Fanfics Brasil - Herói por diversão? O poderoso Brave Yuki! Dragon Ball GT Kai

Fanfic: Dragon Ball GT Kai | Tema: Dragon Ball


Capítulo: Herói por diversão? O poderoso Brave Yuki!

98 visualizações Denunciar



Os ânimos após a luta entre Goku e Upa se acalmaram e todos já se viam ansiosos pelo início das lutas da segunda chave.
— Finalmente será a vez do Vegeta lutar! - disse Goku, já assistindo da porta de saída para a arena.
— Sim, também estou ansioso pela luta do Senhor Vegeta! Das vezes em que o vi lutando, vi que ele tão forte quanto o senhor, não é a toa que é seu rival, eu queria poder lutar contra ele!
— Bem, quem quer que ganhe a luta entre o Trunks e eu, vai ter de enfrentar ele depois.
— Verdade e em todo o caso Uub, se você quer lutar com o meu pai, vai ter que esperar até a final, mas até lá você vai ter que vencer também e você tem o Buu e o Senhor Goku no seu caminho.
— E a Marron também!
— Eu? - Marron surpreendeu-se ao ouvir seu namorado citá-la.
— Isso mesmo, você venceu a primeira luta e o Uub venceu a segunda, o que significa que vocês vão se enfrentar já na primeira luta da próxima rodada! - Marron ficou em choque, ela havia se dado conta disso só agora, Goten percebeu que ela havia ficado assustada e tocou em seu ombro. - Marron, você está bem?
— Eu... estou. - ela voltou a si. - Obrigada Goten!
Na plataforma, o Narrador girou seu microfone com estilo antes anunciar.
— E agora daremos início à quinta luta do torneio, peço aos participantes que subam na arena!
— Boa sorte mestre! - disse Kyabe, que não ouviu resposta.
Seu oponente também se moveu, parecia muito animado e confiante.
— De um lado, temos o participante Vegeta, que já esteve aqui nas edições 25ª e 28ª, em ambas passou das preliminares, mas não pôde terminar o torneio por motivos de força maior. Do outro lado, temos Brave Yuki, um estreante que teve grande destaque nas preliminares lutando no mesmo grupo que Mister Buu. São dois desconhecidos do público, mas que certamente nos darão de presente um grande combate!
— Quem é esse tal de Brave Yuki afinal? - perguntou Goten.
— Não sei, nunca ouvi falar... - respondeu Buu. - Só sei que ele é forte!
— É sério? - perguntou Pan. - Mas olhando assim, ele não parece tudo isso.
— Verdade, qualquer um diria que ele é um lutador comum com uma roupa bacana. - completou Trunks.
— Eu também pensava isso, mas ele estava conseguindo derrotar todo mundo com apenas um soco, teve dois caras que quase morreram e tinha gente apelidando ele de "One Strike Man", não sei o que quer dizer, mas achei bem engraçado! - completou Buu.
Já estavam a certa distância um do outro na plataforma. Brave Yuki, que vestia botas amarelas com detalhes em preto, calças cargo de cor azul marinho com bolsos nas pernas e uma camiseta vermelha carmesim de mangas curtas arregaçadas como uma regata, observava Vegeta com um sorriso no rosto, braços cruzados e pernas distantes uma da outra. Ele tinha em seu pescoço um cachecol branco que esvoaçava ao vento e vestia suas mãos em um par de luvas pretas sem dedos. Seus cabelos esvoaçados, espetados e puxados para frente, eram de um vermelho bordô, tinha olhos castanhos e sua expressão lembrava um pouco o Gohan quando era mais jovem, sendo pouca coisa fisicamente mais alto que Vegeta. Em sua cintura, um cinto marrom que possuía uma fivela dourada e nela estava desenhado um Sol através de três círculos que iam aumentando gradativamente de tamanho, tendo os raios desenhados com triângulos ao redor do círculo maior, o símbolo da coragem!
Também de braços cruzados e a com expressão carrancuda de sempre, Vegeta o ignorava.
— Eu sou Brave Yuki, da Cidade de Parsley! Um cara que é herói por diversão, cujo pseudônimo é "Yuki de Octans"!
— Hmpf! - Vegeta fez pouco caso.
— Já vi que é um homem de poucas palavras, gosto disso, é sinal de que você prefere deixar o seu ki falar por você.
Vegeta ficou surpreso ao ouvir aquelas palavras:
— (Como? Esse cara consegue ler o ki das pessoas?)
— Se estão preparados, comecem! - exclamou o Narrador.
Yuki disparou contra o saiyajin, que ciente se preparou para se defender. Ele fechou seu punho direito e o empurrou em um soco simples, Vegeta bloqueou o golpe com a palma da mão esquerda, o impacto foi tamanho que todo o estádio sentiu o tremor, os pés do saiyajin foram inclusive arrastados por alguns centímetros, antes dele revidar com a direita usando um soco ainda mais potente, que atingiu Brave Yuki na testa para lançá-lo voando para o outro lado da plataforma. Fatalmente, ele não conseguiu evitar o impacto, seu corpo pareceu dissolver-se em uma fumaça branca, destroçando parte do muro no momento em que o atingiu e só não foi adiante derrubando as arquibancadas porque acabou parando junto à barreira de Whis.
— Já acabou? - o Narrador perguntou-se perplexo.
Foi quando a fumaça revelou o inesperado, no lugar do corpo de Brave Yuki, estava um tronco de madeira que ficou despedaçado com o impacto.
— Como?! - Vegeta ficou surpreso, quando olhou para a direita ao sentir o ki de seu oponente e lá estava Brave, de pé daquele lado da plataforma.
— Uuff... Essa foi por pouco! - ele passou a mão na testa, onde havia um corte no supercílio. - Eu mal posso acreditar que exista alguém como você, que conseguiu segurar o meu soco facilmente e revidou com ainda mais força! Eu estou muito excitado, ninguém vivo havia conseguido isso antes! Minha frustração em vida acabou, finalmente encontrei gente tão forte quanto eu aqui na Terra!
— O participante Brave Yuki evitou sua derrota substituindo seu corpo por um tronco de madeira, não dá para acreditar!
— (Minha mão está latejando até agora depois daquele soco...) - Vegeta dizia a si mesmo em pensamento ao abri-la e fechá-la. - (E aquela técnica foi muito estranha, pelo visto esse verme não é um lutador qualquer como eu imaginava.)
Vegeta se colocou em sua posição combate, pernas arqueadas, punho fechado para a direita e mão esquerda aberta na altura da testa.
— Os rumores são verdadeiros e tudo o que eu vi até agora nas lutas anteriores é de fato o que parecia, realmente existem lutadores poderosos que são terráqueos como eu e apesar de se vestir como um punk, você parece ser um dos mais fortes Vegeta-san!
— Deixe de dizer bobagens e lute!
— Claro, eu não vou perder a oportunidade de lutar com alguém com quem eu posso usar toda a minha força sem me preocupar! - Brave Yuki curvou os braços junto ao corpo, pronto para reiniciar o combate. - Prepare-se Vegeta-san, pois eu irei com tudo!
Brave Yuki tomou impulso e começou a correr na direção do saiyajin com os braços abertos para trás. Em meio a sua corrida, ele posicionou sua mão direita levemente abaixo do rosto, de forma semiaberta, apenas com os dedos polegar, indicador e médio levantados na vertical. Com a esquerda, ele fez a mesma posição e a colocou junto à outra na forma de uma cruz e no momento seguinte, dois clones saíram dele, um de cada lado.
— Mas que diabos é isso? - Vegeta questionou-se. - É a técnica dos yadoratseijins?
— Wow, o participante Brave Yuki se dividiu em três e parte com tudo para o ataque! Será que o participante Vegeta conseguirá se defender?
— Isso é ridículo! - afirmou o príncipe, pouco antes de bloquear a voadora do primeiro clone com o braço esquerdo e a investida de ombro do segundo usando as duas mãos.
— Se parece muito com a técnica do Tenshinhan!
— É papai, mas o Senhor Tenshinhan não consegue se dividir em mais do que quatro! - completou Goten no momento em que viu o terceiro clone fazer o selo de mão outra vez, começando a se dividir várias e várias vezes, não demorou muito para houvessem mais de vinte clones se lançando contra Vegeta ao mesmo tempo.
— Isso é surreal respeitável público, o participante Brave Yuki se transformou em um exército e agora pressiona Vegeta em uma luta impressionante!
Os clones de Yuki tentavam atacá-lo de todo o jeito possível e com um sorriso debochado, o Príncipe dos Saiyajins bloqueava com facilidade a cada golpe usando seus membros.
— Eu já disse que isso é ridículo! - Vegeta bloqueou o chute de um dos clones com a perna direita e devolveu um soco que quase lhe arrancou a cabeça e em seguida usou o cotovelo esquerdo para acertar a cara de outro que vinha por trás, ambos clones foram lançados para longe e se desfizeram em fumaça branca. - De que adianta se multiplicar se suas cópias são assim tão frágeis? - sem piedade, ele enterrou o punho direito no estômago de outro clone que sentiu como se sua barriga fosse parar nas costas, antes de também evaporar. - Esses seus clones não passam de insetos!
— A técnica desse cara é impressionante até certo ponto. - comentou Trunks. - O guerreiro pode se multiplicar em quantas vezes seu ki permitir, mas a fraqueza dela é que os clones se dispersam se sofrerem dano, não é como o Shishin no Ken aperfeiçoado que o Senhor Tenshinhan utilizou contra mim no Planeta Tsufuru.
Vegeta continuava a destruir os clones golpe a golpe, até que o último dissipou-se com uma cotovelada vertical nas costas.
— Era o último?
— Sim, mas esses clones eram apenas uma distração!
— Como é?
Vegeta ficou surpreso ao ver que o Brave Yuki original também se desfez em fumaça e no instante seguinte, viu o que era realmente o original, que se envolveu em uma aura branca de ki e avançou contra ele em extrema velocidade.
— Parsley... - enrijecendo os músculos, Yuki focou todo o seu ki no braço esquerdo, que ficou vermelho, rasgando a luva em fiapos. - SMASH!
Pegando por baixo da defesa do saiyajin, Brave desferiu um gancho vertical de grande impacto com o punho esquerdo, que o atingiu no queixo, lançando-o para o alto em pilar de ar que destroçou aquela parte do chão da arena, deixando-a fragmentada.
— Essa não, papai! - Bra assustou-se na arquibancada com o que assistia.
— Eu ainda não acabei! - com o braço esquerdo mole depois do golpe, Yuki esticou a direita para o lado, a envolvendo em ki e formando uma lâmina de energia que parecia uma grande faca do tamanho do seu corpo que também resplandeceu em um pilar de ki. Ele então puxou seu braço com a espada para o seu lado esquerdo. - Jitsume Tenshou!
Yuki balançou o braço em um corte vertical ascendente, uma onda de energia cortante subiu aos céus e atingiu Vegeta nas costas, causando uma explosão que se expandiu como uma fenda. Todos ficaram boquiabertos, até que então viram Vegeta despencar com um corte nas costas, vertendo em sangue até cair pesado no chão da arena, a torcida gritou alucinada.
— Que combinação impressionante, o participante Vegeta está no chão!
— Não pode ser! - exclamou Trunks.
— Esse cara é impressionante! - comentou Uub. - O mais incrível é que ele é apenas um terráqueo, assim como eu!
— Como o participante não se levanta, terei de iniciar a contagem! Um, dois...
— Vamos Vegeta, levante-se! - exclamou Bulma.
— Três, quatro... - o Narrador continuava a contar e Brave Yuki, um tanto ofegante, esperava pela sua vitória, mas acabou surpreendido quando ouviu uma risada.
— Hahahahahahaha... - o Narrador parou a contagem, pois o saiyajin começou a se mexer. - Tenho que admitir que esse golpe não foi ruim, você não é tão mau quanto eu pensava.
— Eu digo o mesmo a seu respeito, Vegeta-san. - Brave Yuki disse para o saiyajin, que já terminava de se levantar com alguns chamuscados pelo corpo.
— Hmpf, é estúpido se pensou que ia me derrotar tão facilmente. Contudo, você me deixou contente, essa luta não vai ser uma total perda de tempo afinal.
— Se está me dizendo isso, é porque ainda está escondendo seu verdadeiro poder e isso é bom, pois eu também não te mostrei todas as minhas habilidades!
— Pois então faça ao invés de ficar dizendo besteiras!
— É o que estamos vendo senhoras e senhores, Brave Yuki é um participante cheio de surpresas, mas Vegeta é realmente muito forte! Quem dos dois será o vencedor?
— Muito bem rapaz, agora será a minha vez de atacar! HEEAAAH! - Vegeta partiu para o ataque, sua combinação de socos e chutes rapidamente deixou Yuki na defensiva, que começou a ser empurrado para trás, ainda que estivesse conseguindo se defender com dificuldade. O saiyajin o golpeou com um cruzado de esquerda, um chute de direita na cabeça e uma joelhada na barriga com a perna esquerda, o próximo golpe seria um soco de direita no tórax, mas ao executá-lo, o corpo de Brave se tornou em fumaça com o impacto, aquele era apenas um clone como os de antes. - O que?!
Logo em seguida, Yuki chamou a atenção atrás dele:
— Estou aqui! - apoiada pela esquerda, Brave Yuki tinha a mão direita com o dedo indicador apontado como se fosse uma pistola e ali concentrou seu ki para um ataque de energia. - Leishotto!
Ele disparou seu ataque, que como uma grande bala meteórica de energia azul, acertou Vegeta em cheio. O saiyajin porém surgiu da explosão com apenas alguns chamuscados a mais, já se lançando para o contra-ataque com um soco direto no nariz que o jogou para trás e depois desapareceu, reaparecendo atrás dele e lhe golpeando nas costas com a canela direita, o ricocheteando para o outro lado.
— Vamos ver se você gosta de ser atacado pelas costas. - Vegeta estendeu sua mão esquerda aberta, com o polegar flexionado. - Ataque Big Bang!
O poderoso ataque do Príncipe dos Saiyajins o tragou em um resplendor dourado, uma grande explosão que trincou alguns pedaços da plataforma aconteceu, deixando o estranho terráqueo bem ferido, caído de bruços próximo à borda.
— Que contra-ataque cruel foi esse senhoras e senhores? Agora é o participante Brave Yuki quem está no chão! Eu vou iniciar a contagem, um, dois, três...
— Mandou bem papai! - gritou Bra.
— Espere, o que é aquilo? - Bulma perguntou no momento em que o corpo de Yuki se dissolveu em fumaça, interrompendo também a contagem do Narrador.
— Parece que já não consigo mais manter meu disfarce... - Brave Yuki falou ainda no chão, mas com a voz firme.
— Disfarce? - Vegeta ficou confuso quando o esvair-se explicou do que se tratava, Brave Yuki ainda estava no chão, com a mesma aparência de antes, salvo por uma pequena diferença acima de sua cabeça.
— Uma auréola! - exclamou Uub.
— Isso quer dizer que esse cara veio do Outro Mundo? - perguntou Goku.
— Espere um momento, você está morto!
— Sim Vegeta-san... - ele confirmou ao estar se levantando, havia rasgos em suas roupas e ferimentos pelo corpo. - Eu vivi na Terra há mais de quatrocentos anos atrás, acho que nasci com alguma pré-disposição genética, pois desde pequeno eu já era mais forte que as outras crianças. Eu queria ser um atleta, todos os dias eu fazia flexões, abdominais, agachamentos e corria, sem querer acabei me transformando em um deus entre os homens e decidi então me mudar para a Capital do Sul para me tornar um herói. No entanto, eu vivia frustrado, nenhum inimigo me dava satisfação, eu era forte demais para esse mundo. Eu era invencível e acabei vencido, vencido por uma doença no coração em decorrência da minha depressão na Era 376, com apenas vinte e cinco anos.
— Morrer desta forma estúpida feriu seu orgulho, não?
— Exatamente, por isso escondi a auréola com minha técnica de transformação. No Outro Mundo, eles permitiram que eu ficasse com meu corpo e lá comecei a treinar pra valer, desenvolvendo novas técnicas e habilidades, havia muitos adversários bons com quem lutar, mas aquilo ainda não me satisfazia. Meu sonho ainda era lutar com alguém do meu nível aqui na Terra e foi por isso que decidi usar do meu direito de passar um dia no mundo dos vivos para vir aqui hoje, neste torneio onde se reuniriam os melhores entre os grandes guerreiros que surgiram por aqui nos últimos anos! Você não faz ideia de como esta luta me faz feliz Vegeta-san!
Yuki fechou os olhos com uma expressão de paz, retirou seu cachecol e o jogou para longe. Depois apoiou seu punho direito no chão, começando a tensionar seus músculos como se fossem de borracha, todo o seu corpo começou a esquentar e ficar vermelho, sua expressão de paz se tornou uma expressão de esforço.
— Mas o que é isso? O corpo do participante Brave Yuki está fervendo! - comentou o Narrador ao ver a fumaça que emitia.
— O ki dele está aumentando! - comentou Uub.
— Level Second! - ele disse ao erguer-se e flexionar os braços junto ao corpo. - OOOAAAAAHH!!!
Uma aura branca de ki o envolveu e sua camiseta se rasgou, revelando seu tronco com seis cicatrizes redondas, dispostas como as estrelas da constelação de Octans no céu. Fervendo, ele foi com tudo em direção ao saiyajin, uma combinação de golpes com as pontas dos dedos a uma velocidade absurda deixou o príncipe a defender-se.
— Maldição! - Vegeta disse a si mesmo, enquanto não conseguia evitar tomar golpes.
— ATATATATATATATATATATAATAA!!!
— Seu inseto! - Vegeta conseguiu reagir usando sua canela direita para afastá-lo com um chute, mas Yuki bloqueou, caiu em pé e deslizou na plataforma. - Não pense que vai me derrotar só porque seu poder e sua velocidade aumentaram um pouco!
— Tem certeza? - Yuki perguntou de forma debochada e em seguida ficou sério, com um olhar penetrante. - Omae wa mou maketa [Você já está derrotado].
— O que?! - no instante seguinte, Vegeta sentiu seu corpo estufar e sangue jorrou de seus olhos, de seus ouvidos, de seu nariz e de sua boca, suas veias sobressaltaram-se e logo sua face ficou inexpressiva, seu corpo ficou mole e caiu de joelhos, murchando em um instante.
— O que foi isso? Pai! - exclamou Trunks em meio ao choque coletivo.
— Deve ser uma técnica de assassinato como as do Hit! - teorizou Goku.
— Eu não posso ver, isso é horrível! - Marron cobria o rosto.
— Mestre... - Kyabe assistia pelo televisor, em choque.
— Nankyokusei Hyakuretsu Ken. - o mundo pareceu parar para Brave Yuki dizer o nome de sua técnica. - Normalmente, o corpo do meu oponente explode quando atinjo seus pontos de pressão com essa técnica e como eu esperava, você é forte demais para que isso aconteça. - Yuki começou a correr. - Este será o golpe final Vegeta-san!
Inerte, o Príncipe dos Saiyajins estava para receber o soco fulminante que o lançaria para fora, babando seu próprio sangue, Vegeta se sentiu humilhado.
— VERME MALDITO! AAAAAAHH!
Ainda de joelhos, ele abriu os braços e explodiu em ki, o resplendor dourado ofuscou a todos e fragmentou aquela parte do ringue. Brave foi parar longe, perdendo o Level Second e voltando ao seu estado normal.
— Mistério! - ele exclamou sentado no chão ao ver Vegeta como Super Saiyajin.
— Ah, o participante Vegeta também é capaz de se transformar como a participante Caulifla! - foi então que o Narrador se recordou do que houve há dezesseis anos atrás, quando o saiyajin estava possuído por Babidi e transformado, matou grande parte do público em dita ocasião, não conseguiu evitar ser tomado pelo pânico. - Ai meu pai, estamos ferrados!
Yuki se levantava impressionado e Vegeta começou a falar:
— Jamais... Jamais serei humilhado por um verme como você! - Vegeta apoiou seu pé esquerdo no solo e se lançou como um míssil, o herói não teve tempo de reação e recebeu um soco na barriga que o levantou do solo, vomitando sangue e fluídos gástricos. Juntando as mãos, o saiyajin as balançou como uma marreta para seu lado direito, desferindo um golpe nas costas que o derrubou de bruços e em seguida pisou em sua cabeça com toda a força. Não satisfeito, pisou uma segunda vez, o afundando no solo. Ofegante, Vegeta olhou para ele por um instante e ao ver que não se mexia, olhou para o Narrador e gritou. - Anda logo, comece a contagem!
— C-certo, um, dois... - Vegeta permaneceu ali e quando a contagem chegou ao cinco, ele deu as costas e começou a se retirar ainda transformado, seu oponente estava praticamente morto no chão.
— Acabou? - perguntou Pan.
— Essa não, será que o meu pai perdeu a cabeça e o matou? - Trunks questionava-se.
— Sete, oito...
— NÃO!... - Brave Yuki gritou com a voz fraca, chamando a atenção de todos. - Eu acredito no coração dos meus poderes... Esta luta... ainda não acabou!
Vegeta olhou para trás para surpreender-se ao ver Yuki se levantando com extrema dificuldade por causa dos ferimentos e da cabeça toda ensanguentada.
— Não pode ser! Como é possível que...?
— Enquanto as estrelas que iluminam o sul estiverem comigo, não me darei por vencido! - uma energia espiritual azul começou a exalar de Yuki, que flexionou levemente as pernas e começou a mover as mãos de um jeito hipnótico.
Ninguém esperava que a batalha entre Vegeta e aquele misterioso lutador do Outro Mundo fosse roubar as atenções. Movido por um poder astral desconhecido, Brave Yuki estava novamente de pé, disposto a enfrentar o Príncipe do Saiyajins até seu último fôlego!




Compartilhe este capítulo:

Autor(a): fagnerlsantos

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo

— Não pode ser! Como é possível que...?— Enquanto as estrelas que iluminam o sul estiverem comigo, não me darei por vencido!Brave Yuki estava se levantando para a surpresa de todos, mesmo depois de estar com a cabeça e o corpo arrebentados. A energia espiritual que o iluminava parecia impulsioná-lo a ficar em pé, ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais