deve ter nascido com uma visão privilegiada igual ao Jaco para estar conseguindo acompanhar uma luta dessas... - comentou Kuririn com respeito ao Narrador.
Caulifla pressionava Uub, mas não conseguia abrir sua guarda, era como se ele soubesse cada movimento dela e enxergasse cada abertura para contra-atacar.
— A Caulifla está mais forte que o Uub, eu sei que não é uma diferença tão grande, mas como é possível que ele consiga ficar em vantagem? - questionava Trunks.
— Como diria o Mestre Kame, esta é a supremacia de um artista marcial. - disse Goku. - Apesar do talento que tem, a Caulifla nunca teve um treinamento em artes marciais. O Uub, no entanto, treinou comigo, com o Soba e agora com o #17, que certamente é o maior responsável por essa capacidade de analisar o oponente que ele está demonstrando. Com o Super Saiyajin Três, a Caulifla pode ser um pouco mais forte, mas ser o mais forte nem sempre vai fazer com que você vença uma luta. O Uub está mais preparado e vai vencer poupando a sua energia para os combates mais difíceis que virão mais para frente, tenham certeza disso garotos!
— Nossa papai, o senhor falou bonito agora! - comentou Goten.
— É vovô, nem parecia o senhor falando! - comentou Pan e Goku olhou para eles com seu largo e casual sorriso.
Caulifla recebeu um soco como contragolpe que a afastou para longe.
— Por que não consigo te acertar? Por acaso, você possui o tal do Instinto Superior?
— Quem me dera, ainda estou longe de conseguir isso. O que acontece é que Senhor #17 me ajudou a eliminar os pontos cegos em minha defesa e também ajudou a melhorar a forma como analiso meus oponentes, buscando seus pontos fortes e fracos. - Caulifla avançou na direção dele novamente e com uma seriedade em sua face, Uub levou os dedos até a testa e se teleportou, aparecendo atrás dela. Investindo com o corpo, um violento golpe com o joelho lhe foi desferido nas costas, ela gemeu enquanto suas pupilas viravam e no instante seguinte, a transformação dela se desfez para seu estado base, para o espanto de todos. - O Mestre Goku me disse certa vez que, para utilizar suas transformações não-divinas, os saiyajins concentram suas energias nas costas. Você porém, depende tanto disso para manter suas transformações que isso se torna um ponto fraco seu.
— Então você... - Caulifla sentia uma dor latejante.
— Seus movimentos ainda são muito previsíveis Caulifla, eu podia ter acabado com essa luta antes, mas sabia que você era forte e queria ver até onde podia chegar! Você é bem forte, tomara que possamos lutar de novo algum dia! - ela foi se virando no momento em que ele foi afastando o joelho para apontar a mão direita, por onde disparou uma onda de energia dourada. - Photon Flash!
A técnica especial de #17 executada por Uub empurrou a saiyajin a gritar para fora da arena, uma explosão aconteceu rente ao muro e no abaixar da poeira, Caulifla estava com as costas no gramado.
— E... Está fora! - exclamou o Narrador. - O participante Uub é o vencedor!
A plateia começou a gritar, a família de Uub comemorava e se abraçava, Goku e os amigos de Uub estavam muito felizes e Kale chamava desesperada pela irmã sem poder descer até a arena por conta da barreira.
Caulifla estava com os olhos fechados e quando os abriu, viu Uub sorridente diante dela, com a mão estendida para ajudá-la a se levantar. Ainda confusa ela tocou a mão dele e a torcida aplaudiu o espírito esportivo do jovem guerreiro. Contudo, ela o pegou de surpresa com uma bofetada.
— Au, doeu! Por que você fez isso?
— Não pense que eu me esqueci do que fez.
— Mas aquilo foi sem querer, não entendo porque as pessoas ficam tão estressadas por estarem peladas. Em parte, aquilo foi culpa sua também!
— Pode ser, mas você me deu uma luta muito divertida, então eu te perdoo. Parece que ainda tenho muito a aprender além de transformações fortes... Obrigada Uub.
— A irmã... está sorrindo? - Kale notou que, apesar da derrota, Caulifla estava feliz ao olhar para o rosto do sorridente do jovem terráqueo.
— Agora que me venceu, você carrega a responsabilidade de vencer todas as outras lutas por mim e pela Kale, eu fui clara?
— Sim!
Caulifla estendeu a mão e ele aceitou o cumprimento ao estender a dele, os espectadores estavam entusiasmados depois daquele grande espetáculo!
E assim, a segunda luta do torneio teve o seu final, com Uub como o vencedor, mostrando o resultado do seu treinamento. O caminho para a terceira luta, a luta entre Buu e Fungi, e a para a quarta luta, entre Upa e Goku, está aberto...




Compartilhe este capítulo:

Autor(a): fagnerlsantos

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

ALGUNS MINUTOS ANTES...— E... Está fora! - exclamou o Narrador. - O participante Uub é o vencedor!Kyabe não conseguia acreditar no resultado daquela luta, pois apesar da inferioridade em termos de poder de luta bruto, o discípulo de Son Goku havia vencido Caulifla de maneira avassaladora.— Isso foi incrível! - exclamou Marro ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais