Fanfics Brasil - A reedição de uma final! Goten vs. Trunks Dragon Ball GT Kai

Fanfic: Dragon Ball GT Kai | Tema: Dragon Ball


Capítulo: A reedição de uma final! Goten vs. Trunks

47 visualizações Denunciar



— Não pode ser! Como é possível que...?
— Enquanto as estrelas que iluminam o sul estiverem comigo, não me darei por vencido!
Brave Yuki estava se levantando para a surpresa de todos, mesmo depois de estar com a cabeça e o corpo arrebentados. A energia espiritual que o iluminava parecia impulsioná-lo a ficar em pé, tomando conta de seu ser aos poucos. Arqueando levemente as pernas, começou a mexer os braços em movimentos circulares de um jeito hipnótico, desenhando a constelação de Octans com as mãos e Bills, assistindo do camarote, puxou assunto com seu anjo:
— Whis.
— Sim Senhor Bills?
— O ki dele está diferente!
— Sim, mas não se trata de ki divino, é uma energia espiritual pura como a da Genkidama.
— Isso eu já notei, o que me pergunto é: como ele consegue gerar esse tipo de energia sozinho e neste estado?
— Ele não está gerando, esse poder astral está vindo até ele de algum lugar e eu diria até que ele só está de pé por causa disso.
— Interessante, pelo visto o idiota do Vegeta pode perder se continuar se segurando.
— Me dê sua força! - Yuki fechou seu punho direito, concentrando ali todo o seu poder. - Meteoro de Octans!
Envolto em um denso ki brilhante, Brave estendeu seu punho para frente e passeou pela arena, pegando o Príncipe dos Saiyajins de surpresa com uma porção de socos na velocidade da luz. Literalmente atropelado, Vegeta caiu de cabeça antes de estirar-se de bruços, a torcida ficou alucinada. Segundos se passaram e ele foi se levantando, ao olhar para trás, viu que a energia espiritual continuava presente em Yuki e crescendo.
— Como é possível que seu ki esteja aumentando, seu verme?!
— Vegeta-san, vejo que está impressionado comigo, mas eu estou mais com você. Estou dando tudo de mim e você continua de pé!
— Tch...
— Pelo visto, terei de usar a minha técnica mais poderosa para te derrotar!
Aquelas palavras despertaram a curiosidade do Príncipe dos Saiyajins, que viu seu oponente afastar as pernas, juntar as mãos em forma de concha e posicioná-las juntas ao lado direito do corpo, a surpresa coletiva foi imediata!
— Aquele é... - disse Goku.
— Não acredito! - exclamou Mestre Kame, que estava assistindo da arquibancada, sentado na fileira de cima de onde Chi-Chi, Bulma e Bra estavam, ao lado de Kuririn e #18.
A luz reluziu por entre seus dedos, uma esfera de energia se formou em suas mãos e ela começou a aumentar de tamanho, aquele indivíduo estava prestes a disparar um Kamehameha ou, no mínimo, uma técnica muito parecida.
— On... da... Vi... tal! AAH!
Fortalecido pela energia espiritual, aquele ataque de energia contínua gigantesco cruzou a arena rumo o saiyajin, que teve tempo apenas de bloqueá-lo cruzando os braços em forma de xis.
— Como é possível que ele saiba... a técnica de Kakarotto?!
— Isso não é possível! - exclamou Kuririn. - O Goku utilizou o Kamehameha na luta com o Upa, mas de uma forma diferente, não tinha como ele saber como era a técnica original!
— Todo o poder! Level Third!
O novo incremento inflou os braços de Yuki, que conseguiu uma força tremenda para empurrar a Onda Vital. Vegeta começou a gemer, não estava conseguindo segurar aquele ataque e mesmo transformado em Super Saiyajin, estava sendo empurrado com força em direção à borda.
— Você é realmente interessante, parece até que quebrou uma Quarta Parede para desenvolver uma técnica idêntica a do Kakarotto sem nunca tê-lo conhecido. - ele inflou os músculos, passando para o Super Saiyajin Ascendido que usara contra Cell no passado, o que foi suficiente para interromper a força que o empurrava, parando a poucos centímetros da borda. - No entanto, se este é o seu nível máximo, já não há mais motivos para eu continuar perdendo meu tempo com você. Está na hora de acabar com essa luta! AAAAAAAHH!!!
Um resplendor flamejante tomou conta de Vegeta e uma grande explosão que tragou toda a arena aconteceu. Quando a luz foi se apagando, havia muita poeira por todo lado.
— O que aconteceu? Quem venceu? - se perguntava o Narrador com os óculos fora do lugar, pois tinha sido jogado para longe e colidido com o muro.
Brave Yuki apareceu de pé, ofegante e em seu estado normal e do outro lado, Vegeta se encontrava acima do solo, mais magro e de cabelos e olhos vermelhos, exalando o poder divino do Deus Super Saiyajin. Estava ileso e não apenas isso, a transformação renovou suas energias, o que fez o herói rir antes de falar:
— Essa pressão... É como a de um deus! Agora vejo que eu jamais conseguiria vencê-lo, você é realmente surpreendente... Vegeta-san...
Sem forças, Yuki começou a cair para trás e dado o fato de que se encontrava na borda da plataforma, ele caiu de costas na grama, o silêncio imperou até o anúncio oficial.
— Está fora! O vencedor é o participante Vegeta!
— Você é o maior papai! - gritou Bra.
Ouviram-se novamente os gritos da torcida, o Príncipe dos Saiyajins voltou ao normal e Brave continuava lá, exausto no chão com um sorriso no rosto. Antes que alguém tomasse qualquer iniciativa, uma velha bruxa de preto, flutuando em uma bola de cristal se aproximou dele.
— Olha só para você, parece um cachorro atropelado.
— É Vovó Uranai, eu estou esgotado... Mas valeu muito a pena!
— Agora que você perdeu e já não pode mais ganhar o prêmio para mim, está pronto para ir garoto?
— Sim, sei que ainda tenho mais algumas horas, mas já não tenho mais o que fazer aqui.
— Pois então coma isso e vamos. - a velha lhe atirou uma Semente dos Deuses direto na boca, a qual Yuki engoliu, podendo assim restaurar suas energias e se levantar.
— Ei. - Vegeta se aproximou dele. - Onde aprendeu aquela última técnica?
— Você quer mesmo saber?
Vegeta ficou em silêncio e deu um leve sorriso antes de responder:
— Entendo, você não é um cara normal... - ele nada mais disse e deu as costas, tomando o caminho rumo à sala dos lutadores.
— (Você foi o rival perfeito, obrigado pela luta da minha vida, Vegeta-san!) - Yuki agradeceu em pensamento e ergueu a mão esquerda para despedir-se, ainda que o Príncipe dos Saiyajins estivesse alheio a tudo enquanto caminhava para a saída. Brave posicionou a mão direita na frente do rosto com os dedos polegar, indicador e médio levantados em um selo de mão, em um estouro de fumaça, ele e Uranai sumiram, ficando apenas o seu cachecol, perdido em outro canto do gramado.
— Esse cara conhecia até mesmo o Kamehameha, o que foi tudo isso afinal? - perguntou Kuririn.
— Difícil dizer, eu mesmo sequer havia nascido na época em que esse rapaz viveu e também nunca o vi ou soube de sua existência até então, talvez seja só uma coincidência. - respondeu Kame. - O que não me surpreende é que a minha irmã esteja envolvida nisso, afinal de contas, ela vive recrutando lutadores estranhos daqui e do Outro Mundo.
Naquele momento, Vegeta estava passando por Uub e Goku.
— Foi uma excelente luta Senhor Vegeta! - Uub o fez parar e desviar o olhar para trás.
— Ouça Kakarotto!
— Hum?
— Eu estou me poupando diante desses insetos unicamente para poder enfrentar você, quero que hoje decidamos de uma vez quem de nós dois é o mais forte, então não faça nenhuma bobagem!
— Claro, não precisa nem dizer!
— E você também... Uub.
— Eu? Oh, com certeza Senhor Vegeta!
O Príncipe dos Saiyajins deu um leve sorriso de confiança e depois caminhou mais alguns passos até chegar onde estava Kyabe.
— O senhor está bem mestre?
— Mas é claro que eu estou! Por acaso pensou que aquele cara conseguiria me derrotar?
— Não, eu só... fiquei preocupado. Acho que o senhor poderia ter acabado com a luta antes.
— Aquele cara me surpreendeu e não achei prudente me lançar com tudo sem antes conhecer os limites dele, eu poderia acabar gastando mais energia do que o necessário.
— O senhor está guardando seus poderes para enfrentar o Senhor Goku não é? - a pergunta retórica de Kyabe não teve resposta. - Não se esqueça que você vai ter que me derrotar antes de disso e eu não vou deixar que me vença!
— Ah, é bom ouvir isso, finalmente está deixando seu sangue saiyajin falar por você. Depois da próxima luta será a sua vez e você se diz mesmo um guerreiro saiyajin, está proibido de perder, eu fui claro?
— Sim mestre! - ele se retirou e deixou Kyabe a pensar. - (Ainda não sei o que o senhor espera de mim aqui, mas não vou te decepcionar, eu prometo!)
Kyabe curvou-se em sinal de respeito e como sempre, Vegeta sequer estava olhando, caminhando para longe dele.

O príncipe tinha ido até o banheiro para lavar o rosto, pois ainda havia o sangue que fora jorrado resultante do Nankyokusei Hyakuretsu Ken de Brave Yuki.
— O que faz aqui Trunks? - ele perguntou, enxergando-o pelo espelho ao enxugar o rosto com uma toalha.
— Nada. - ele ficou sem jeito ao ver que seu pai o havia notado. - É que o senhor perdeu muito sangue depois daquele ataque, eu só vim ver se o senhor estava bem.
— Por que está preocupado comigo? Não está na hora da sua luta?
— Aah... - Trunks foi surpreendido quando seu pai se virou e o agarrou pelo colarinho.
— Por que está aqui agora se o momento que você tanto queria finalmente chegou?! Não foi para isso que você me pediu para treiná-lo? Para derrotar o filho de Kakarrotto?
— Sim, mas...
— Então vá para lá agora mesmo e honre o sangue de guerreiro saiyajin de elite que percorre pelas suas veias!
Vegeta encarou o filho nos olhos e Trunks, entendendo o estímulo de seu pai segurou seu pulso com a mão esquerda. Vegeta soltou sua regata e ele acenou confirmando com a cabeça, sério, pois seu pai tinha razão, o momento de enfrentar seu velho amigo de infância havia chegado!

Enquanto isso, Goten alongava as pernas, uma de cada vez, apoiando as mãos nos joelhos. Era o retrato vivo de seu pai, salvo pelo cabelo cortado.
— Nossa, fazia tempo que eu não me sentia tão animado com uma luta, vai ser incrível poder lutar contra o Trunks depois de tantos anos!
— Aiaiai, eu não sei para quem eu vou torcer! - comentou Pan.
— Não baixe a guarda Goten! - alertou Goku. - Sei que está confiante porque ficou mais forte do que ele durante a viagem de vocês, mas não se esqueça de que o Trunks é filho do Vegeta é um saiyajin como você, ele deve ter treinado muito para te superar outra vez.
— Tá papai, eu vou tomar cuidado!
— Vai lá Goten e que vença o mais forte entre vocês dois!
— Obrigado Uub, vou me esforçar ao máximo!
— Goten. - quando ele virou o rosto para Marron, ela colocou a mãos em seus ombros e aproximou o rosto para lhe dar um beijo em seus lábios. - Boa sorte!
— O-Obrigado! - o sorriso de sua namorada o encheu de confiança.
Na arena, o público ainda estava a comentar o desaparecimento repentino de Brave Yuki, que havia deixado a todos se questionando o que havia acontecido. Era verdade também que aquela não foi a primeira coisa surreal que tinha acontecido naquele torneio e não havia tempo para recuperar o fôlego e pensar sobre isso, pois mais um grande combate estava a espera de começar!
— Err... Senhoras e Senhores? - o Narrador chamou a atenção para si. - Senhoras e Senhores, estamos hoje aqui acompanhando grandes combates entre lutadores de um nível tão alto que somos incapazes de compreender totalmente do que são capazes. Contudo, essa é a verdadeira magia do Torneio de Artes Marciais e não há tempo para descansarmos, pois as grandes lutas continuam! - ele fez uma pausa para deixar a torcida excitar-se e depois pediu silêncio para continuar. - E agora vamos receber os competidores do sexto combate, Son Goten e Trunks!
Goten e Trunks surgiram na passarela lado a lado e caminharam na direção da plataforma.
— Lá está ele, é o meu irmão! - exclamou Bra.
— Manda ver Trunks, mostre a eles como você é forte! - gritou Bulma.
— Não se dê por vencido Goten! - bradou Chi-Chi.
— Trunks, boa sorte! - Mai, que assistia da fileira de baixo de onde Bulma e Chi-Chi estavam, levantou-se para gritar, praticamente empurrando Pilaf e Shu, que estavam a sua direita e a sua esquerda respectivamente.
— Argh! O que é que eu estou fazendo aqui afinal? - Pilaf se perguntava.
— Gill, Gill, Gill! - em silêncio até então, Gill se manifestou surgindo por trás do ombro de Mai.
Ambos tinham uma torcida e tanto e enquanto caminhavam, os amigos desviaram o olhar um para o outro.
— Estar aqui outra vez trás muitas lembranças para mim!
— Para mim também Trunks, mas não pense que vou deixar você me vencer, desta vez serei eu o vencedor!
— Então é melhor se esforçar, eu treinei muito e não vou perder para você!
— Aí estão eles meus caros espectadores, tanto Trunks como Goten estiveram competindo aqui na 28ª edição, mas o mais incrível é que estes dois foram os finalistas daquele eletrizante enfrentamento final da extinta Categoria Infantil no 25º Torneio de Artes Marciais, o que significa que estes amigos terão hoje a sua revanche! Estejam prontos para um grande embate!
Kyabe e Vegeta se juntaram a Uub, Goku, Marron, Pan e Buu na porta de saída para a arena.
— Parece que você também não vai querer perder nenhum detalhe desta luta, não é? - Goku perguntou para Vegeta, que de braços cruzados, observava sério e atento.
Goten do lado esquerdo e Trunks do lado direito, ambos saiyajins se colocaram em posição de combate de forma a reeditar aquela luta de dezesseis anos atrás, a torcida permanecia animada enquanto os lutadores mantinham sua visão fixa nas iminentes ações que seu oponente tomaria quando o combate iniciasse.
— Estão preparados? Comecem a lutar!
O gongo soou e ambos saiyajins rugiram rumo ao encontro de seus antebraços direitos, que reverberaram vento com o impacto. No centro do ringue, começaram a fazer força, dispostos a empurrar e fazer ceder a defesa que tinham ao manter o braço firme em posição.
— Você lembra Goten? Foi assim que a nossa luta iniciou daquela vez.
— Sim, é nostálgico, mas desta vez, o final vai ser diferente!
Goten foi mais forte e surpreendeu Trunks ao empurrar seu braço, o filho de Goku então começou uma combinação de golpes que deixou o herdeiro de Vegeta na defensiva, até que conseguiu afastá-lo com um soco que foi bloqueado, o que fez ambos irem para trás. Os dois saiyajins rolaram no ar e ao aterrissarem, se lançaram novamente em um salto, reiniciando a troca de golpes acima do solo, flutuando no ar.
— Muito bem Goten, continue assim! - gritou Chi-Chi.
— Não deixa Trunks! - gritou Bulma.
Foi neste momento que chegou alguém e se sentou ao lado direito de Videl, que estava ao lado direito de Chi-Chi.
— Cheguei em tempo?
— Gohan! - Videl ficou feliz ao ver o marido. - A Pan ainda não lutou, mas a luta do seu irmão acabou de começar!
— Nossa, são o Trunks e o Goten, que demais!
— É, acho que vai ser ainda mais intenso do que foi daquela vez.
Trunks atingiu Goten com um soco de direita e este revidou com outro em sua face, depois tentou um segundo soco que atingiu o nada, pois o filho de Vegeta desapareceu e tentou uma cotovelada vertical ao reaparecer atrás. Goten fez o mesmo e sumiu de igual modo, reaparecendo ao seu lado e tentando um chute com a sola do pé que Trunks conseguiu esquivar para tentar contra-atacar com um soco de esquerda, mas o filho de Goku desapareceu outra vez e surgindo por trás, investiu com o punho fechado. Trunks conseguiu se virar e abafar o golpe a tempo com a palma da mão direita a fim de usar a esquerda para socá-lo em diagonal na direção do chão. O filho de Goku aterrissou em pé, seu oponente desceu ao seu encontro, Goten investiu com punho outra vez para um soco e em um movimento rápido, Trunks sumiu de sua vista com um Zanzoken, fazendo-o frear e deslizar os pés sob o chão do ringue.
— Me deixe adivinhar, agora você vai tentar me atingir de cima.
Prevendo o próximo movimento, Goten ergueu a cabeça já logo usando o braço direito para bloquear o potente soco de seu oponente. Sorrindo, jogou o corpo para frente como se rolasse e com a perna direita estendida, atingiu Trunks na cabeça com a canela. Ele fora lançado com violência para longe, mas se estabilizou no ar a tempo de desaparecer para evitar a voadora do irmão de Gohan que já veio ao seu encontro como uma lança, o obrigando a fixar seu pé na borda da plataforma e avançar na direção contrária, pois Trunks havia reaparecido lá atrás e já vinha ao seu encontro, um grande impacto ressonou em um soco trocado que repuxou suas faces, os afastando. Ao se colocarem em suas posições de luta, a seriedade em seus rostos foi substituída por sorrisos de excitação, a torcida foi à loucura diante daquele início de combate frenético entre os jovens saiyajins.
— Mandou bem Trunks, continue assim! - Mai torcia enquanto agarrava Shu pelo pescoço e o socava, para desespero do mesmo.
— É isso aí Goten! - exclamou Marron.
— Wow, isso é demais! - comentou Uub. - Eu nunca tinha visto o Goten e o Trunks lutando desta forma antes, estão bem animados!
— É verdade. - concordou Goku. - Esses dois são muito amigos, mas quando se enfrentam a coisa fica séria, se parecem com o Vegeta e comigo.
— Cala a boca, não nos compare com eles, eu não sou seu amigo!
— Calma Vegeta, é modo de falar, já eles são o seu filho e o meu filho, não? - Goku mudou para uma expressão debochada. - Além disso, no fundo você me considera um amigo que eu sei.
— Grr... O que importa é que o Trunks vai vencer o Goten, isso eu posso te garantir.
— Ah, não tenha tanta certeza disso Vegeta, o Goten treinou muito!
— Seja como for, essa luta está muito divertida! - comentou Uub. - Manda ver Trunks, Goten!
Os meio-saiyajins continuavam a se encarar e nisso então resolveram trocar algumas palavras:
— Vejo que não relaxou nem um pouco, mesmo tendo ficado mais forte do que eu depois da nossa viagem.
— Ainda bem, porque se eu relaxasse Trunks, você ia acabar me superando de novo!
— Nós crescemos, mas parece que ainda nos divertimos lutando um contra o outro.
— Verdade, só que a diferença é que agora sou eu o mais forte e para provar isso, eu vou te derrotar sem usar o meu braço esquerdo.
— Ah, corta essa Goten! - ele disse perplexo, com os ombros caídos, o que fez seu oponente soltar uma gargalhada pelo fato da situação ter se invertido.
— Hahahah... Só estou brincando! O que acha da gente passar para o próximo nível?
— É uma boa ideia! AAAAH!
Trunks se tornou um Super Saiyajin, dando um contraste para as cores escuras de suas calças verdes e sua regata preta com braceletes laranja. Goten então fez o mesmo, fazendo seu gi laranja pender para o amarelo. De cabelos loiros e olhos verdes, ambos voltaram a suas posições de combate.
— Isso é incrível, os participantes Goten e Trunks também conseguem mudar a cor do cabelo! - comentou o Narrador. - Se eu me lembro bem, eles já haviam utilizado essa transformação naquela luta da Categoria Infantil do 25º torneio. Preparem-se para grandes emoções, meus amigos!
— Essa não, por que eles se transformaram em Super Saiyajin? Vão chamar a atenção!
— Acho que é um pouco tarde para se preocupar com isso Gohan. - disse Videl, que já tinha assistido todas as lutas intensas que haviam acontecido até então. - Mas o meu pai fez questão de que apenas a imprensa de rádio pudesse transmitir o torneio, então não precisa se preocupar, pois acredito que todas as coisas que acontecerem aqui vão virar apenas relatos duvidosos de quem viu, não acho que haja risco de alguém reconhecer vocês da luta contra o Cell ou mesmo da luta contra o Baby, que foi ocultada na mente das pessoas com o desejo das Esferas do Dragão de Nova Namekusei, eu mesma sabendo de tudo só tenho vagas recordações de quando era escrava de Baby.
— Nesse caso... Vai com tudo Goten!
— Você está pronto Trunks? - perguntou Goten.
— Mas é claro que estou!
— Então se prepara! AAAAAH!!!
— HAAAAAH!!!
Motivados, os Super Saiyajins mestiços avançaram um contra o outro mutuamente para o reinício do combate. Uma velha rivalidade entre dois amigos reacendeu naquele ringue e ambos estavam dispostos a dar tudo de si para vencer no final. A grande batalha entre Trunks e Son Goten está apenas começando...





Compartilhe este capítulo:

Autor(a): fagnerlsantos

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

- Links Patrocinados -
Prévia do próximo capítulo

O som de cada choque ressonava aos impactos no céu da arena do Torneio de Artes Marciais, a plateia jazia boquiaberta enxergando apenas flashes de luz deixados para trás pelos amigos saiyajins, lutando a uma intensidade fora do comum.Goten bloqueara o soco de seu oponente com o joelho esquerdo, já balançando aquela perna para chutá-lo. Tr ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais