Fanfics Brasil - Um desafio para Kyabe! A Verdadeira Chama Espiritual de Animalia! Dragon Ball GT Kai

Fanfic: Dragon Ball GT Kai | Tema: Dragon Ball


Capítulo: Um desafio para Kyabe! A Verdadeira Chama Espiritual de Animalia!

14885 visualizações Denunciar



ALGUNS MINUTOS ANTES...

Goten e Trunks retornavam para a sala de espera dos lutadores na companhia de seus amigos.
— Eu sinto muito papai, não consegui vencer.
Goku colocou a mão no ombro de seu filho cabisbaixo e disse:
— Não fique assim Goten, você lutou muito bem. E você também Trunks, estou orgulhoso de vocês dois por terem se empenhado tanto em ficarem mais fortes!
— Agradeço Senhor Goku.
— Parece que é o Trunks quem vai te enfrentar na próxima rodada Vegeta!
— Eu prometo que não vou te decepcionar pai!
— Hmpf! - Vegeta cerrou os olhos com um leve sorriso de canto.
— Bem, acho que agora será a minha vez. - disse Kyabe. - Me deseje sorte mestre!
— Não diga bobagens, você não precisa de sorte, só precisa mostrar que é o mais forte e vencer!
— Sim!
— Vai lá Kyabe, quero ver o quanto você evoluiu desde o Torneio do Poder! - disse Goku.
— Certo Senhor Goku!
Kyabe então olhou para Uub, que estava ao lado do saiyajin. Ele nada lhe disse, mas acenou com a cabeça em sinal de boa sorte, pois no final das contas, o jovem terráqueo a princípio não tinha por quem torcer naquele combate.

AGORA...

No presente, Uub acompanhava atentamente o desenrolar daquele combate. Kyabe, em sua malha azul com luvas e botas brancas, estava suado, ofegante em seu estado base e possuía algumas leves queimaduras pelo corpo. Do outro lado, de calças largas de cor roxa com um rasgo no joelho direito, manto preto em tiras esfiapadas ao redor da cintura, botas marrons e colar tribal sob um lenço vermelho em um tórax desnudo, estava Animalia, batendo suas asas, envolto em uma aura flamejante e selvagem como ele próprio com seus cabelos cor de fogo arrepiados, costeletas e barbicha. Ele encarava o saiyajin com um sorriso no rosto enquanto ambos estavam diante um do outro acima do solo.
— Parece que o Animalia está se saindo bem, mesmo sem sua espada para canalizar o seu poder. - comentou Plantae enquanto assistia do mais alto das arquibancadas ao lado de Protista e Fungi.
— É verdade meu jovem pupilo. - concordou Protista, antes de dar seu adendo. - Mas não julgueis um homem só pelo que aparenta, pois este oponente o qual Animalia está enfrentando é alguém como Uub, alguém capaz de reagir, mesmo com a perda total de seus sentidos.
De volta ao combate, Kyabe deu início a um diálogo, pois tinha dúvidas a respeito do poder que emanava de seu oponente:
— O que é... este calor?
— Este calor? Este calor é o poder da minha Chama Espiritual penetrando o seu corpo.
— É como se minha resistência diminuísse a cada segundo em que estou em sua presença. Você é com certeza o mais forte entre os seus amigos.
— Talvez, mas a verdade é que sou imperfeito sem eles.
— Seja como for, não vou ser derrotado agora, pois preciso continuar avançando neste torneio para descobrir o que o Mestre Vegeta quer me ensinar!
— Você é muito determinado rapaz, mas eu também sou e estou carregando os desejos de vitória de meus amigos e de meu mundo, não serei derrotado tão facilmente! - Kyabe partiu ao encontro de Animalia, que elevou o seu ki. - Blazing Barrier!
Sua aura flamejante expandiu-se, atuando como um escudo de fogo que tragou o saiyajin. Queimando nas chamas gritou enquanto o homem alado se moveu, cortando seu próprio inferno com suas asas até chegar a Kyabe, lhe acertando um soco que o lançou para longe do fogo, levando parte das chamas em seu corpo.
— Inacreditável! O participante Kyabe está sendo incinerado vivo pelo poder do participante Animalia!
— Aaaaah! - ele bateu asas, voando para próximo do saiyajin, onde então ergueu sua mão direita com os dedos separados em forma de concha, ainda com o corpo envolto em sua aura de fogo. - Neo Blazing Wave!
Animalia balançou o braço da esquerda para a direita, lançando uma onda de energia flamejante através do mesmo, um Blazing Wave não cortante e de curta distância, mas ainda mais mortal que o original. Kyabe foi pego em uma grande explosão que o fez despencar em chamas e já próximo de cair para fora da plataforma, ele ergueu o tronco ainda no ar, o que lhe permitiu aterrissar de cócoras, apoiando uma das mãos no chão e deslizando até a borda.
— Esse fogo não é normal, ele queima de dentro para fora. Eu não posso deixar que esse poder continue penetrando em meu corpo!
Kyabe então passou para o Super Saiyajin, o que deixou o homem alado, já sem sua aura, com um sorriso de excitação em seu rosto enquanto o observava lá de cima.
— A transformação do Sir Trunks e do Sir Goten... Parece que há muitos como eles por aqui.
— É emocionante, acho que assim como os outros, o Animalia está bem mais forte do que antes!
— Eu tenho uma super audição, valeu Sir Uub! - ele gritou. - Nós treinamos bastante para podermos canalizar melhor nossos poderes, mesmo sem nossas armas e o Mestre Protista melhorou nossas habilidades com magia.
— Legal, mas presta atenção na luta porque aí vem o Kyabe!
— O que?! - ainda com a mão apoiada no chão, o jovem saiyajin tomou impulso, indo em grande velocidade contra Animalia, que acabou tomando um gancho no queixo que o fez afastar-se alguns metros. - Argh, essa doeu!
— Animalia, não é porque você conseguiu encontrar a forma de lutar sem sua espada que deve deixar sua autoconfiança te dominar em excesso! - exclamou Protista. - Muito pelo contrário, você também tem suas limitações neste torneio, assim como o Fungi e como o Plantae e além disso, está enfrentando um oponente forte. Não abaixe a guarda, nunca!
— Está certo mestre, o senhor tem razão. - ele sussurrou para si mesmo.
Animalia novamente emanou sua aura flamejante e partiu para o ataque, dando início a uma troca de socos em alta velocidade.
— Dá para ver que ele não consegue impor seu poder total sem a espada, com certeza o Animalia teve um grande sacrifício para chegar a este nível sem ela. - comentou Trunks. - Contudo, me parece que o Kyabe agora está conseguindo transpassar o poder da aura dele apenas com o Super Saiyajin, algo que nem eu e nem o Goten conseguimos fazer no Planeta Regnum, o que é ainda mais impressionante a meu ver!
Uub estava tão animado que não tinha percebido aquilo e começou a se lembrar daquele combate no Senhor dos Guerreiros, onde apenas ele foi capaz de transpassar a Chama Espiritual sem sofrer danos, porém comparou com o fato de que o saiyajin estava fazendo o mesmo usando bem menos poder, o que o deixou impressionado e depois mais animado ainda.
— Oh, é verdade! - ele viu Kyabe golpear o homem alado com um soco na barriga. - Aposto que ele não deve estar usando nem metade do seu poder total, que demais!
Kyabe atravessou seu punho esquerdo na face de Animalia e disse:
— O seu poder não me afeta mais! Aaaaaaah!
Kyabe aumentou a aura do Super Saiyajin e começou a empurrá-lo, mantendo o punho cravado na cara de seu oponente e depois rolou para frente, com a perna esquerda esticada, lhe golpeando nas costelas com a canela. Perdendo sua aura outra vez, Animalia estava prestes a colidir com o muro quando bateu asas e se estabilizou, voltando ao ataque em um voo ascendente. Kyabe segurou o seu soco, bloqueou com o antebraço seu chute reverso com a perna esquerda depois de girar para a direita e acabou recebendo no ombro o chute de voleio com a perna direita que veio logo a seguir. O paladino alado aproveitou então para lhe desferir uma estocada com o cotovelo no topo da cabeça e ergueu o pé para um chute com a sola que o afastou, erguendo sua mão direita na mesma posição da Neo Blazing Wave, porém parado.
— Blazing Impact!
Jogando a mão para frente, uma esfera de ki flamejante gigantesca saiu dela, impactando-se com força contra Kyabe. Porém, quando as chamas da explosão se esvaíram, o discípulo de Vegeta surgiu ileso, com apenas alguns chamuscados, ainda emitindo a aura do Super Saiyajin, que parecia ajustar-se a silhueta de seu corpo.
— Parece que o jogo virou meus amigos, o participante Kyabe está ileso depois de tamanho ataque, mal dá para acreditar!
— Renda-se, seu poder não funciona mais! - ele disse antes de expandir a aura do Super Saiyajin ao seu tamanho normal.
— Acho que entendi, você está usando o poder da sua transformação para bloquear a penetração das minhas chamas.
— Tch...
— É um método diferente do qual o Sir Uub utilizou, já que ele transpassou minha Chama Espiritual repelindo o poder da mesma.
— (Como?! Quer dizer que o discípulo do Senhor Goku já lutou contra ele e conseguiu repelir esse poder?) - Kyabe falou a si mesmo em pensamento.
— O que nenhum de vocês sabe é que a Verdadeira Chama Espiritual está adormecida.
— Hum?
Animalia curvou os braços para junto do corpo, elevando o seu ki. O clima começou a fechar, fazendo com que nuvens escuras pairassem sobre o céu do torneio, a aura flamejante veio à tona outra vez e ela começou a ficar mais clara, mais branca e logo o verde tomou conta do laranja daquele fogo claro e denso. A aura do Super Saiyajin de Kyabe se esvaiu como fumaça e no instante seguinte, começou a sentir o calor do homem alado entrando para queimar seu corpo de dentro para fora.
— Eu me lembro destas chamas verdes! - exclamou Marron. - São as mesmas tentaram destruir a alma do Uub daquela vez!
— É verdade! - concordou Goten, que mesmo depois da derrota em sua luta, continuava assistindo junto dos demais na porta de entrada para a sala de espera. - Não imaginava que ele pudesse usar esse poder livremente.
— Talvez ele tenha aprendido a controlá-lo melhor nesse meio tempo, é incrível que nem sequer estamos lutando e o calor do poder dele está chegando até aqui! - comentou Uub. - Pelo visto, o Animalia se empenhou muito para ter a chance de nos enfrentar de novo!
— Aqui vou eu! - Animalia avançou, colocando o saiyajin em guarda. - Blazing Judgement!
Como uma fera, o homem alado desferiu um golpe de garra vertical de cima para baixo, Kyabe se esquivou para trás e no momento seguinte, um raio de chamas verdes caiu do céu rente ao seu corpo e quando o mesmo atingiu o chão, explodiu queimando alguns blocos da plataforma, que se desintegraram em partículas de luz. Kyabe ficou boquiaberto, pois por centímetros não fora atingido por tão poderosa técnica, apesar de que Animalia sabia que seu oponente iria desviar e tinha um sorriso no rosto ao vê-lo assustado. - (O ki dele não está tão diferente de antes, mas o poder destrutivo aumentou!) - Kyabe pensou.
Animalia então deu início a uma combinação de golpes com as mãos em forma de garra. A cada balanço, ele chamava uma descarga de fogo dos céus, que atraída acompanhava o movimento de suas mãos. Kyabe começou a se esquivar como podia, mas os efeitos da Chama Espiritual em seu corpo estavam queimando-o, consumindo suas energias e o levando a exaustão. Ele não conseguiu evitar que o golpe seguinte o atingisse, Animalia o golpeou no peito e o raio atingiu o topo de sua cabeça, o envolvendo em chamas verdes que pareciam estar exorcizando-o, o fazendo expelir fumaça pela boca.
— Kyabe! - Kale ficou assustada e escondeu o rosto atrás de Caulifla, que estava assistindo com ela na sacada das arquibancadas.
— Não pensei que ele estivesse escondendo uma habilidade tão poderosa. - comentou Caulifla com um tom sério. - O Kyabe pode ser mais forte, mas se não reagir rapidamente, estará perdido...
As chamas em volta do corpo do saiyajin começaram a se dispersar, mas ele parecia ter tido um piripaque.
— E agora... - Animalia ergueu sua mão esquerda para o céu e um raio caiu sobre ela, tragando todas as nuvens a limpar o céu e convergirem para lá como energia. Depois, levou a mão direita até a outra, com a qual puxou e moldou uma grande espada de fogo verde que era parecida com a qual ele utilizava como arma, a segurando então com as duas mãos ao lado do corpo.
— Oh não, é aquela posição! - exclamou Trunks. - Ele vai fazer a Blazing Finisher!
— HEEAAAAH!
Animalia se lançou em voo para o golpe final, mas o saiyajin percebeu aquilo ao voltar a si.
— Chega! - ele gritou, expulsando o restante das chamas para longe com a aura dourada do Super Saiyajin, o que fez seu oponente hesitar por um instante.
— Não acredito... Mas não tenho mais o que fazer, é tudo ou nada! - Kyabe avançara ao seu encontro, posicionando suas mãos juntas, apoiando uma a outra como duas conchas ao lado esquerdo do corpo, onde concentrou uma energia púrpura. Animalia se preparou para o impacto! - Blazing...
— Galick...
— Finisher!
— Cannon!
Kyabe jogou suas mãos para frente contra a espada de fogo, como dois meteoros, ele e Animalia se chocaram, gerando uma grande explosão que misturou as cores daqueles poderes, exalando chamas para todo o lado. Quando a luz gerada se dissipou, ambos estavam sem suas auras e sem emitir energia, nas posições finais de seus golpes, de costas um para outro, tendo se atravessado. Com ambos parados, ninguém tinha ideia do que havia acontecido, até que as asas do homem alado amoleceram e ele fechou os olhos para cair sem forças, de bruços no chão. Foi o momento da torcida se manifestar mais uma vez.
— Que choque inacreditável, o participante Animalia foi nocauteado! Eu vou começar a contagem, um, dois...
— Essa não... - disse Plantae.
— Parece que o jovem Kyabe o atingiu primeiro e temo que esta luta chegou ao fim para o Animalia.
— Hum? - Plantae ficou surpreso com as palavras de Protista, que levantou seu cajado e teleportou os três para o gramado na beirada da arena.
Kyabe estava voltando ao normal e descendo ao solo quando a contagem chegou ao fim.
— Nove, dez! Acabou! O vencedor é o participante Kyabe!
A torcida se manifestou outra vez, Vegeta sorriu discretamente e o Time Eucaryota subiu ao ringue para ajudar o seu companheiro. Uub resolveu ir para lá também, pedindo para que Buu o acompanhasse.
— Sir Uub? - Plantae o viu chegar pouco antes deles.
— Vim ajudar, afinal, eu também sou um Cavaleiro de Regnum não? - ele perguntou com um sorriso no rosto.
— Verdade. - Plantae colocou um sorriso em seu rosto pálido e sem emoções. - Por isso te chamamos de Sir Uub.
— Bom, na verdade, quem vai ajudar é o meu irmão Buu.
— Sim, porque os amigos de Uub também são meus amigos! - ele disse antes de se abaixar, virando o corpo do homem alado com o tórax para cima para restaurar suas energias e ele logo abriu os olhos.
— O guerreiro rosa... Obrigado, mais uma vez... - ele disse, antes de Buu ajudá-lo a ficar em pé.
— Você foi incrível Animalia, está muito mais forte do que daquela vez! - disse Uub.
— Pode ser, mas eu não ganhei e também não consegui ter a chance de te enfrentar.
— Não importa, aqui no torneio vocês estão limitados mesmo, então podemos lutar depois do torneio, com força total!
— É mesmo? Então vai ser divertido!
Uub e Animalia se cumprimentaram com um aperto de mão e nisso Kyabe chegou e curvou-se em sinal de respeito.
— Foi uma boa luta Senhor Animalia.
— Senhor? Está me achando um ancião? O velho é o Mestre Protista aqui, hahahahaha! - Protista lhe deu uma cajadada na cabeça, o que fez todos rirem. - Au!
— Enfim, é melhor você se cuidar se chegar a enfrentar o Kyabe. - disse Plantae. - Ele é alguém tão forte quanto você!
— Eu sei. - Uub então olhou nos olhos do saiyajin, que o observavam com incerteza. - Estou ansioso por isso!
O jovem saiyajin sorriu e aquele foi o final daquela luta, o Time Eucaryota então retornou para a sacada no topo das arquibancadas e os demais retornaram para a sala de espera.

As coisas então se acalmaram e a arena ficou em silêncio outra vez para o início da próxima luta.
— Muito bem senhoras e senhores. - o Narrador iniciou seu discurso. - Já está na hora da oitava luta, a qual será a última da rodada inicial!
— Até que enfim, agora sou eu! - disse Pan enquanto alongava os braços e ela então reparou que a maioria ali estava inquieta. - O que foi gente?
— Escute Pan. - Trunks se abaixou e colocou a mão no ombro dela, o que deixou a menina um tanto nervosa. - O oponente que você vai enfrentar...
— É aquele cara não é? - ambos olharam para Rejick, que estava encostado na parede a certa distância, de braços cruzados e olhos fechados por baixo de seu capuz. - Relaxa, se vocês já o enfrentaram e ganharam, eu também vou dar um jeito de ganhar!
— Na verdade, o único que conseguiu enfrentá-lo foi o Uub e os dois tinham quase o mesmo poder. - interveio Goten.
— É sério? Isso quer dizer então que ele é muito forte!
— Não é pra você ficar animada Pan! - Goten a exortou. - Esse cara era guarda-costas de um ditador e antes disso, era um soldado do Freeza!
— Quer dizer que ele é um cara malvado?
— Bem... - Trunks fez uma pausa. - Não sei se ele é mesmo um ser maléfico, mas é alguém muito perigoso!
— Parem de me tratar como um bebê, eu já sou bem grandinha! O que querem que eu faça? Que eu desista da luta?
Goten e Trunks se entreolharam e depois olharam para Marron, que observava aquela situação em silêncio, aquilo os lembrava muito do que aconteceu no Planeta Rudeeze. O filho de Vegeta então sorriu antes de voltar seu rosto para Pan novamente.
— Não, não, claro que não, seria injusto com você. Tudo o que queremos é que tome cuidado e não se esforce demais, está bem?
— Vovô? Uub? O que vocês acham?
O jovem de moicano estava pensativo, com o rosto caído, até que ergueu a cabeça e respondeu sorrindo:
— Não importa quem seja o seu oponente, vai lá Pan e dá o seu melhor e nós estaremos aqui para o que precisar!
— É isso aí Pan, seja forte e lute com todas as suas forças!
— Obrigada Uub, vovô! Vou deixar vocês orgulhosos!
— Boa sorte Pan, nós vamos torcer por você! - disse Marron.
Pan acenou com a cabeça para ela e então se focou no campo de batalha.
— Que entrem os competidores! - com o comando do Narrador, Rejick e Pan saíram lado a lado, o primeiro removeu o capuz vermelho que cobria sua cabeça. Ele, um alien alto com cabeça de serpente e ela, apesar do sangue saiyajin, apenas uma menina, contraste esse que chamava a atenção. - Finalmente a veremos em ação, respeitável público, a neta do grande Mister Satan, que compete neste torneio pela segunda vez!
— Olha lá Gohan, é a nossa menina! - disse Videl.
— Você consegue Pan! - Gohan exclamou.
— Manda ver Pan, você é a melhor! - Bra torcia por ela da arquibancada.
O Narrador continuou:
— O oponente dela é Rejick, um lutador misterioso que compete pela primeira vez depois de ter feito vítimas quase fatais durante as rodadas preliminares. Quem desses dois será o vencedor?
Dado o fato de ser a neta de Mr. Satan, a torcida começou a gritar pelo nome de Pan. Ela e Rejick subiram na plataforma, já castigada pelas lutas anteriores e o discípulo de Freeza olhava para menina com certo desprezo.
Rejick continuava o mesmo, imponente, pele azul esverdeada com pintas e vestindo o macacão regata azul marinho e sua veste de mangas vermelhas.
Pan ostentava seu traje idêntico ao de Goku nos tempos em que treinou com Whis, com a bandana laranja mais claro e a camiseta azul escuro por baixo do gi.
— É uma lástima que o meu primeiro oponente seja apenas uma criança...
— Eu sou só cinco anos mais nova que o Uub e sou muito forte, é melhor não me subestimar!
— Huhuhuhuhuhuhum... Vejo que é bom de conversa garoto.
— Como é que é? Me chamou de garoto?! Eu não sou um garoto! Eu sou uma menina e uma menina muito linda se você quer saber!
— Então você é uma metida a valentona, pois muito bem, se você é mesmo tudo isso o que está dizendo, quero que me mostre no campo de batalha. Conversar não vai fazer de você uma boa oponente e eu conheço um bom oponente quando vejo.
Pan rangeu os dentes de raiva e seu oponente tinha um sorriso de canto provocativo. A saiyajin apenas aguardava o gongo soar para que pudesse descarregar nele sua fúria.
— Prontos? Comecem!
Pan foi com tudo e Rejick permaneceu parado com aquele sorriso debochado. A neta de Goku estava prestes a enfrentar um colosso que se orgulha em carregar o legado do Imperador do Universo 7!




Compartilhe este capítulo:

Autor(a): fagnerlsantos

Esta é a unica Fanfic escrita por este autor(a).

Prévia do próximo capítulo

— O Rejick só não matou ninguém no torneio ainda por causa das regras. Acho que agora eu entendo como vocês se sentiam com respeito a mim quando estávamos no Planeta Rudeeze. Sei que mesmo sendo bem mais nova, ela é mais corajosa e até mais experiente do que eu lutando e por isso talvez eu não devesse me importar ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 0



Para comentar, você deve estar logado no site.


- Links Patrocinados -

Nossas redes sociais