Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: TARDE DEMAIS PARA ESQUECER VONDY 1ª E 2ª TEMPORADA TERMINADAAA


Capítulo: 475° Capítulo

1201 visualizações Denunciar


Dulce: Pode deixar *negou com a cabeça, relaxando o corpo
no sofá* Christopher ficará intimidado quando souber disso.
Fernando: Assim eu espero.

Os dois soltaram uma gargalhada juntos. Dulce
suspirou.. seu pai era o melhor do mundo mesmo! Pensou, enquanto observava
Fernando sorrindo para ela. Mas logo escutou a voz grossa de seu pai soar mais
uma vez.

Fernando: Sabe, eu acho tão bonito o seu amor com o de
Christopher *comentou, fazendo Dulce abrir um sorriso terno* É coisa de novela
mesmo, vocês se amam desde pequenos até hoje, com a mesma intensidade. De
verdade, pensei que quando você fosse para a Espanha, passando um mês, você já
ia nem mais lembrar o nome dele.
Dulce: Se fosse paixão, o senhor
estaria certo. Mas o que eu sinto pelo Christopher é amor, pai. *sorriu mais uma
vez, ao ver Fernando concordar com a cabeça* Nossa, estou me sentindo estranha
em conversar isso com você.
Fernando: E porque? Porque eu sou seu pai?
*Dulce assentiu, sorrindo amarelo* Que besteira! *negou com a cabeça, revirando
os olhos* Christopher durante esse tempo que esteve longe, me contava toda a
vida dele, sem nenhuma vergonha. Eu entendo a cabeça dos jovens, me sinto, as
vezes, até um deles.
Dulce: Papai e Christopher viraram best, é?
*falou, depois de soltar uma gargalhada* Mas o que ele te contava, hein?
*levantou a sobrancelha, com uma ruga de curiosidade, que fez Fernando
gargalhar* Conta, pai.
Fernando: Nada demais, não seria justo eu te
contar.
Dulce: Claro que seria! Eu sou sua filha, ele é só seu genro.
*protestou, revirando os olhos*
Fernando: Mas também é como um filho
para mim.
Dulce: Chato! *mandou a língua para Fernando, cruzando os
braços*
Fernando: Não se preocupe, não era nada demais! Christopher te
ama.
Dulce: Que bom, né? *comentou com uma divertida ironia, e
Fernando sorriu*
Fernando: Mas falando nisso, não tive ainda tempo de
lhe dizer o quanto orgulhoso estou de você.


Dulce: Eu sei que sou um exemplo, mas de quais meus dotes
você ficou orgulhoso? *comentou modesta*
Fernando: Convencida! *
Fernando sorriu, negando a cabeça* Mas é sério. Eu queria dizer que achei muito
nobre da sua parte abandonar sua vida de Barcelona para vir morar aqui. Quando
te liguei para avisar da doença de Christopher, não pensei que você
viria.
Dulce: Pai, ele está doente! Como poderia ficar em Barcelona
sabendo que Christopher estava com tuberculose e poderia até, Deus me livre,
morrer? E também fiquei com dó de Christopher, ele ia enfrentar uma barra, e eu
me vi na obrigação de enfrentar com ele.

Na mesma hora que Dulce acabou
de falar, escutou a porta batendo com força. Ela olhou para trás, assustada,
juntamente com Fernando. Quem esteve ali? A pergunta passou na cabeça de ambos,
que logo voltaram a se olhar, com os cenhos franzidos.

Dulce:
Vou
ver quem era, pai.

Fernando assentiu, e Dulce levantou da cadeira. Abriu
a porta da sala, olhou para os lados, mas apenas o que viu foi o elevador da
empresa se fechando com alguém dentro. Alguém que ela, mesmo de longe, jurou ser
Christopher. Mas era impossível. Olhou para o outro lado, e viu Alice,
secretária de Fernando, encarando o elevador com o cenho franzindo. Dulce fechou
a porta da sala, e caminhou até Alice.

Dulce:
Alice, quem era que
fechou a porta da sala do meu pai?
Alice: Era o Christopher, senhorita
*respondeu, e tirou os olhos do elevador*
Dulce: Christopher?
*assustou-se, franzindo o cenho* E porque ele não entrou?


Alice: Foi estranho! *comentou, parecendo ainda confusa*
Ele chegou com um sorriso de orelha a orelha, me deu bom dia, e foi até sua
sala, mas eu avisei que você estava conversando com seu pai. Ele foi até a sala
do senhor Fernando, e quando abriu a porta, ficou um tempo parado escutando,
creio que a conversa de vocês. Depois pareceu escutar algo que não gostou,
fechou a porta e saiu daqui com uma cara de raiva, que eu me assustei. Não
querendo me intrometer, mas a senhorita estava conversando com seu pai algo que
Christopher não poderia saber?
Dulce: Não, creio que..

Parou
de falar, quando veio em mente uma parte da conversa.

E também fiquei com
dó de Christopher, ele ia enfrentar uma barra, e eu me vi na obrigação de
enfrentar com ele.

Droga! Mil vezes droga! Foi o que Dulce pensou,
batendo firme o pé no chão. Christopher com certeza tinha ficado chateado por
ela ter falado que tinha dó dele. Sabia como era o ego do mesmo, e compaixão ou
sentir pena dele, eram coisas que ele odiava. Respirou fundo, e agradeceu para
Alice voltando para sala de seu pai.

Fernando: Quem era,
filha?
Dulce:
Christopher! Acho que aconteceu um mal
entendido.
Fernando: Christopher aqui? *estranhou* Como assim? E mal
entendido?
Dulce: A parte dele vir até aqui eu não entendi, mas acho
que ele escutou a parte da conversa que falei que estava com dó dele, e creio
que ele não tenha gostado.
Fernando: Relaxa filha, bobeira isso! Vai
trabalhar que depois você conversa com ele e vocês se entendem, tá? *Dulce
forçou um sorriso, assentindo* Agora volta para o trabalho, que te espera,
ouviu? Já ficou muito tempo de conversa.
Dulce: Tudo bem, senhor
Fernando.

Falou com um certo sarcasmo que fez Fernando gargalhar. Dulce
soprou um beijo para o pai, e saiu da sala dele, voltando para sua.


Christopher dirigia de volta para casa, transtornado. De manhã,
tinha tido uma consulta com seu médico, que tinha o liberado do repouso
absoluto, e que podia agora sair de vez enquanto, devido o êxito do tratamento.
Ele, feliz, foi direto ao seu trabalho. Sabia que não ia trabalhar, mas pelo
menos queria ver Dulce e lhe dizer a grande noticia. Mas no final, quem acabou
recebendo outra noticia foi ele. E uma noticia nada agradável, diga-se de
passagem.

E também fiquei com dó de Christopher, ele ia enfrentar uma
barra, e eu me vi na obrigação de enfrentar com ele.

As palavras de
Dulce voltaram a martelar na cabeça de Christopher. Ele deu um soco no volante
de seu carro, soltando o ar com força. Então era isso que Dulce sentia por ele?
Ele devia ser um idiota mesmo por achar que alguma mulher ia querer se prender a
um tuberculoso. Teria que passar a aceitar a idéia que agora o que as pessoas
mais sentiriam por ele era pena.
Pena.. pena.. pena.. Essa palavra era tão
dura e o machucava tanto. Ele não precisava da compaixão de ninguém e muito
menos queria que alguém se sentisse na obrigação de estar com ele por causa de
sua doença. Ia lutar sozinho, ia vencer sozinho. Ninguém era obrigado a passar
por todas dificuldades com ele. Ninguém merecia ter que viver ao lado de um
tuberculoso, e muito menos Dulce. Jovem, linda e .. Maldita Dulce! Suspirou,
sentindo já seu coração apertar e um nó se formar em sua garganta. Porque tinha
que amá-la?

Estacionou na garagem de seu prédio e foi andando com passos
mortos até o elevador, apertando o botão do sétimo andar, de sua cobertura.
Virou-se, olhando seu reflexo pelo espelho que tinha dentro do elevador, e
soltou outro suspiro de decepção. Como podia achar que Dulce ficar com ele
daquele estado? Estava mais magro, pálido, com o rosto afinado, olheiras e ..
Nossa! Ele estava acabado.




Compartilhe este capítulo:

Autor(a): pattybarcelos

Este autor(a) escreve mais 18 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

GATAS VOU TENTAR TERMINAR A WN HOJE.... JA ENROLEI DEMAIS VCS Eram por volta das nove horas que Dulce tocava a campainha da casa de Christopher. Já tinha passado em casa, tomado um banho e colocado um vestido de algodão verde musgo. Pela tarde, Dulce tinha tentado mais de cinco vezes ligar para Christopher, só que nenhuma das vezes foi atendida ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 9764



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • _cpaes Postado em 08/11/2018 - 20:19:37

    "Contando estrelas estou depois de muito tempo sem estar com você. Já estou na 99 e não consigo tirar você de minha mente. Talvez amanhã, ou talvez nunca o esqueça… Porque seu corpo era meu corpo e sua alma, meu complemento; porque dei de presente a você meus sorrisos e não sobrou nenhum; porque você me devorou por inteira. Agora, no seu suor vão embora minhas lágrimas. Buscando seu amor juntando lembranças estou, pois é a única coisa que me resta de você." — Dulce Amargo https://fanfics.com.br/fanfic/32512/te-quedaras-vondy-vondy-rebelde-rbd

  • dudinhah Postado em 10/10/2018 - 10:25:04

    Leio essa web Sempre ,e sempre percebo que a dul fez muita coisa para o ucker ,e no início ele não deu valor ,só queria saber de mulheres bonitas e no final ficou doente e que salvo ele foi ela, ele dizia que ela era o carma dele

  • kiritokun Postado em 04/07/2018 - 15:26:14

    Sou novo no site e essa é a primeira fic que eu tô lendo aqui e já confesso que estou adorando u.u parabéns!

  • eduardasousam Postado em 05/11/2017 - 12:47:41

    Gosta de Vondy? Leia minha fanfic: https://fanfics.com.br/fanfic/57347/quase-cinderela-vondy-vondy

  • mayanvondy Postado em 04/11/2016 - 21:55:41

    mayanvondy: leiam minha fanfic vondy -------------------------------------------------------------------------------- ------MÃE É QUEM CUIDA -VONDY-------------------------------------------------------------------------- -------------------https://fanfics.com.br/fanfic/55285/mae-e-quem-cuida-rebelde

  • dulcemariaeclp Postado em 20/08/2016 - 20:26:28

    Olá, Pessoal Gosta de Vondy? Então tenho um fanfic para você. Se puder conferir eu agradeço muito. Obrigada desde já. https://fanfics.com.br/fanfic/54739/alguns-anos-depois-vondy

  • bebezinhaa Postado em 14/06/2016 - 01:48:22

    Gnnt Dar Uma Olhada Na Minha Web

  • elis_vondy Postado em 30/04/2016 - 09:44:59

    Relendo, terceira vez que vou ler :') essa foi a primeira fanfic que eu li toda, kkk. Sério, amo essa demais <3

  • lovewf_ Postado em 28/02/2016 - 19:55:39

    Meu deus.. Sua fic é simplesmente pft :) Chorei muito lendo. É viciante.. :) em 5 dias já terminei de ler toda..:) Aí escreve outra fic.. Bjs

  • fanny_uckermann_saviñón_ Postado em 25/01/2016 - 21:08:06

    gente passem na mina web ? http://fanfics.com.br/fanfic/52048/continuacao-la-familia-dyu-vondy-ponny-chaver roni é a continuação lá familia vocês vão amar obg desde j a:)



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...