Fanfics Brasil Fanfics Brasil
Cadastro
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -
- Links Patrocinados -

Fanfic: TARDE DEMAIS PARA ESQUECER VONDY 1ª E 2ª TEMPORADA TERMINADAAA


Capítulo: 484° Capítulo

1914 visualizações Denunciar


Chris: Até que enfim ele dormiu!

Christopher exclamou,
entrando na sala, acompanhado de Alfonso. Ambos estavam com a camisa molhada, os
cabelos também, descalços e aparentemente cansados.

Dulce até tentou
ajudar a cuidar de Christian, mas Christopher mandou ela esperar na sala, já que
ajuda demais, as vezes, atrapalhava.. ainda mais com Christian, que cada vez que
via ela, ficava dizendo sobre o estado de Christopher a seis anos
atrás.

Dulce: Como ele está? *Dulce olhou para os dois, aflita, mordendo
a unha*
Chris: Péssimo, né? *revirou os olhos, passando a mão no rosto*
Parecia que tinha tomado um banho de cachaça!
Poncho: Pra mim aquilo não é só
bebida! *Poncho comentou, negando com a cabeça* Os olhos deles estava vermelhos
demais, além daquela agitação toda.
Dulce: Mas porque ele está assim, gente?
Ele não aprendeu não?
Chris: Pelo visto, não né! *negou com a cabeça,
aparentemente nervoso* Só tenho pena é do vô dele, viveu para criação do
Christian, para receber isso em troca.
Poncho: Eu tenho pena é dos dois!
Christian tem que se tratar.
Dulce: É verdade..

Dulce concordou, e
foi ai que percebeu o estado de Christopher. Com as roupas molhadas, secando em
seu corpo.. não era bom para seu estado de saúde.

Dulce: O melhor agora a
gente ir dormir, e você, senhor Christopher, ir trocar de roupa, colocar uma
seca que hoje já fez coisa demais! O médico falou que tem que ficar em repouso,
ta me ouvindo? *Christopher revirou os olhos e Alfonso concordou,
sorrindo*
Poncho: Sua mãe está certa, Chris! * debochou. Chris não respondeu,
apenas mandou o dedo para o amigo*
Dulce: E você, senhor Alfonso, vai para
casa que sua mulher está preocupada! Estávamos no telefone antes de vocês
chegarem.


Poncho: É verdade, tenho que falar com a Anny! *lembrou,
passando a mão pelo rosto* Bom, vou indo embora e amanhã, antes do trabalho, vou
vê se consigo dar uma passada aqui para ver o Christian.
Dulce: Isso, até
amanhã, Ponchito!
Poncho: Qualquer coisa me liguem, ta?

Dulce e
Christopher assentiram, e Alfonso se despediu de ambos para depois ir embora.
Assim que ele saiu, Dulce virou o olhar para Christopher, e disse batendo o pé
no chão.

Dulce: O que está esperando para ir fazer o que eu
mandei?
Chris: Meu Deus! Que mulher mandona eu tenho.. *Christopher sorriu,
chegando perto de Dulce*
Dulce: Nem chega perto, estou quentinha e seca!
*Dulce falou, se esquivando* Vai tomar um banho, colocar uma roupa quente, que
depois faço uma massagem em você.. sei que está cansado e tenso!
Chris:
Massagem? Hum.. assim eu gosto! *Christopher sorriu, piscando para ruiva* Me
espera no quarto!

Dulce concordou, mandando Christopher com a cabeça ir
tomar banho. Ele sorriu, virando de costa e indo atender o pedido de sua
ruiva.

Dulce sorriu, vendo Christopher se afastar e desligou as luzes da
sala, e depois indo até os quartos, mas antes de ir até o dela com o de
Christopher, parou no de hospedes, para ver como Christian estava.


Chegou até o quarto e abriu a porta cuidadosamente, para não
acordar Christian. A luz do banheiro estava acesa, deixando o quarto pouco
luminoso. Christian estava apagado, apenas de samba canção, com o corpo
esparramado em toda cama. Dulce caminhou com passos lentos até ele, e sentou na
beirada da cama, analisando o amigo.

Dormindo, ele era o Christian que
ela conhecia. Sereno, tranqüilo. Não aquele, bêbado, drogado, que não sabia
ficar em pé sem ajuda dos amigos, falando coisas sem sentido. Aquele era outro.
Dulce passou a mão pela face do amigo, e seus olhos encheram de lagrimas. Sabia
que Christian já tinha sido dependente e temia que voltasse essa época. Dulce
não esteve presente, mas já podia imaginar quanto difícil devia ter sido para os
amigos que estavam.

Não ia deixar Christian entrar nessa de novo. Agora
ela estava ali. Ia ajudá-lo. Por ela, por ele e até por Christopher. Sabia que
quanto mais problemas para Chris, ia ser pior pro tratamento dele.

Mas
agora, por incrível que pareça, Christopher não estava a preocupando. Pensava
apenas em Christian e não sabia como, mas não ia deixá-lo entrar nesse
caminho.

Chris: Vem, amor, estou te esperando!

Dulce despertou de
seus pensamentos, escutando a voz de Christopher. Olhou para porta e lá estava
ele, com cabelos molhados, apenas de samba canção e encostado na
porta.

Dulce: É tão triste isso, Chris! *comentou, voltando a olhar
Christian*
Chris: Eu sei, pequena! *Christopher assentiu, caminhando até
Dulce* Mas ele vai sair dessa, você vai ver! Nem que eu proprio carregue ele até
uma clinica.
Dulce: Você acha que ele estava drogado mesmo? *Dulce perguntou,
voltando o olhar para Christopher*
Chris: Certeza, eu conheço! *Christopher
assentiu, rancoroso* Agora vamos dormir? *perguntou, estendendo a mão para ela*
Temos que descansar!

Dulce assentiu, dando mais uma olhada em Christian,
depois segurando a mão de Christopher e saindo abraçado com o mesmo do quarto.


Christopher assim que chegou no quarto deitou na cama, soltando
o ar com força, depois logo seguido de um bocejo. Dulce sorriu, analisando ele e
depois caminhou até o armário, para pegar seu pijama.

Pensou até em ir
no banheiro se troca, mas vivia com Christopher, era hora de parar com essa
vergonha.

Christopher foi se ajeitar para dormir, quando passou o olhar
por Dulce e a viu apenas de calcinha e sutiã em sua frente. Sorriu, mordendo o
lábio inferior, analisando cada parte daquele corpo que tanta vezes ele teve
sobre o seu. Dulce era perfeita da cabeça aos pés. E para melhorar, ela era
sua..só sua.
Viu ela se virando, tirando o sutiã e inclinou o corpo, para
tentar ver os seios dela, mas Dulce colocou a camisola com rapidez e Christopher
soltou um suspiro frustrado. Ducle sorriu, negando a cabeça.

Dulce: Até
parece que nunca viu!
Chris: Sempre é bom dar aquela conferida! *sorriu,
batendo com a mão ao seu lado na cama* Vem deitar!
Dulce: Estou indo..
pronto! *falou, sentando ao lado dele* Deita, coelhinho, tenho sua massagem para
fazer!
Chris: Hum.. posso fazer uma troca? *ele perguntou, malicioso, puxando
Dulce com os braços para perto dele*
Dulce: Troca? *sorriu, quando sentiu a
respiração de Christopher em seu pescoço* Depende..
Chris: Ao invez da
massagem, eu prefiro horas e horas de puro prazer.. *falou, esfregando sua
barbar mau feita no pescoço de Ducle* Alivia as tensões com muita mais
agilidade..
Dulce: E como você pretende me proporcionar isso? *ela perguntou,
sentindo as mãos de Christopher começarem a descer para sua perna*
Chris: De
um jeito que você já sabe! *ele falou, subindo a mão até a calcinha dela* Mas eu
não me importo de mostrar sempre que precisar.

Dulce sorriu, sentindo
Christopher descer sua calcinha e fechou os olhos, jogando a cabeça para trás,
recebendo beijos calorosos do mesmo em seu pescoço.

Chris: Boa troca,
não?


Chris: Boa troca, não?

Dulce
respondeu com um gemido, sentindo Christopher subir com suas mãos até sua
feminilidade. Hum.. excelente troca! Ela pensou, em meio de outro
gemido.


Christopher despertou com a claridade vinda da janela em
seu rosto. Custou abrir os olhos, enquanto automaticamente sua mão procurava por
Dulce na cama, que logo pode sentir a ruiva, dormindo encostada em seu peito em
um sono pesado. Ele sorriu, abrindo os olhos, e bocejou, sorrindo mais uma vez
ao constar os dois corpos nus e lembrar da noite anterior que ambos tiveram.
Apesar de Dulce toda hora ter perguntado se ele agüentaria, devido ao seu estado
de saúde, tinha sido prazeroso. Na verdade, com Dulce, tudo era sempre
prazeroso.


Tirou Dulce de cima de si com cuidado, para não acordá-la,
e lhe deu um beijo na testa, escutando um resmungo dela, para logo ela virar ao
lado contrario puxando a coberta. Ele sorriu admirado e levantou da cama, se
espreguiçando, enquanto pegava no chão sua cueca, fruto da noite anterior. Ele
sorriu malicioso, enquanto colocava-a e foi direto ao banheiro.

Depois
de fazer toda sua higiene, Christopher saiu do banheiro, foi até o armário
pegando uma bermuda e indo até a cozinha, para fazer seu café da manhã. Hoje o
dia ia ser longo, começando com a sua conversa com Christian.

Bebeu
apenas um Nescau e logo depois tomou seu antibiótico, caminhando para o quarto
de Christian o quanto antes. Chegando lá, bateu na porta três vezes, mas ninguém
respondeu, abriu devagar e viu o quarto todo escuro.

Chris: Christian? *perguntou, caminhando até a cama* Ta na hora de acordar, preciso
conversar contigo! *falou se sentando na cama* Acorda..

Falou, indo
tocar no volume debaixo dos lençóis, e quando o fez, percebeu que aquele volume
não era Christian e sim três travesseiros. Christopher levantou rápido, puxando
o cobertor para si. Não podia ser.

Chris: MERDA!


Esbravejou, quando viu que Christian não estava mais lá.
Provavelmente, ele tinha acordado mais cedo e ido embora, com medo do que
Christopher poderia falar para ele. Agora, apesar de tudo, Christopher tinha
descoberto mais uma ‘qualidade’ de Christian:
covarde.


-



Dulce: Como assim ele foi embora,
Chris?

Dulce perguntou, assim que chegou na cozinha, para tomar seu café
e se deparou com Christopher nervoso, tomando um copo
d’água.

Chris: Não sei, Dulce, eu acordei e ele não estava mais
lá.
Dulce: Com a bebedeira, ele devia ainda estar dormindo! *comentou,
pegando uma maça no fruteiro* Mas provavelmente deve ter ido para casa, com uma
ressaca infernal, se sentindo o pior cara do mundo! Porque pro Christian fugir,
com medo do que você poderia falar para ele.. bem ele não deve
estar.
Chris: Estou pensando em passar na casa dele!
Dulce: Agora? *Christopher assentiu com a cabeça* Não, deixa ele descansar, deixa ele
esfriar a cabeça, pensar no que fez e depois você conversa! Se ele não quis
conversar agora, dê um tempo pra ele. Uns dias, sei lá.
Chris: Hum..
você tem razão! *ele assentiu com a cabeça, se aproximando dela* Você, na
verdade, sempre tem razão! *comentou, a abraçando por trás e lhe dando um beijo
no pescoço*
Dulce: O que foi, hein? *sorriu, mordendo um pedaço da
maçã* Ontem não lhe bastou não?
Chris: Nunca é o
suficiente!
Dulce: Você não deveria ter essa disposição
toda.
Chris: Estou doente e não morto!
Dulce: Disso eu sei!
E sei muito bem. *Christopher gargalhou, e Dulce virou o corpo, ficando de
frente com ele* Tomou seu remédio hoje?
Chris: Tomei! *sorriu,
apertando o nariz de Dulce* Mas não mude de assunto, hein.. *cheirou o pescoço
dela, segurando a cintura da mesma com força* Estou à fim de um segundo round!


Dulce: Chris, você não pode se esforçar
muito..
Chris: Dulce! *ele falou um pouco mais alto, segurando ela no
colo e lhe colocando na mesa da cozinha* Escuta bem o que eu vou dizer.. *falou
grosso, se colocando entre as pernas dela* Se você não quer fazer sexo comigo
porque não sente vontade ou porque você está cansada, eu entendo perfeitamente!
Mas nunca, está entendendo? *perguntou, segurando no rosto dela* Nunca diga que
não vai fazer sexo comigo para meu bem estar ou porque eu não posso me esforçar!
*soltou o ar com força e negou com a cabeça* Eu amo fazer sexo e amo ainda mais
fazê-lo apenas com você! Eu gosto disso. Eu preciso disso. *pegou novamente o
rosto dela, e encostou a testa com a da mesma* E se essa doença me tirar esse
prazer, de ter você em meus braços, de me sentir dentro do seu corpo, escutar
seu gemido chamando meu nome, presenciar sobre meu corpo seu rosto de
satisfação.. sinceramente, eu prefiro estar morto!

Dulce ficou o olhando
por um bom tempo e não respondeu com palavras, apenas desceu da mesa, agarrou
Christopher pelo ombro e virou ele, colocando-o entre ela e a mesa, para em
seguida beijá-lo com fúria, desejo e paixão. Em um impulso, cruzou suas pernas
sobre o corpo dele, fazendo Christopher segurar suas coxas com força e logo em
seguida virá-la mais uma vez, a colocando novamente sentada na mesa e ele entre
suas pernas.

Dulce, afoita, desceu seus beijos para o pescoço dele,
enquanto com suas mãos, abaixava a bermuda de Christopher. Ele sorriu com a
ansiedade dela. Ele gostou disso. Gostou de ver Dulce tomando as rédeas, sem
ficar pensando se ele agüentava ou não. Por Deus, era sexo. Era amor. Era Dulce.
Como ele poderia não agüentar?

Gemeu, cerrando os olhos, quando sentiu as
mãos pequena de Dulce segurarem com força seu membro e acariciá-lo em um
movimento retilíneo para cima e para baixo. Ele jogou sua cabeça para trás,
ainda mais quando sentiu ela dar beijos e mordiscos em seu pescoço.


Chris: Dul..

Ele gemeu, segurando o cabelo dela com
força, e puxando a cabeça dela para trás, para encostar os lábios deles com o
dela. Ainda sentindo a caricia de Dulce em seu membro, Christopher tirou o
vestido de algodão que Dulce vestia, e sorriu ao constar que ela estava sem
sutiã. Ele desceu seus beijos até o colo dela, e começando a beijar os mamilos
de Dulce, que no momento, já se encontravam enrijecidos.

Dulce:
Chris..

Foi a vez dela gemer, e soltar o membro dele, para segurá-lo pelo
cabelo, como se pedisse para não parar de beijá-la naquela região. Christopher
foi descendo seus beijos na barriga até chegar a parte intima de Dulce, que
estava coberta pela calcinha.

Foi questão de segundos, para a peça
intima de Dulce já se encontrar no chão e Christopher começar a dar beijos
molhados naquela região, arrancando gemidos altos de Dulce, que tinha o corpo
jogado para trás.

Christopher, ainda beijando a feminilidade de Dulce,
olhou para cima, e sorriu por dentro, ao ver a cena dela com os olhos cerrados,
gemendo alto de prazer e com os seios descendo e subindo acelerado devido a
respiração agitada dela.

Quando sentiu os músculos de Dulce contraindo,
dando indícios do primeiro orgasmo, Christopher parou, se levantando, abraçou
Dulce com força e a penetrou com força.

Dulce soltou um gemido forte e
soltou o ar com força, abraçando Christopher com intensidade, enquanto tentava
controlar o prazer dando mordiscos de leve no ombro do mesmo.

Christopher
começou com movimentos lentos, mas logo acelerou devido a pedido de Dulce e de
sua própria necessidade.

Os dois começaram a se movimentar em sintonia,
sentindo toda a quimica e a fisica daquele momento. Sentindo o prazer
florescendo em seus corpos. Sentindo o amor explodindo em seus corações. Se
movimentavam, rápidos, com os olhos cerrados, mas podendendo enxergar toda a
felicidade, satisfação e completude que aquele ato proporcionava.

Era bom sentir que eram apenas um só corpo. Já que não tinham duvidas que
eram um só coração
.

Christopher sentiu Dulce se derreter por
completo, quando sentiu ela se contrair toda, soltando um gemido alto e logo
depois deixar seu corpo mole sobre o dele. Deu mais três investidas, chegando ao
seu clímax também, e jogou o corpo para cima dela, deitando com Dulce, em cima
da mesa da cozinha.

Não quis sair dentro dela. Não deixou que ela se
afastasse. Apenas abraçou o corpo dela, o corpo de quem ele era o dono. E fechou
os olhos, sentindo ainda o gosto prazeroso da sensação de milésimos segundos
atrás.

Chris: Entende porque eu preciso disso?

Perguntou,
ainda de olhos fechados e escutou apenas um mumurro de Dulce
concordando.

Chris: Você é meu combustivel, Dulce! Você é a minha
cura.








Compartilhe este capítulo:

Autor(a): pattybarcelos

Este autor(a) escreve mais 18 Fanfics, você gostaria de conhecê-las?

+ Fanfics do autor(a)
Prévia do próximo capítulo

No dia seguinte, eram oito da manhã quando Dulce chegava ao trabalho sorridente. Dulce: Bom dia, pai! * falou, assim que entrou na sala de Fernando, caminhando até a cadeira em frente a mesa de Fernando para se sentar* Como o senhor está?Fernando: Estou ótimo, mas pelo visto, você está melhor do que eu! *sorriu, ao constar o s ...


  |  

Comentários do Capítulo:

Comentários da Fanfic 9764



Para comentar, você deve estar logado no site.

  • _cpaes Postado em 08/11/2018 - 20:19:37

    "Contando estrelas estou depois de muito tempo sem estar com você. Já estou na 99 e não consigo tirar você de minha mente. Talvez amanhã, ou talvez nunca o esqueça… Porque seu corpo era meu corpo e sua alma, meu complemento; porque dei de presente a você meus sorrisos e não sobrou nenhum; porque você me devorou por inteira. Agora, no seu suor vão embora minhas lágrimas. Buscando seu amor juntando lembranças estou, pois é a única coisa que me resta de você." — Dulce Amargo https://fanfics.com.br/fanfic/32512/te-quedaras-vondy-vondy-rebelde-rbd

  • dudinhah Postado em 10/10/2018 - 10:25:04

    Leio essa web Sempre ,e sempre percebo que a dul fez muita coisa para o ucker ,e no início ele não deu valor ,só queria saber de mulheres bonitas e no final ficou doente e que salvo ele foi ela, ele dizia que ela era o carma dele

  • kiritokun Postado em 04/07/2018 - 15:26:14

    Sou novo no site e essa é a primeira fic que eu tô lendo aqui e já confesso que estou adorando u.u parabéns!

  • eduardasousam Postado em 05/11/2017 - 12:47:41

    Gosta de Vondy? Leia minha fanfic: https://fanfics.com.br/fanfic/57347/quase-cinderela-vondy-vondy

  • mayanvondy Postado em 04/11/2016 - 21:55:41

    mayanvondy: leiam minha fanfic vondy -------------------------------------------------------------------------------- ------MÃE É QUEM CUIDA -VONDY-------------------------------------------------------------------------- -------------------https://fanfics.com.br/fanfic/55285/mae-e-quem-cuida-rebelde

  • dulcemariaeclp Postado em 20/08/2016 - 20:26:28

    Olá, Pessoal Gosta de Vondy? Então tenho um fanfic para você. Se puder conferir eu agradeço muito. Obrigada desde já. https://fanfics.com.br/fanfic/54739/alguns-anos-depois-vondy

  • bebezinhaa Postado em 14/06/2016 - 01:48:22

    Gnnt Dar Uma Olhada Na Minha Web

  • elis_vondy Postado em 30/04/2016 - 09:44:59

    Relendo, terceira vez que vou ler :') essa foi a primeira fanfic que eu li toda, kkk. Sério, amo essa demais <3

  • lovewf_ Postado em 28/02/2016 - 19:55:39

    Meu deus.. Sua fic é simplesmente pft :) Chorei muito lendo. É viciante.. :) em 5 dias já terminei de ler toda..:) Aí escreve outra fic.. Bjs

  • fanny_uckermann_saviñón_ Postado em 25/01/2016 - 21:08:06

    gente passem na mina web ? http://fanfics.com.br/fanfic/52048/continuacao-la-familia-dyu-vondy-ponny-chaver roni é a continuação lá familia vocês vão amar obg desde j a:)



AVISO

Ajude o Fanfics Brasil a se manter no ar. http://pag.ae/7UPKhhi9u

Doar PagSeguro

 


Últimas postagens do Blog


  • 8 dicas para se tornar um escritor de sucesso
    Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou - se você é um escritor especialmente auspicioso - ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza. Então, o que é...
  • Feliz dia do leitor
    Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura. Você Conhece a Origem do Dia do Leitor? O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO...